Repositório Digital

A- A A+

Dos limites da existência : o existencialismo em A Paixão Segundo G.H., de Clarice Lispector

.

Dos limites da existência : o existencialismo em A Paixão Segundo G.H., de Clarice Lispector

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Dos limites da existência : o existencialismo em A Paixão Segundo G.H., de Clarice Lispector
Autor Macedo, Éder Alves de
Orientador Sanseverino, Antônio Marcos Vieira
Data 2014
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Programa de Pós-Graduação em Letras.
Assunto Crítica literária
Existencialismo
Lispector, Clarice, 1925-1977. A paixão segundo G.H
Literatura brasileira : Romance
Literatura e Filosofia
Narrativa
Sartre, Jean-Paul, 1905-1980. L'être et le néant = O ser e o nada
[en] Brazilian literature
[en] Existentialism
[en] Literary criticism
Resumo Esta pesquisa, em um primeiro momento, pretende apreender o existencialismo como parte dos ideários integrantes das vicissitudes que marcaram a transição para a modernidade literária. A seguir, conceitos presentes na obra O Ser e o Nada: Ensaio de Ontologia Fenomenológica, do filósofo francês Jean-Paul Sartre, são relacionados a elementos constituintes da estrutura narrativa, a saber, o espaço, o tempo e o narrador. Com isso, os conceitos sartrianos de consciência, de Ser e de liberdade, uma vez inter-relacionados a esses elementos da estrutura narrativa, possibilitam a criação de ferramentas que melhor assinalam a relação dessa corrente filosófica com a obra de Clarice Lispector, A Paixão Segundo G. H. É nessa perspectiva que os conceitos de narrador, espaço e tempo à luz do existencialismo são utilizados a fim de que, sob uma ótica filosófica, novos leituras sobre o romance sejam possibilitadas.
Abstract This research aims at identifying points of connection between Existentialism and the Modern agenda using as a corpus of investigation the novel A Paixão Segundo G. H., by the Brazilian writer, Clarice Lispector. Concepts apprehended from Jean-Paul Sartre‟s Being and Nothingness: An Essay on Phenomenological Ontology are related to three aspects of the narrative structure, namely space, time and narration. The French philosopher‟s concepts respecting consciousness, being and freedom, when interrelated with Lispector‟s narrative structure, allow the creation of tools that emphasize this relation between philosophy and literature in the analyzed novel. We expect that this endeavor may open new possibilities of reading to that novel, in which narration, space and time can be examined in the light of Existential concepts.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/103882
Arquivos Descrição Formato
000922186.pdf (1.206Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.