Show simple item record

dc.contributor.advisorBarcellos, Julio Otavio Jardimpt_BR
dc.contributor.authorGonzalez, Fredy Andrey Lopezpt_BR
dc.date.accessioned2019-04-04T04:23:40Zpt_BR
dc.date.issued2018pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/190011pt_BR
dc.description.abstractA cria é a etapa de menor eficiência biológica devido ao alto custo energético de mantença da vaca. Além disso, é um sistema que depende basicamente de tecnologias de processos, pois o uso de insumos não produz grandes impactos na produtividade final. Contudo, em decorrência da maior concorrência pelo uso de terras, a cria também passa por questionamentos com relação ao uso de processos mais intensivos de produção. Neste contexto, uma das formas de aumentar a produtividade é mantendo mais estável a produção de forragens, favorecendo variedades de elevado potencial de crescimento (p.e., capim sudão), sendo isto possível através do uso da irrigação de pastagens, que também ajuda a mitigar os efeitos dos fenômenos climáticos como El Niño Oscilação Sul. No entanto, a intensificação pode ter algumas desvantagens, frequentemente associadas a um maior consumo de insumos. Portanto, acima de um certo nível de intensificação, questiona-se o potencial de mitigação das mudanças climáticas sobre o aumento de produtividade. Assim, a proposta deste estudo foi desenvolver um modelo de simulação para avaliar os efeitos da intensificação em sistemas de cria, utilizando níveis de produção de energia por meio de pastagens cultivadas e a irrigação, sobre parâmetros bioeconômicos. A análise do sistema e sua síntese, através da relação dos submodelos de produção de energia, estrutura de rebanho, exigências de energia dos animais e o econômico, permitiu entender as respostas da intensificação sobre parâmetros bioeconômicos Este estudo revela que a intensificação com irrigação pode aumentar a produtividade em 66%, intensificando no máximo 20% da área. Isto considerando os efeitos dos eventos climáticos que podem ocorrer nos sistemas de produção em um horizonte de 10 anos. Não obstante, os impactos biofísicos não compensaram o custo total associado à produção, indicando a descapitalização do sistema ao longo do tempo. Contudo, a irrigação minimizou o risco econômico, frente às mudanças climáticas, ao estabilizar a produção de energia no sistema. Em um contexto holístico do sistema, os resultados supracitados podem sinalizar outras perspectivas sobre a configuração deste sistema de produção. A primeira é a necessidade de avaliar as respostas bioeconômicas da intensificação, exclusivamente, no complexo campo natural. A segunda, avaliar a intensificação integrando outras fases produtivas de melhor eficiência biológica. como a recria, a terminação ou o ciclo completo. E a terceira, avaliar cenários alternativos que aumentam a eficiência bioeconômica da cria por meio de relações de eficiência entre o custo da terra, o custo de produção, a produção por área e o preço do produto.pt
dc.description.abstractCow-calf production is the least biologically efficient stage due to the high energy cost of maintaining the cow. In addition, it is a system that depends basically on process technologies, since the use of inputs does not produce great impacts on the final productivity. However, because of the greater competition for land use, the cow-calf production systems are being pressured to further intensify its production processes. In this context, one of the ways is to keep pasture production more stable, favoring varieties with high potential growth (e.g., sudangrass). This is possible through pasture irrigation, which also helps to mitigate the effects of climatic phenomena as El Niño Southern Oscillation. However, intensification may have some drawbacks, often associated with increased consumption of inputs. Therefore, above a certain level of intensification, the potential of climate change mitigation on productivity increase is questioned. Thus, the proposal of this study was to develop a simulation model to evaluate the effects of intensification in a cow-calf production system, using levels of energy production through cultivated pastures and irrigation, on bioeconomic parameters. The analysis of the system and its synthesis, through the relation of submodels energy production, herd structure, animal energy requirements and economic, allowed to understand the intensification responses on bioeconomic parameters. This study reveals that intensification with irrigation can increase productivity by 66%, intensifying at most 20% of the area This considering the effects of climatic events that can occur in production systems over a 10-year horizon. However, these biophysical impacts could not afford the total cost associated with production, indicating the decapitalization of the system over time. Although, in this situation, irrigation proved to minimize the economic risk to climate change by stabilizing the energy production in the system. In a holistic ownership context, the above results may be signaling other perspectives on the configuration of the production system. The first is the need to evaluate the bioeconomic responses of intensification, exclusively, in the complex natural grassland. The second is to evaluate intensification by integrating other productive phases of better biological efficiency, such as rearing, finishing or whole cycle. And third, to evaluate alternative scenarios that increase the bioeconomic efficiency of the cow-calf through efficiency relations between the cost of land, the cost of production, the production per area and the price of the product.en
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectBioeconomic modelen
dc.subjectGado de cortept_BR
dc.subjectClimate risken
dc.subjectProdução animalpt_BR
dc.subjectMonte Carlo simulationen
dc.subjectRecriapt_BR
dc.subjectStochastic optimizationen
dc.subjectBovinoculturapt_BR
dc.subjectSistema de produçãopt_BR
dc.titleAvaliação bioeconômica de sistemas de cria de bovinos de corte intensificados com irrigação de pastagenspt_BR
dc.title.alternativeBioeconomic evaluation of beef cow-calf systems intensified with pasture irrigation en
dc.typeTesept_BR
dc.identifier.nrb001086975pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentFaculdade de Agronomiapt_BR
dc.degree.programPrograma de Pós-Graduação em Zootecniapt_BR
dc.degree.localPorto Alegre, BR-RSpt_BR
dc.degree.date2018pt_BR
dc.degree.leveldoutoradopt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record