Repositório Digital

A- A A+

Espaço agrícola, ambiente e agroecologia: incidência de moscas-das-frutas (Diptera, Tephritidae) nos pomares de laranjado munícipio de Caraá, RS

.

Espaço agrícola, ambiente e agroecologia: incidência de moscas-das-frutas (Diptera, Tephritidae) nos pomares de laranjado munícipio de Caraá, RS

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Espaço agrícola, ambiente e agroecologia: incidência de moscas-das-frutas (Diptera, Tephritidae) nos pomares de laranjado munícipio de Caraá, RS
Outro título Pace agricultural, atmosphere and agroecologia : incidence of fly-give-fruits (Diptera, Tephritidae) in the orchard of orange of the Caraá, RS
Autor Fofonka, Luciana
Orientador Suertegaray, Dirce Maria Antunes
Data 2006
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Geociências. Programa de Pós-Graduação em Geografia.
Assunto Agroecologia
Caraá (RS)
Geografia agraria
Geografia regional : Rio Grande do Sul
Mosca das frutas
[en] Agroecology
[en] Anastrepha fraterculus
[en] Citricultura in Caraá
[en] Diagnosis
[en] Fruit fly
[en] Handling plan of fruit flies
[en] Orange
Resumo O Brasil é o maior produtor de laranjas do mundo, porém os problemas fitossanitários, como a incidência da mosca-das-frutas, vêm acarretando sérios impactos negativos de ordem sócio-econômica e ambiental. O município de Caraá, RS, está nos perímetros das regiões infestadas pela mosca-das-frutas, sendo a cultura da laranja a mais prejudicada por esse inseto. Para que o manejo da moscas-das-frutas seja eficiente e sustentável é interessante que o mesmo se baseie nos princípios da Agroecologia, requerendo um conhecimento prévio de vários aspectos que possibilitem o diagnóstico dessa praga. Nesse contexto, o presente estudo teve por objetivo contribuir para o controle da mosca-das-frutas nos pomares de laranjeiras do município de Caraá, RS. Para tanto, o trabalho foi dividido em duas grandes etapas. Na primeira etapa realizou-se o diagnóstico da incidência da mosca-dasfrutas nos pomares de laranjeiras do município de Caraá através da caracterização da área de estudo, da cultura da laranjeira e da incidência da mosca-das-frutas, demonstrando a espacialização das principais localidades produtoras de laranja. Utilizaram-se como fontes de pesquisa, bibliografias e entrevistas. Para a segunda etapa foi elaborado e aplicado na área de estudo um Plano de Manejo da mosca-das-frutas baseado na Agroecologia, onde foi proposto: o levantamento das moscas-das-frutas com quatro armadilhas, realizado no pomar experimental da localidade de Rio dos Sinos, Caraá, para identificar suas espécies, bem como para verificar as flutuações populacionais das moscas-das-frutas, estudando as variáveis que poderiam influenciar o tamanho destas populações; a amostragem de frutos nas principais localidades produtoras de laranjas para também identificar as espécies de moscas-das-frutas e/ou seus parasitóides, além de determinar a associação entre as espécies de plantas hospedeiras e as espécies de moscas-das-frutas; a aplicação de práticas de controle, como ensacamento dos frutos, por exemplo, realizado no pomar experimental. Após o período de estudo constatou-se que a variedade de laranja mais produzida no Caraá é a Valência. As principais localidades produtoras de laranjas são: Alto Caraá, Alto Lageadinho, Alto Rio dos Sinos, Fraga, e Rio dos Sinos. A área ocupada para o cultivo de laranjeiras é de aproximadamente 82,5 ha, e a produção média é de 290 toneladas. Em relação ao diagnóstico da incidência da mosca-das-frutas verificou-se que a infestação é resultante de um conjunto de fatores: diminuição dos inimigos naturais, conseqüente do uso desordenado de agroquímicos; precária fiscalização fitossanitária do trânsito de frutas frescas; desmatamento, o que favoreceu a migração dessas moscas para as laranjeiras; e ampla gama de hospedeiros de mosca-das-frutas. Através do monitoramento da mosca-das-frutas com armadilhas no pomar experimental de Rio dos Sinos, no período de 12 meses, foram obtidos apenas exemplares da espécie Anastrepha fraterculus, num total de 1021 fêmeas. O pico da flutuação populacional da A. fraterculus ocorreu no mês de outubro, provavelmente relacionado à oferta de laranjas, pois o período de maior captura coincide com a época de frutificação da laranja Valência. A manutenção dessa mosca nos outros meses do ano pode ser associado à presença de hospedeiros de A. fraterculus próximos ao pomar experimental. A flutuação populacional da mosca não correlacionou com nenhum parâmetro climático analisado. O levantamento dos frutos hospedeiros Psidium guayava (goiaba), Citrus sp. (Laranja-de-Umbigo) e Prunus persica (pêssego) localizados próximos ao pomar experimental permitiu associar tais frutas com a espécie A. fraterculus. No levantamento da mosca-das-frutas através da amostragem de frutos nas principais localidades produtoras de laranjas de Caraá verificou-se: a presença de nove moscas-das-frutas, todas da espécie Anastrepha fraterculus; a associação dessa espécie com as variedades de laranjas, Natal Umbigo e Valência, bem como a ausência de parasitóides nos frutos amostrados. A prática de ensacamento das laranjas realizada no pomar experimental de Rio dos Sinos, Caraá, mostrou-se muito eficiente, uma vez que praticamente todos os frutos ficaram protegidos da mosca, sendo colhidos intactos.
Abstract Brazil is the largest producer of oranges of the world, however fitosanitary problems, as the incidence of fruit flies is carting serious negative impacts of socioeconomic and environmental order. The Municipal district of Caraá, RS, is in the perimeters of the areas infested by fruit flies, having the culture of the orange the most prejudiced by this insect. So that the handling of fruit flies is efficient and maintainable needs to base in the beginnings of the Agroecology, requesting a previous knowledge of several aspects to make possible the diagnosis of that curse. In that context the present study had for objective to contribute for the control of fruit fly in the orchards of orange trees of the municipal district of Caraá, RS. For so much, the work was divided in two great stages. In the first stage the diagnosis of the incidence of fruit flies took place in the orchards of orange trees of the municipal district of Caraá through the characterization of the study area, the orange tree culture and the incidence of fruit flies, demonstrating the disposition in the space of the main places producing of orange. Bibliographies and interviews were used as research sources. For the second stage it was elaborated and applied in the study area a Plan of Handling of fruit flies based on Agroecology, where it was proposed: the rising of fruit flies with four traps, accomplished at the experimental orchard in Rio dos Sinos, Caraá, to identify its species, as well as to verify the population flotations of fruit flies, studying the variables that could influence the size of these populations; the sampling of fruits in the main places producing of oranges for also to identify the species of fruit flies and/or their parasitoids, besides determining the association between the species of host trees and the species of fruit flies; the application of control practices, as bagged fruits, for instance, accomplished at the experimental orchard. After the study period it was verified that the orange variety more produced in Caraá is Valencia. The main places producing of oranges are: High Caraá, High Lageadinho, High Rio dos Sinos, Fraga, and Rio dos Sinos. The busy area for the cultivation of orange trees is of 82,5 ha approximately, and the medium production is of 290 tons. In relation to the diagnosis of the incidence of fruit flies it was verified that the infestation is resulting from a group of factors: the natural enemies' decrease, consequent of the disordered use of pesticides; precarious fitosanitary fiscalization of the traffic of fresh fruits; deforestation, what favored the migration of those flies for the orange trees; and wide range of hosts of fruit flies. Through the action of monitoring the fruit flies with traps in the experimental orchard of Rio dos Sinos, in the period of 12 months, they were just obtained copies of the species Anastrepha fraterculus, in a total of 1021 females. The pick of the population flotation of the A. fraterculus happened in the month of October, probably related to the offer of oranges, because, the period of larger capture coincides with the time of fructify of the orange Valencia. The maintenance of that fly in the other months of the year it can be associated to the presence of hosts of A. fraterculus closed to the experimental orchard. The population flotation of the fly didn't correlate with any climatic parameter analyzed. The rising of the fruits hosts Psidium guayava (guava), Citrus sp. (Orange-of-navel) and Prunus persica (peach) located close to the experimental orchard, allowed to associate such fruits with the species A. fraterculus. In the rising of fruit flies through the sampling of fruits in the main places producing of oranges of Caraá was verified: the presence of nine fruit flies, all of the species Anastrepha fraterculus; the association of that species with the varieties of oranges Natal, Umbigo and Valencia, as well as the parasitoids absence in the fruits of sample. The practice of bagging oranges accomplished at the experimental orchard of Rio dos sinos, Caraá, was shown very efficient, once practically all of the fruits were protected of the fly, being picked intact.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/10094
Arquivos Descrição Formato
000594895.pdf (1.089Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.