Repositório Digital

A- A A+

Plantas nativas indesejáveis : suas conseqüências sobre a produção animal e métodos de controle

.

Plantas nativas indesejáveis : suas conseqüências sobre a produção animal e métodos de controle

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Plantas nativas indesejáveis : suas conseqüências sobre a produção animal e métodos de controle
Outro título Undesirable native plants : its consequences upon animal production and methods of control
Autor Crancio, Leonardo Araripe
Orientador Carvalho, Paulo Cesar de Faccio
Data 2005
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Agronomia. Programa de Pós-Graduação em Zootecnia.
Assunto Erva daninha : Controle
Espécie nativa
Pastagem nativa
Planta forrageira
Produção animal
Resumo A eficiência de diferentes métodos de controle de plantas indesejáveis já foi avaliada através de inúmeros estudos, porém, raramente inserem, neste contexto, o desempenho animal. Este trabalho tem como objetivo aportar conhecimento na referida área. Ele traz referências sobre o estado da arte no controle de plantas nativas indesejáveis, bem como de plantas tóxicas nativas do Rio Grande do Sul. O experimento foi conduzido com bovinos, numa pastagem natural na região da Serra do Sudeste (RS), de 15 de março a 8 de julho de 2003. Os tratamentos foram: testemunha (T); roçada de primavera (RP); roçada de outono (RO) e controle químico (Q), todos em duas ofertas de forragem, média (8%) e alta (14%). O delineamento utilizado foi de blocos completamente casualizados. Os tratamentos constituíram um esquema fatorial 4 x 2, com 2 repetições. Os parâmetros avaliados foram ganho médio diário (kg/an/dia), ganho de peso vivo por área (kg/ha) e taxa de acúmulo de forragem (kgMS/ha/dia). Submeteu-se os dados à análise de variância e teste F pelo pacote estatístico SAS (SAS, 2001). Ao detectar-se, entre os métodos de controle, diferenças ao nível de 10%, as médias foram comparadas pelo teste de Tukey, a 10 % de significância. Não houve interação entre níveis de oferta e métodos de controle. O tratamento 14 % apresentou menor perda de peso por hectare, não havendo diferença no ganho médio diário entre os níveis. Para os métodos de controle, não houve diferença entre as variáveis estudadas indicando que todos os métodos proporcionaram igual desempenho animal.
Abstract The efficience of different methods of control has been evaluated by numerous studies, however, animal performance is rarely included. Consequently, the purpose of this paper is to add knowledge in that area. This brings references about the state of the art in undesirable plants control, as well as toxic native plants from Rio Grande do Sul. The experimental part was carried in native pasture of Serra do Sudeste (RS) region, from march 15 to july 8, 2003. Treatments were: controling (T); spring clipping (P); autumn clipping (O) and chemical controling (Q), all using two herbage allowances, medium (8%) and high (14%). The parameters evaluated were individual animal performance (kg/an/day), liveweight gain per area (kg/ha) and herbage accumulation rate (kg DM/ha/day). SAS package was used for statistical analysis, using Tukey test at 10% significance. No interaction was detected between herbage allowance levels and methods of control. Concerning herbage allowance levels, the 14% treatment presented less of loss weight per hectare, with no differences in animal performance between herbage allowance. Concerning methods of control, no differences were detected indicating that all studied methods had the same performance when animal production is used as indicator.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/10672
Arquivos Descrição Formato
000599888.pdf (2.308Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.