Repositório Digital

A- A A+

Caracterização e uso da flauta doce nas óperas de Reinhard Keiser (1674-1739)

.

Caracterização e uso da flauta doce nas óperas de Reinhard Keiser (1674-1739)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Caracterização e uso da flauta doce nas óperas de Reinhard Keiser (1674-1739)
Autor Carpena, Lucia Becker
Orientador Jank, Helena
Data 2007
Nível Doutorado
Instituição Universidade Estadual de Campinas. Instituto de Artes.
Assunto Flauta doce
Keiser, Reinhard, 1674-1739
Ópera
Ópera alemã
Ópera barroca
[en] Baroque opera
[en] German opera
[en] Recorder
[en] Reinhard Keiser
Resumo A tese trata da maneira como Reinhard Keiser (1674-1739) utilizou a flauta doce nas árias de suas óperas, e teve como objetivo principal ampliar o repertório orquestral e vocal com flauta doce. Para tanto, foram estudadas características da ópera no norte da Alemanha, a partir de suas origens, até o início das atividades do Theater am Gänsemarkt, em Hamburgo, onde Keiser trabalhou durante quase toda sua vida. Além disso, são apresentadas considerações a respeito do uso da flauta doce na música dramática dos séculos XVII e XVIII, de modo a compreenderem-se as especificidades propostas por Keiser. A bibliografia sobre o compositor, desde seus contemporâneos até a mais recente, é estudada com o objetivo de compreender o esquecimento e a reabilitação da produção de Keiser e sobretudo para conhecer quais características foram tradicionalmente atribuídas a ele. Por fim, apresenta-se uma discussão do uso da flauta doce nas árias de ópera de Keiser, comparando-as entre si e também com árias de outros compositores, com o intuito de caracterizar e contextualizar o emprego do instrumento, averiguando os procedimentos composicionais adotados. A análise dos dados levantados mostrou que Keiser manteve-se fiel a convenções tradicionais ao mesmo tempo em que as renovou, e ampliou princípios e procedimentos estabelecidos, acrescentando uma nova dimensão à flauta doce na música vocal e orquestral.
Abstract The thesis examines how Reinhard Keiser (1674-1739) used the recorder in the arias of his operas. The text presents some aspects of northern german baroque opera, from its origins until the activities in the Theater am Gänsemarkt (Hamburg), where Keiser worked almost his entire life. There are also some considerations about the use of the recorder in 17th and 18th century opera, in order to understand the specific solutions proposed by Keiser. The bibliography about the composer is analyzed from his contemporaries until the most recent authors, to understand the oblivion and the later rehabilitation of Keiser’s work, and, more especially, to know the specific characteristics assigned to him. At the end, the text discusses the use of the recorder in Keiser’s operas in order to characterize and contextualize it, verifying his composicional proceedings. The analysis shows that Keiser, though relying on traditional proceedings, renewed and extended them, giving a new place to the recorder in vocal and orchestral music.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/10571
Arquivos Descrição Formato
000592970.pdf (20.77Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.