Repositório Digital

A- A A+

Enquadramento interpretativo, lógicas e dinâmicas interativas : dilemas em interações entre o movimento dos direitos animais e a grande mídia

.

Enquadramento interpretativo, lógicas e dinâmicas interativas : dilemas em interações entre o movimento dos direitos animais e a grande mídia

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Enquadramento interpretativo, lógicas e dinâmicas interativas : dilemas em interações entre o movimento dos direitos animais e a grande mídia
Autor Pereira, Matheus Mazzilli
Orientador Silva, Marcelo Kunrath
Data 2014
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Sociologia.
Assunto Ativismo ambiental
Direitos dos animais
Meios de comunicação
Movimentos sociais
[en] Animal rights
[en] Framing
[en] Framing dilemma
[en] Logics of action
[en] Mass media
[en] Social movements
Resumo Esse trabalho analisa a construção de diferentes formas de enquadramento interpretativo de ativistas do movimento dos direitos animais em interações com a grande mídia. Por meio de uma análise de molduras, são estudados perfis de organizações desse movimento social, assim como casos específicos desse tipo de interação. Teóricos da abordagem do enquadramento interpretativo identificam um dilema central vivenciado por militantes de movimentos sociais que optariam ora por uma postura “estratégica” e ora por uma postura “ideológica”. Em uma crítica ao conceito de “estratégia”, esse trabalho desenvolve uma classificação de molduras baseada na adequação imaginada dessas interpretações às situações às quais se referem. Dessa forma, esse dilema é reinterpretado em termos de um dilema entre a utilização de categorias vistas como mais ou menos adequadas para a classificação das situações, tendo em vista a possibilidade de que aquelas categorias vistas como as mais apropriadas não sejam simpáticas ou compreensíveis ao interlocutor. As respostas a esse dilema devem variar de acordo com três tipos objetivos gerais de curto prazo estipulados de acordo com determinadas combinações de lógicas de ação: construir problemas sociais, conquistar resultados práticos e defender identidades coletivas. No caso do movimento dos direitos animais, essas combinações de lógicas de ação dão origem a três tipos de ativismo: o abolicionismo construcionista, o abolicionismo pragmático e o abolicionismo identitário. As decisões dos militantes devem variar, ainda, de acordo com as dinâmicas interativas peculiares a cada interação na qual estão inseridos. Cinco dinâmicas interativas relevantes para esse processo são identificadas: a atribuição de características ao interlocutor; a antecipação do impacto do enquadramento; as intenções dos atores; a adequação à situação de fala; e o desempenho de um papel social. Assim, dinâmicas pré-interativas e interativas levam ativistas a desenvolver soluções distintas para o dilema do enquadramento interpretativo nos casos analisados.
Abstract This work analysis the construction of different forms of framing developed by animal rights activists in interactions with the mass media. Through a frame analysis, this social movement‟s organizations‟ profiles are analyzed, as well as specific cases of this kind of interaction in a comparative perspective. Scholars of the framing perspective identify a central dilemma that social movement‟s activists experience between a “strategic” position and an “ideological” attitude. In a critic of the concept of “strategy”, this work develops a classification of the frames based on the imagined adequacy of these interpretations to the situations to which they refer. Therefore, this dilemma is reinterpreted in terms of a dilemma between the use of categories seen as more or less adequate for the classification of the situations, knowing that there is a possibility that those categories seen as the most appropriate are not appealing or apprehensible to the interlocutor. The answers to this dilemma must vary according to three types of short-term general goals defined by the given “logics of action combinations”: construct social problems, conquer practical results and defend collective identities. In the case of the animal rights, these logics of action combinations are the origins of three types of activism: the constructionist abolitionism, the pragmatic abolitionism and the identity abolitionism. The activist‟s decision must vary, also, according to the peculiar interactive dynamics of each interaction in which they are inserted. Five interactive dynamics that are relevant to this process are identified: the attribution of characteristics to the interlocutor; the anticipation of the framing impact; the intentions of the actors; the adequacy to the speech situation; and the social role‟s performance. Thereby, pre-interactive dynamics and interactive dynamics both lead activists to develop distinct solutions for the framing dilemma in the analyzed cases.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/102192
Arquivos Descrição Formato
000930133.pdf (9.347Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.