Repositório Digital

A- A A+

Palavras e imagens : a transposição do mangá para o anime no Brasil

.

Palavras e imagens : a transposição do mangá para o anime no Brasil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Palavras e imagens : a transposição do mangá para o anime no Brasil
Autor Batistella, Danielly
Orientador Korfmann, Michael
Co-orientador Silva, Miguel Rettenmaier da
Data 2014
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Programa de Pós-Graduação em Letras.
Assunto Anime
Brasil
Cultura e sociedade
Cultura japonesa
Gênero textual
História em quadrinhos
Japão
Literatura comparada
Literatura e História
Literatura japonesa
Mangá
Tradução intersemiótica
[en] Culture
[en] History
[en] Ideology
[en] Intersemiotic translation
[en] Japan
[en] Manga
[en] Society
Resumo Suportes de leitura em ascensão, as narrativas imagéticas nipônicas são compostas por linguagens visual e verbal singulares, por traçados ilustrativos específicos e por temáticas textuais distintivas, parte de uma personalidade própria. Os hipergêneros mangá e anime, embora compartilhem elementos particulares, como a publicação e classificação interna em uma gama de gêneros e subgêneros autônomos, porém unidos por elementos coincidentes, diferenciam-se entre si – da arte sequencial e animação para além das fronteiras do Japão – quanto à estilização do traçado, ao conteúdo da narrativa, à ilustração e à caracterização de personagens. Logo, para que tais aspectos permeiem a leitura e a interpretação da imagem, assim como dos textos verbais, infere-se o atrelar desses elementos a um contexto aos quais se atribui um sentido nos âmbitos histórico, ideológico, social, cultural e comportamental. Assim, na representação, na tradução intersemiótica ou no engendramento de concepções e interpretações de culturas, de ações sociais, de ideologias, de doutrinas ou filosofias religiosas e de atribuições de sujeitos feminil e varonil japoneses, busca-se referências para se apreender o mangá e o anime como produtores e possibilitadores de reflexões. Nesse paradigma, o presente estudo objetiva o analisar a utilização da linguagem visual e verbal nas sagas de mangá e anime que constituem o corpus do presente estudo, examinando o modo pelo qual cada uma dessas linguagens procede ao representar, ao traduzir intersemiótico ou ao engendrar de diferentes aspectos histórico, social, ideológico, cultural e comportamental do Japão-nação. Ao circundar a temática, inicialmente traça-se um panorama quanto à origem, à ascensão e à transformação do mangá e do anime em fenômeno de leitura no Japão, no Ocidente e no Brasil. Apresenta-se os gêneros e subgêneros desses suportes de leitura, diferenciando-os quanto ao público leitor visado, averiguando suas especificidades, sua classificação temática e sua classificação de acordo com os sujeitos masculino e feminino e com a faixa etária. Por fim, averigua-se as modificações da representação da cultura, da sociedade e de ideologias japonesas presentes no mangá e quando este é transposto para anime em resposta à demanda de um sujeito leitor fora do Japão.
Abstract Ascending reading media, the imagetic Japanese narrative are composed by singular visual and verbal languages, by specific illustrative strokes and distinctive textual themes part of a personality. The hipergenre manga and anime, in the share of distinctive elements such as publishing and internal classification in a range of autonomous genres and subgenres, yet linked by coincident elements differ from each other – as well as the sequential art and the animation from beyond the borders of Japan – as to the styling of the illustrative strokes, the content of the narrative, the illustration and the characterization of characters. Then, in order to such aspects permeate the reading and interpretation of the image as well as the verbal texts, one infers the coupling of these elements to a context in which it assigns a meaning in historical, ideological, social, cultural and behavioral levels. Thus, in the representation, in the inter-semiotic translation or in the engender of conceptions and interpretations of Japanese culture, social actions, ideologies, religious doctrines or philosophies and specific attributions to feminine and masculine subjects one searches references to grasp manga and anime as producers and enablers of reflections. In this paradigm, the present study aims to analyze the use of visual and verbal language in the sagas of manga and anime part of the corpus of this study, examining the way in which each of these languages proceeds to represent, to intersemiotic translate or to engender different historical, social, ideological, cultural and behavioral aspects of Japan. With the purpose of encompassing the subject, initially one delineates an overview the origin, the rise and transformation of manga and anime as reading phenomenon in Japan, in Brazil and in the West. One presents the genres and subgenres of these reading medias, differentiating them according on the targeted readership, verifying their specificities, their thematic classification and their internal classification accordant to female and male subjects and their age rate. Ultimately, one ascertains changes in the representation of Japanese culture, society and ideologies part of manga and when this is transposed into anime as a response to a demanding reader from outside of Japan.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/102191
Arquivos Descrição Formato
000930130.pdf (8.762Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.