Show simple item record

dc.contributor.authorBarcellos, Patrícia da Silva Campelo Costapt_BR
dc.contributor.authorPolonia, Eunicept_BR
dc.contributor.authorNunes, Mariana Backespt_BR
dc.date.accessioned2018-09-19T02:33:22Zpt_BR
dc.date.issued2018pt_BR
dc.identifier.issn1679-1916pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/182218pt_BR
dc.description.abstractCom a introdução das tecnologias de informação e comunicação e a exploração do seu potencial na educação, os paradigmas e os papéis dos participantes no processo de ensino-aprendizagem têm sido revisitados. Neste estudo, avaliamos alguns desdobramentos de uma tarefa de escrita colaborativa de fanfictions por alunos de inglês, em contexto universitário, com a utilização da ferramenta de escrita colaborativa ETC. O nosso objetivo é investigar de que maneira uma tarefa de reformulação dos textos no ambiente digital associa-se à autonomia desse aluno. Os dados mostram que a proposição de tarefas de escrita colaborativa significativas pode fomentar a exploração construtiva das interações, de modo a potencializar a aprendizagem de inglês como língua estrangeira dos envolvidos e uma postura autônoma por parte dos graduandos. Identificamos através da experiência aqui descrita que a tarefa de escrita colaborativa pode, portanto, constituir-se em uma prática que dá ênfase ao processo de criação e reelaboração ativa a partir de parcerias provocadoras, que desse modo iniciam o seu agir autônomo e consolidam aprendizagens.pt
dc.description.abstractUpon the introduction of information and communication technologies and exploitation of their potential in education, the paradigms and the roles of participants in the teaching and learning process have been revisited. In this study, we evaluate some outcomings of a task aimed at writing fanfictions collaboratively by English students, in the academic context, with the use of the digital tool ETC. Our goal is to examine how a task of text reformulation in the digital environment is associated with autonomy. Data show that the introduction of significant collaborative writing tasks can foster the exploration of constructive interaction in order to potentialize English learning as well as an autonomous attitude. We have identified through the experience described here that collaborative writing tasks can, therefore, constitute a practice that emphasizes an active process of creation and reformulation promoting provocative partnerships among students, who thus behave more autonomously and consolidate their learning.en
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.relation.ispartofRENOTE : revista novas tecnologias na educação. Porto Alegre, RS. Vol. 16, n. 1 (jul. 2018), p. [1-10]pt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectTecnologiapt_BR
dc.subjectTechnology and educationen
dc.subjectEducaçãopt_BR
dc.subjectCollaborative writingen
dc.subjectAutonomyen
dc.subjectEscrita colaborativapt_BR
dc.subjectStudents’ roleen
dc.subjectLíngua estrangeira : Aprendizagempt_BR
dc.subjectLíngua inglesapt_BR
dc.titleTarefas para a aprendizagem de língua estrangeira em ambiente digital : focando o papel do alunopt_BR
dc.title.alternativeTasks for foreign language learning in a digital environment : focusing on the student's roleen
dc.typeArtigo de periódicopt_BR
dc.identifier.nrb001076827pt_BR
dc.type.originNacionalpt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record