Show simple item record

dc.contributor.advisorFiori, Angelo Maria de Castropt_BR
dc.contributor.authorKopstein, Jaimept_BR
dc.date.accessioned2019-08-06T02:31:27Zpt_BR
dc.date.issued1976pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/197686pt_BR
dc.description.abstractO programa de reabilitação de urêmicos crônicos necessita de uma racionalização a fim de melhor aproveitar os recursos existentes no país, reduzindo os custos e aumentando o rendimento do sistema. Com esta finalidade, propôs-se uma otimização da sistemática de realização, mais eficiente e menos dispendiosa. Três modalidades de tratamento foram utilizadas: dieta, diálise peritonial e hemodiálise. O tratamento dietético, nas formas propostas, é o que beneficia a maior proporção de nefropatas, caracterizando- se por um elevado índice de aceitação e reduzida incidência de complicações. A DPC possibilita a recuperação completa de urêmicos crônicos, apesar do elevado custo e da alta incidência de complicações clínicas, especialmente infecçÕes peritoniais. A HDC é o método de reabilitação mais eficiente. Com ele obtém-se o melhor controle das manifestações clínicas da uremia e a melhor recuperação do estado nutricional dos pacientes, sendo pequena a incidência de complicações. A forma de obviar os inconvenientes — custo operacional e reduzido número de vagas — é a racionalização do emprego de métodos, escolha de equipamento de baixo custo operacional, redução de incidência de complicações clínicas e técnicas e diminuição do índice de hospitalização dos pacientes. Um maior rendimento do equipamento e um menor custo operacional podem ser alcançados com o acoplamento de um programa de transplante renal. São propostas condutas que permitem um melhor rendimento dos vários tipos de programa de reabilitação de urêmicos crônicos. Essa otimização dos vários níveis do processo terapêutico traz como conseqüência uma simplificação apreciável da rotina, diminuição dos custos,' redução do tempo de permanência dos pacientes no programa e aumento do número de vagas em relação ao investimento financeiro realizado. i A formação de uma rede de unidade de reabilitação, distribuída estrategicamente, com um sistema central de controle, permitiria uma padronização técnica, integrando o tratamento dietetico, a DPC, a HDC e o transplante renal. Cada modalidade terapêutica seria usada na medida dos recursos disponíveis, com a finalidade de oferecer um programa de tratamento ao maior numero possível de pacientes.pt_BR
dc.description.abstractAn optimization of the systematics for the treatment of chronic uretnia is proposed, aiming at a better utilization of the resources we find availahle in this country. Better utilization of scarce and expensive equipment will enable to meet the demands of an ever mcreasing number of new patients. Three ways of treating uremia have been used in our program, to create a system which could satisfy the best part of the uremic population referred to our unit, i.e., diets, chronic peritonial dialysis (CPD), and chronic hemodialysis (CHD). First of ali, by adapting our diets to Brazilian standards, and increasing our knowledge of the composition of our foodstuffs, we managed to improve the dietetic treatment a great deal, obtaining a better compliance of the patients and consequently a low incidence of complications. These advantages associated to low cost iurned this approach into the best way we have to rehabilitate our chronic renal patients, although life cannot be prolonged for very long- . As far as dialytic treatments is concerned, there are again advantages and limitations: too few vacancies brought about by high costs of equipment are the main setback. CPD, on its own, is a very efficient method, but too expensive to run and followed by too many complications. Our results show that in fact there is no such thing as the best kind of treatment, the way is to create a regional kidney disease network. It could integrate and optimize the methods for the treatment of chronic renal failure, and associate a renal transplant program. In other words, dietetics, CPD, CHD and renal transplantation could be integrated in a single program, where our patients would remain within or move between components, according to iheir needs. Consequently, we could speed up the turn-over, preveni complications and reduce the costs of our programs. Each therapeutic levei wotdd be used according to available funds, but bearing in mind the need of full usage of ali our resources, and admit as many patients as possible in our units.en
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectInsuficiência renal crônica : Terapiapt_BR
dc.subjectInsuficiência renal crônica : Dietoterapiapt_BR
dc.subjectUremia : Terapiapt_BR
dc.titleReabilitação de urêmicos crônicospt_BR
dc.typeTese de cátedra/livre docênciapt_BR
dc.identifier.nrb000160436pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentFaculdade de Medicina. Cadeira de Nefrologiapt_BR
dc.degree.localPorto Alegre, BR-RSpt_BR
dc.degree.date1976pt_BR
dc.degree.levelcátedra/livre docênciapt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record