Repositório Digital

A- A A+

"Posso morrer pelo meu time" : a construção social da rivalidade clubística entre Grêmio e Internacional e a sua relação com as violências no futebol

.

"Posso morrer pelo meu time" : a construção social da rivalidade clubística entre Grêmio e Internacional e a sua relação com as violências no futebol

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título "Posso morrer pelo meu time" : a construção social da rivalidade clubística entre Grêmio e Internacional e a sua relação com as violências no futebol
Autor Alves, Cristina Cordeiro
Orientador Santos, José Vicente Tavares dos
Data 2014
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Sociologia.
Assunto Clube de futebol
Futebol
Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense.
Identidade clubística
Rivalidade esportiva
Sociologia do esporte
Sport Club Internacional.
Torcedor
Violência nos esportes
[en] Fans
[en] Football
[en] Identity
[en] Rivalry
[en] Violence
Resumo A presente dissertação trata da construção da rivalidade clubística entre Grêmio e Internacional, aqui pensada como uma construção social, com o intuito de verificar a influência que ela tem no processo de identificação dos torcedores integrantes de torcidas organizadas formais e informais desses clubes e de entender como esses elementos se relacionam com as violências entre eles. O objetivo é relacionar a construção social da rivalidade clubística e as violências entre os torcedores, que é mediada por um processo de identificação. O que interessa é a importância que o aspecto da rivalidade possui neste processo, pois se pensa que a maneira como ela é construída acaba refletindo nas posturas de hostilidade com relação aos torcedores do outro clube. A perspectiva teórica adotada está calcada no pensamento de Norbert Elias, no que se refere a Sociologia Configuracional e a Sociologia dos Esportes, Claude Dubar e Stuart Hall e os conceitos de identidade, assim como Peter Berger e Thomaz Luckmann. A problematização está inserida a partir de uma Sociologia das Violências e das Conflitualidades, estudada por José Vicente Tavares dos Santos. O método utilizado foi da observação, realizada durante o Campeonato Brasileiro de 2010,2011 e parte de 2012, aliada a técnica da entrevista semi-estruturada com torcedores e torcedoras dos referidos clubes. Verificou-se que a imprensa possui um papel importante na construção da rivalidade Gre-Nal, principalmente porque ela contrapõe um estilo gaúcho a um estilo brasileiro de jogar futebol, exaltando assim os dois principais e referidos clubes do extremo sul do Brasil. Exaltar e rivalizar Grêmio e Internacional são aspectos fundamentais para estabelecer o futebol rio-grandense. Tal processo teve impacto na formação das identidades dos torcedores desses clubes, que historicamente se reconhecem como rivais. A tensão de se identificar pelo amor ao clube e pelo ódio ao outro acaba fortalecendo o elemento da rivalidade como um elo de ligação dos torcedores em estudo, dificultando o desenvolvimento da prática da negociação de conflitos entre as torcidas de Grêmio e Internacional e traduzindo os confrontos violentos como uma marca constitutiva dos espetáculos de futebol.
Abstract This dissertation addresses the construction of rivalry between Grêmio and International soccer clubes, conceived as a social construction, in order to verify its influence in the process of identifying the members of formal and informal organized soccer fan and to understand how these elements are related to the violence between them.The objective is to relate the social construction of rivalry with the violence among soccer fans, a relationship which is mediated by a process of identification. The importance of the rivalry aspect in this process is emphasized, as the way it is constructed reflects on the attitudes of hostility toward the soccer fan of another club.The theoretical approach adopted is grounded in the thought of Norbert Elias; regarding the Configurational Sociology and the Sociology of Sport, Claude Dubar and Stuart Hall; and, concerning the concepts of identity, Peter Berger and Thomas Luckmann. The problematization is inserted from a Sociology of Violence and Conflictualities, studied by José Vicente Tavares dos Santos.The method used in the field research was the observation, which was performed during the Brazilian Championship in 2010, 2011 and part of 2012, combined with the technique of semi-structured interviews with fans of these clubs. It was found that the press has an important role in the construction the ―Gre-Nal‖ rivalry, mainly because it opposes the ―gaucho‖ style of playing soccer to a Brazilian style, exalting these two main clubs in southern Brazil. The promotion of rivalries between Grêmio and Internacional soccer clubes are crucial to establish the soccer in the state of Rio Grande do Sul. This process had an impact in shaping the identities of the fans of these clubs, with historically see themselves as rivals. This tension to identify the love for they own club and the hate for the other, ends up strengthening the element of rivalry as a link among the fans studied, hindering the development of the practice of negotiating conflicts between fans of Grêmio and Internacional soccer teams, translating the violent clashes in a constitutive trait of football shows.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/103914
Arquivos Descrição Formato
000933502.pdf (1.434Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.