Repositório Digital

A- A A+

Mapeamento dos diagnósticos e intervenções de enfermagem de uma unidade de terapia intensiva

.

Mapeamento dos diagnósticos e intervenções de enfermagem de uma unidade de terapia intensiva

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Mapeamento dos diagnósticos e intervenções de enfermagem de uma unidade de terapia intensiva
Autor Lucena, Amália de Fátima
Orientador Barros, Alba Lucia Botura Leite de
Data 2006
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal de São Paulo. Escola Paulista de Medicina. Programa de Pós-graduação em Enfermagem.
Assunto Diagnóstico de enfermagem
Processos de enfermagem
Sistemas de informação hospitalar
Unidades de terapia intensiva
[en] Hospital information systems
[en] Intensive care unit
[en] Nursing diagnosis
[en] Nursing Process/classification
Resumo Estudo descritivo transversal, retrospectivo, realizado no Centro de Terapia Intensiva (CTI) do Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA), para identificar os diagnósticos de enfermagem mais freqüentemente estabelecidos nessa unidade e os cuidados de enfermagem prescritos para eles, e compará-los com as intervenções propostas pela Classificação das Intervenções de Enfermagem (NIC). A amostra foi composta por informações da totalidade de internações de pacientes no CTI/HCPA num período de seis meses, no qual se identificaram os diagnósticos de enfermagem mais freqüentes e os cuidados de enfermagem prescritos para eles. Numa segunda etapa, a amostra se restringiu às informações referentes apenas às internações dos pacientes com os diagnósticos de enfermagem mais freqüentes no CTI/HCPA e seus respectivos cuidados de enfermagem prescritos. A análise dos dados ocorreu, inicialmente, pela estatística descritiva e, posteriormente, pelo mapeamento cruzado, utilizando-se de dez regras. A pesquisa foi aprovada pelos Comitês de Ética em Pesquisa das instituições envolvidas. Os resultados demonstraram 991 internações, referentes a 841 diferentes pacientes, 6.845 diagnósticos de enfermagem de 63 diferentes categorias, para os quais foram prescritos 39.947 cuidados de enfermagem. Os seis diagnósticos de enfermagem de maior freqüência de ocorrência foram: “Déficit no autocuidado: banho e ou higiene”, em 98,1% das internações; “Risco para infecção”, em 95,9% das internações; “Mobilidade física prejudicada”, em 59,3% das internações; “Padrão respiratório ineficaz”, em 49,8% das internações; “Incapacidade para manter respiração espontânea”, em 43,1% das internações e “Risco para prejuízo da integridade da pele”, em 40,7% das internações. A média de diagnósticos de enfermagem por internação foi de 6,9. O diagnóstico “Risco para infecção” teve 47 diferentes cuidados de enfermagem prescritos, mapeados em 28 diferentes intervenções da NIC, com similaridade em 44 (93,6%) casos. O diagnóstico “Déficit no autocuidado: banho e ou higiene” teve 34 diferentes cuidados de enfermagem prescritos, mapeados em 18 diferentes intervenções NIC, com similaridade em 100% dos casos. O diagnóstico “Padrão respiratório ineficaz” teve 49 cuidados de enfermagem prescritos, mapeados em 25 diferentes intervenções da NIC, com similaridade em 47 (96%) casos. O diagnóstico “Incapacidade para manter respiração espontânea” teve 24 diferentes cuidados de enfermagem prescritos, mapeados em 17 diferentes intervenções da NIC, com similaridade em 100% dos casos. O diagnóstico “Mobilidade física prejudicada” teve 37 diferentes cuidados de enfermagem prescritos, mapeados em 17 diferentes intervenções NIC, com similaridade em 36 (97,3%) casos. O diagnóstico “Risco para prejuízo da integridade da pele” teve 21 diferentes cuidados de enfermagem prescritos, mapeados em 14 intervenções NIC, com similaridade em 100% dos casos. No total, o mapeamento cruzado apontou similaridade em 97,2% dos casos. O maior número de cuidados prescritos foi mapeado nas intervenções prioritárias e sugeridas da NIC, localizadas, na maioria, no domínio fisiológico complexo. Concluiu-se que existe semelhança entre as prescrições de cuidados de enfermagem do CTI/HCPA e as intervenções propostas pela NIC para os diagnósticos de enfermagem estudados, além de se evidenciar um conjunto de intervenções mais comuns à prática clínica de enfermagem em terapia intensiva para esses diagnósticos.
Abstract A retrospective descriptive cross-sectional study carried out in the Intensive Care Unit (ICU) of Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA) to identify the most often occurring nursing diagnoses in that unit and the nursing care prescribed for them, and their comparison with the interventions proposed by the Nursing Interventions Classification (NIC). The sampling comprised information from all ICU/HCPAadmitted patients along six months, when the most frequently nursing diagnoses and the prescribed nursing care were identified. A second phase followed when the sampling was limited to information about patients admitted to ICU/HCPA with the most frequent nursing diagnoses and their prescribed nursing care. Data analysis was made through descriptive statistics at first and later through cross-mapping, when ten rules were used. The research was approved by the Research Ethics Committees from the involved agencies. Results showed 991 admissions referring to 841 different patients, 6,845 nursing diagnoses from 63 different categories, and 39,947 prescribed nursing care. The most often occurring nursing diagnoses were: “Bathing/Hygiene self-care deficit”, in 98.1% of the admissions; Risk for infection”, in 95.9% of the admissions; “Impaired physical mobility”, in 59.3% of the admissions; “Ineffective breathing pattern”, in 49.8% of the admissions; “Impaired spontaneous ventilation”, in 43.1% of the admissions, and “Risk for impaired skin integrity”, in 40.7% of the admissions. The admissions-nursing diagnoses means was 6.9. “Risk for infection” had 47 different nursing care prescribed, mapped in 28 different NIC interventions, with 44 (93.6%) similar cases. “Bathing/Hygiene self-care deficit” had 34 different prescribed nursing care mapped in 18 different NIC interventions, with similarity in 100% of the cases. “Ineffective breathing pattern” had 49 prescribed nursing care mapped in 25 different NIC interventions, with similarity in 47 (96%) cases. “Impaired spontaneous ventilation” had 24 different prescribed nursing care mapped in 17 different NIC interventions, with similarity in 100% of the cases. “Impaired physical mobility” had 37 different prescribed nursing care mapped in 17 different NIC interventions, with similarity in 36 (97.3%) cases. “Risk for impaired skin integrity” had 21 different prescribed nursing care mapped in 14 different NIC interventions, with similarity in 100% of the cases. As a whole, the cross-mapping showed similarity in 97.2% of the cases. The largest amount of prescribed care was mapped in the priority interventions and suggested by the NIC, most of them located in the complex physiological domain. It followed the conclusion that there was similarity between the ICU/HCPA prescribed nursing care, and the ones proposed by the NIC for the investigated nursing diagnoses, besides evidence of a most common interventions set for the nursing clinical practice in intensive care units for the referred diagnoses
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/10338
Arquivos Descrição Formato
000596845.pdf (3.865Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.