Repositório Digital

A- A A+

Impactos das preferências ambientais sobre os resultados dos métodos de análise conjunta de valoração ambiental : rating e ranking contingent

.

Impactos das preferências ambientais sobre os resultados dos métodos de análise conjunta de valoração ambiental : rating e ranking contingent

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Impactos das preferências ambientais sobre os resultados dos métodos de análise conjunta de valoração ambiental : rating e ranking contingent
Autor Benitez, Rogério Martin
Orientador Ribeiro, Eduardo Pontual
Data 2005
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Programa de Pós-Graduação em Economia.
Assunto Avaliação econômica
Economia ambiental
Meio ambiente
Metodologia
Recursos naturais
[en] Conjoint analysis methods
[en] Environmental economy
[en] Environmental valuation
[en] Ordered probit and logit models
Resumo Uma das grandes dificuldades na mensuração monetária dos bens e serviços naturais, ou ambientais, reside na valoração do não-uso dos mesmos. Enquanto que o valor de uso de um recurso ambiental pode ser obtido através do mercado, que revela as preferências do consumidor, o valor de não-uso somente pode ser apropriado através do uso de mercados hipotéticos. Dentre as técnicas utilizadas, o método de valoração contingente (CVM) é o mais tradicional mas na última década, diversos economistas têm se voltado para novas abordagens evoluídas das áreas de marketing e transportes. Esses métodos, classificados como de análise conjunta (conjoint analysis) que podem ser, ainda, subdivididos em rating contingent e ranking contingent, são o estudo desse trabalho. O objetivo principal foi comparar os resultados, obtidos por um mesmo conjunto de observações, para as principais estatísticas referentes a precisão dos métodos, quando sujeitas a várias formas funcionais de utilidade, distintos graus de preferência ambiental dos consumidores e diferentes métodos de estimação. Além disso, é apresentada uma síntese crítica dos métodos em análise e os procedimentos metodológicos para o desenvolvimento e aplicação dos mesmos. Para a realização dessa análise, primeiramente foram definidos coeficientes para as utilidades dos bens – ambiental, não ambiental e monetário. Posteriormente, fez-se uso da técnica de Monte Carlo para a simulação da situação/problema e, ao final, foram utilizados os modelos de variável dependente discreta (probit ou logit ordenados) para a estimação final dos parâmetros definidos ex-ante. Constatou-se que o uso do modelo logit ordered para a estimação dos verdadeiros parâmetros mostrou-se mais preciso para a estimação dos coeficientes do que o uso do probit ordenado. Dentre as técnicas em análise, o método de valoração denominado rating contingente apresentou melhores resultados do que o ranking. No que tange às formas funcionais da utilidade e preferências dos consumidores, não foi possível constatar uma relação entre a qualidade das estimativas e a forma funcional. Foi possível, ainda, verificar que os métodos rating e ranking contingente estão bem fundamentados na teoria microeconômica, contudo, verifica-se a dificuldade de se encontrar um valor econômico total a todas as situações que envolvem bens ambientais, pois existem dificuldades a serem vencidas, não especificas aos métodos de valoração mas comum à economia ambiental.
Abstract The difficulties in giving monetary values on natural services and goods comes from valuing the non-use of them. Although the use value of environmental resources can be appropriated from the market that indicates the consumer preferences, the non-use value can only be appropriated through the hypothetic market. The contingent valuation method (CVM) is the most traditional of the techniques in use, but in the last decade, some economists have directed themselves toward new approaches in the marketing and transport areas. The goal of this work are the methods classified as conjoint analysis, which may be separated into rating contingent and ranking contingent. The main objective is the analysis of the statistics to compare the precision of the methods when submitted to different utility function forms, distinct levels of environmental preferences and diverse estimation methods. It presents, also, a synthesis of the analyzed methods and the methodological procedure to the development and application of the methods. The execution of that work was defined ex-ante the coefficients for the utilities of the goods – being monetary, environmental and non-environmental. Later it was necessary the use of Monte Carlo Method to simulate the situation that was posteriorly solved – being the coefficients estimated - with the use of discrete dependent variable models – ordered probit and ordered logit. Ordered logit model showed to be the most precise in estimating real parameters than ordered probit. The rating contingent get the best results when compared to the ranking contingent. It was not possible to get a good relation between the goods estimates and the functional form of consumer preference. In closing, it was possible to verify that the rating and ranking contingent methods have basis in the microeconomic theory although the difficulties into getting the total economic value of ambiental sources was cleared, as the problems aren´t specified to the methods studied but are general to the environmental economy.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/10351
Arquivos Descrição Formato
000557381.pdf (640.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.