Repositório Digital

A- A A+

A greve da oficina de chumbo : o movimento de resistência dos trabalhadores da Empresa Jornalística Caldas Júnior (Porto Alegre, 1983-1984)

.

A greve da oficina de chumbo : o movimento de resistência dos trabalhadores da Empresa Jornalística Caldas Júnior (Porto Alegre, 1983-1984)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A greve da oficina de chumbo : o movimento de resistência dos trabalhadores da Empresa Jornalística Caldas Júnior (Porto Alegre, 1983-1984)
Autor Speranza, Clarice Gontarski
Orientador Schmidt, Benito Bisso
Data 2007
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em História.
Assunto Direito do trabalho
Empresa Jornalística Caldas Junior.
Greve
História do Rio Grande do Sul
História do trabalho
Movimentos sociais
Porto Alegre (RS)
Reestruturação produtiva
Sindicalismo
Trabalhadores
[en] Domination relations
[en] Labor laws
[en] New syndicalism
[en] Strikes
[en] Technological change
Resumo A dissertação enfoca o movimento grevista ocorrido na Empresa Jornalística Caldas Júnior, em Porto Alegre, entre fins de 1983 e início de 1984, motivado por atrasos salariais. A greve durou 56 dias e acabou por ser declarada legal pela Justiça do Trabalho, com base na lei 4.330, legislação à época apelidada de lei “antigreve” pelos dirigentes sindicais. O trabalho discute como este acontecimento se tornou possível, a partir do exame de suas características específicas, entre elas a união de três categorias de trabalhadores (jornalistas, gráficos e rodoviários), relacionando-o com a análise do contexto sindical da época, marcado pela emergência e institucionalização do chamado novo sindicalismo. A investigação busca examinar quatro questões centrais: a relação entre a mudança tecnológica verificada no setor gráfico e a mobilização grevista, a ruptura das relações de dominação de caráter paternalista no nível da produção, a articulação possível entre os três sindicatos envolvidos e a questão jurídica.
Abstract The present dissertation focus on the strike movement that took place at Caldas Júnior News Company, in Porto Alegre, between late 1983 and early 1984, motivated by belated wage payments. The strike lasted 56 days and it was declared to be legal by the Superior Labor Court, based on the law nº 4.330, legislation at that time known as “antistrike” law, name coined by the Union managers. This study discusses how this event was possible, from the examination of its specific characteristics, among them the union of three categories of workers (periodists, compositors, drivers), woven into the analysis of the trade union context at that period which was marked by the emergence and institutionalization of the “novo sindicalismo” (new syndicalism movement). The investigation examines four central questions: the relation among the technological change seen in the graphic sector and the mobilization of strikers, the rupture of the paternalism relations in the production level, the possible articulation among the three involved unions and the legal issues.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/10403
Arquivos Descrição Formato
000597863.pdf (13.40Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.