Show simple item record

dc.contributor.advisorKanan, Joao Henrique Correapt_BR
dc.contributor.authorNunes, Vitoria Brum da Silvapt_BR
dc.date.accessioned2019-06-14T02:31:25Zpt_BR
dc.date.issued2017pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/195806pt_BR
dc.description.abstractA Comunidade São Pedro está sujeita a diversos fatores estressores em função de sua condição de vida. O objetivo deste trabalho é analisar a percepção que os moradores têm de sua qualidade de vida e a possível associação dos fatores avaliados com a expressão de IgA-S salivar. MÉTODOS. A versão brasileira do questionário SF-36 foi aplicada para avaliação da qualidade de vida. As dosagens de IgA-S foram realizadas pela técnica da imunodifusão radial. Os resultados obtidos foram associados entre si, bem como associados às características de idade e sexo. RESULTADOS. A Comunidade São Pedro tem rosto e é feminino. Os homens apresentam melhor estado de saúde se comparado às mulheres. A maioria das medidas dos escores das escalas do SF-36 encontraram-se abaixo daqueles encontrados para a população brasileira. Os piores escores de qualidade de vida observados foram: “aspectos emocionais”, “dor”, “vitalidade” e “aspectos físicos”. A concentração média de IgA-S foi de 10,49 mg/dL. Foi vista correlação negativa entre a concentração de IgA-S e os componentes “capacidade funcional” e “estado geral de saúde”, e entre idade e “capacidade funcional”. Houve diferenças estatisticamente significativas entre as médias dos domínios “aspectos sociais”, “aspectos emocionais” e “saúde mental” para os grupos femininos e masculinos, sendo maiores entre os homens. CONCLUSÃO. Mesmo apresentando um pior estado de saúde se comparado com a população brasileira em geral, a Comunidade São Pedro não apresenta correlação significativa entre qualidade de vida e expressão de IgA-S. A comunidade pode ter desenvolvido o processo de resiliência, adaptando-se positivamente as condições de vida estressantes.pt_BR
dc.description.abstractThe São Pedro Community is subject to several stressors due to its condition of life. The aim of this study is to analyze the residents' perception of their quality of life and their association with IgA-S expression in saliva. METHODS. The Brazilian version of the SF-36 questionnaire was applied to assess the quality of life. IgA-S concentration was determined by the radial immunodiffusion technique. The results obtained were associated with each other, as well as the characteristics of age and sex. RESULTS. The São Pedro Community has a female identity. Men are in better health when compared to women. Most of the measures of the SF-36 scales are below those found for the Brazilian population. The worst quality of life scores observed were: "emotional aspects", "pain", "vitality" and "physical aspects". The mean IgA-S concentration was 10.49 mg/dL. Negative correlation was observed between IgA-S concentration and components "functional capacity" and "general health status", and age and “functional capacity”. There was statistically significant difference for "social aspects", "emotional aspects" and "mental health" domains when female and male groups means were compared, being higher among men. CONCLUSION. Even presenting a worse health condition compared to Brazilian population in general, São Pedro Community did not present a significant correlation between quality of life and IgA-S expression. A community may have developed the resilience process, adapting positively as stressful living conditions.en
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectSão Pedro Communityen
dc.subjectEstressept_BR
dc.subjectQualidade de vidapt_BR
dc.subjectSF-36 Questionnaireen
dc.subjectBiomarcadorespt_BR
dc.subjectIgA-Sen
dc.subjectImunoglobulina A secretorapt_BR
dc.subjectQuality of Lifeen
dc.subjectStressorsen
dc.subjectSaúde públicapt_BR
dc.titleProjeto piloto desenvolvido na comunidade São Pedro de Porto Alegre : percepção da qualidade de vida dos moradores submetidos a estressores sociaispt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisor-coReidel, Tatianapt_BR
dc.identifier.nrb001094625pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentInstituto de Ciências Básicas da Saúdept_BR
dc.degree.localPorto Alegre, BR-RSpt_BR
dc.degree.date2017pt_BR
dc.degree.graduationBiomedicinapt_BR
dc.degree.levelgraduaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record