Repositório Digital

A- A A+

Do "Fato Museal" ao gesto museológico: uma reflexão

.

Do "Fato Museal" ao gesto museológico: uma reflexão

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Do "Fato Museal" ao gesto museológico: uma reflexão
Autor Gomes, Carla Renata Antunes de Souza
Orientador Faria, Ana Carolina Gelmini de
Data 2013
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação. Curso de Museologia: Bacharelado.
Assunto Guarnieri, Waldisa Rússio Camargo
Museologia : Aspectos teóricos
[en] Museum fact
[en] Theory museum
Resumo O objetivo central deste trabalho consiste em identificar, nos textos reunidos sobre as formulações teóricas de Waldisa Rússio Camargo Guamieri, as definições sobre o objeto e a metodologia que caracterizam o pensamento desta autora sobre a Museologia e, principalmente, refletir sobre a concepção do "fato museal", desde as influências para sua elaboração em relação a sua formação na área do Direito até o diálogo com outros pensadores. E, a partir deste ponto, discutir os principais pressupostos teóricos que têm contribuído para a constituição de um arcabouço conceitual do campo museológico brasileiro e problematizar as fragilidades encontradas a fim de intensificar as discussões em tomo de ideias que devem embasar as práticas museológicas e contribuir para o adensamento teórico do campo. Analisar tal trajetória intelectual nos faz mergulhar no ambiente de constituição de um pensamento brasileiro sobre a Museologia, o vigoroso pensamento de Waldisa Rússio trata desde a necessidade da implementação de políticas públicas no sentido de um planejamento institucional amplo, assim como na importância da formação de profissionais para a área. A ênfase nos aspectos sociológicos da instituição Museu e suas relações com a sociedade norteiam o pensamento da autora sobre a gestão do patrimônio de uma maneira extensiva: o entendimento de "museu como processo" envolve uma dinâmica de interações sociais que extrapolam a guarda e a conservação dos objetos. Para melhor visualizar o entrecruzamento de suas formulações e dos teóricos com quais dialoga, seguiremos o seguinte plano de análise, que propõe quatro pontos de reflexão sobre o que a autora define como "fato museal", ou seja, "a relação profunda entre homem e objeto": (1) a "relação" em si mesma; (2) o homem que a conhece; (3) o objeto a ser conhecido e (4) o museu.
Abstract The aim ofthis paper isto identify the texts gathered on the theoretical formulations Waldisa Russio Camargo Guamieri, the definitions ofthe object and the methodology that characterize the thinking o f this author on Museology and mainly reflect on the concept o f" museum fact " since the influences for their preparation in relation to their training in the area of law to dialogue with other thinkers. And from this point, discuss the main theoretical assumptions that have contributed to the establishment of a conceptual framework ofthe Brazilian museum field and discuss the weaknesses found in order to intensify the discussions around ideas that should underpin the museological practices and contribute to the theoretical depth of field. Testing such intellectual trajectory plunges us into the environment of formation of a Brazilian thought about Museology, vigorous thought Waldisa Russio comes from the need to implement public policies towards a broader institutional planning, as well as the importance oftraining professionals for the area. The emphasis on the sociological aspects ofthe museum institution and its relations with society guide the thinking of the author on the asset management of an extensive manner: the understanding of "the museum as a process" involves a dynamic of social interactions that go beyond the custody and preservation of objects. To better visualize the intersection of their formulations and theoretical dialogues with which we will follow the following analysis plan, which proposes four points of reflection on what the author defines as "museum fact", ie, " the deep relationship between man and object": (1) the "relationship" in itself, (2) the man who knows, (3) the object to be known , and ( 4) the museum.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/103357
Arquivos Descrição Formato
000913160.pdf (15.49Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.