Repositório Digital

A- A A+

O sol foi sequestrado e a rua restou na sombra : mentalidade, trabalho e ascensão social em o cortiço

.

O sol foi sequestrado e a rua restou na sombra : mentalidade, trabalho e ascensão social em o cortiço

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O sol foi sequestrado e a rua restou na sombra : mentalidade, trabalho e ascensão social em o cortiço
Autor Schiffner, Tiago Lopes
Orientador Araújo, Homero José Vizeu
Data 2014
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Programa de Pós-Graduação em Letras.
Assunto Azevedo, Aluísio 1857-1913. O cortiço
Literatura brasileira : Romance
Literatura e sociedade
Naturalismo
Realismo (Literatura)
Romance
[fr] Forme littéraire
[fr] La société brésilienne
[fr] Real- naturalisme
Resumo O objetivo dessa pesquisa é investigar três aspectos constitutivos d’O Cortiço: a mentalidade social, as relações de trabalho e a ascensão social. Inspirado e fundamentado nas contribuições de Antonio Candido em De Cortiço a cortiço (1992), o estudo visa a desenvolver uma leitura complementar à do ensaio, também analisando as tensões da forma literária conjuntamente à apreciação do âmbito social. A interpretação do texto literário se produz pela conexão de texto e contexto na tentativa do entendimento dialeticamente íntegro. Ressalta-se que o elemento social é importante na medida em que influencia a estrutura interna da obra literária. A intenção é ampliar o debate sobre os abusos no mercado de trabalho com certa formalidade – lugar, sobretudo, das atividades masculinas – dando igual ênfase às relações constituídas nos afazeres femininos e informais, aí incluídas as lavadeiras e as prostitutas. A análise, ainda, investiga os movimentos de ascensão social ocorridos e de que modo eles podem apontar as estruturas internas, as inspirações e as particularidades literárias d’O Cortiço. Busca-se apresentar as tensões da transição entre a decadência do patriarcado rural e o fortalecimento do contexto urbano no final do século XIX.
Résumé L’objectif de cette recherche est d’étudier trois aspects constitutifs du roman O Cortiço: la mentalité sociale, les relations de travail et la mobilité sociale. Animé et soutenu par les contributions de Antonio Candido dans l’essai De Cortiço a cortiço (1992), cet étude prétend developper une lecture complémentaire à celle du texte de Candido et analyser les tensions de la forme littéraire avec l'appréciation du contexte sociale. L'interprétation du texte littéraire est produite en reliant le texte et le contexte dans une tentative de compréhension de principe dialectique. Il est souligné que l'élément social est important en ce qu 'il influence la structure interne de l'oeuvre littéraire. L'objectif est d'élargir le débat sur les abus dans le marché du travail avec une certaine formalité - surtout un lieu des activités des hommes - en donnant une importance égale à la relation établie dans les affaires féminines et informelles, y compris ceux concernés par les lavandières et les prostituées. L'analyse examine également les mouvements de mobilité sociale et comment ils peuvent pointer les structures internes, les inspirations et les particularités de O Cortiço. Notre but est de présenter les contraintes de la transition entre le déclin du patriarcat rural et le renforcement du cadre urbain de la fin du XIXe siècle.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/102196
Arquivos Descrição Formato
000930830.pdf (882.1Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.