Show simple item record

dc.contributor.advisorAlmeida, Jussara Carnevale dept_BR
dc.contributor.authorPorcher, Manuela Albept_BR
dc.date.accessioned2021-07-23T04:40:51Zpt_BR
dc.date.issued2021pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/224379pt_BR
dc.description.abstractIntrodução: O Diabetes Mellitus tipo 2 (DM2) compreende um grupo de doenças metabólicas caracterizadas por uma condição de hiperglicemia sustentada, na qual há ineficiência na secreção e/ou na ação da insulina. O DM2 apresenta alta prevalência e está associado ao aumento da morbimortalidade e dos custos com saúde pública. A perda de peso tem se mostrado o principal fator para melhorar o controle metabólico e reduzir o uso de medicamentos para diabetes. Nesse sentido, tem havido um interesse crescente em investigar o efeito das intervenções no estilo de vida com dieta na remissão do diabetes. Assim, o objetivo desta dissertação foi revisar sistematicamente a literatura e avaliar o efeito destas intervenções na remissão do DM2. Métodos: O protocolo desta revisão sistemática está registrado e detalhado na PROSPERO (CRD42020145238). A busca de Ensaios Clínicos Randomizados (ECRs) foi conduzida nas bases de dados MEDLINE, CINAHL, Embase e Scopus. A seleção do estudo, extração de dados e avaliação do risco de viés foram realizadas por dois autores independentes e as divergências foram resolvidas por um terceiro avaliador. A avaliação do risco de viés metodológico foi realizada através da ferramenta ROB 2.0, conforme indicado pelo manual da Cochrane. A avaliação da qualidade da evidência foi realizada através do sistema Grading of Recommendations Assessment, Development and Evaluation (GRADE). Os dados foram agrupados usando meta-análise de efeito aleatório e foram apresentados em risco relativo (RR) com intervalo de confiança de 95% (IC95%). Foi aplicado o Trial Sequential Analysis (TSA) para determinar se as evidências atualmente disponíveis são suficientes, considerando uma diferença de 30% na taxa de remissão do diabetes, um poder tipo I de 5% e tipo II de 20%. Resultados: De 7,532 registros, oito estudos foram incluídos nesta revisão sistemática. O risco de viés foi julgado como ‘baixo’ em quatro estudos e com ‘algumas considerações’ nos outros quatros. Os resultados para remissão de DM2 (HbA1C ≤6,5% sem medicação antidiabética) mostraram que as intervenções no estilo de vida com dieta estão associadas com maior probabilidade de remissão do DM2 (RR = 3,92; IC95%; 2,35 a 6,55; I² 47%; p <0,01) e o TSA demonstrou que as evidências disponíveis são suficientes. A qualidade da evidência para o desfecho primário (remissão do DM2) foi julgada como alta. Em análises de subgrupos, a ingestão de energia, perda de peso e duração da intervenção foram capazes de explicar satisfatoriamente a heterogeneidade entre os estudos. Conclusão: Intervenções no estilo de vida com dietas de muito baixa caloria (800-1000 kcal) e de médio prazo de duração (6-12 meses), possivelmente são mais favoráveis para remissão de DM2. Entretanto, ainda não se sabe se o efeito desta remissão é permanente a longo prazo.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectDiabetes mellitus tipo 2pt_BR
dc.subjectEstilo de vida saudávelpt_BR
dc.subjectIndução de remissãopt_BR
dc.subjectDietoterapiapt_BR
dc.subjectRevisão sistemáticapt_BR
dc.subjectMetanálisept_BR
dc.subjectEfetividadept_BR
dc.titleEfetividade de diferentes programas de mudança no estilo de vida na remissão do diabetes tipo 2 : uma revisão sistemática com metanálisept_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.identifier.nrb001127998pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentFaculdade de Medicinapt_BR
dc.degree.programPrograma de Pós-Graduação em Alimentação, Nutrição e Saúdept_BR
dc.degree.localPorto Alegre, BR-RSpt_BR
dc.degree.date2021pt_BR
dc.degree.levelmestradopt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record