Repositório Digital

A- A A+

Female gametophyte development in Adesmia latifolia (spreng.) Vog.( Leguminosae-Papilionoideae)

.

Female gametophyte development in Adesmia latifolia (spreng.) Vog.( Leguminosae-Papilionoideae)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Female gametophyte development in Adesmia latifolia (spreng.) Vog.( Leguminosae-Papilionoideae)
Outro título Desenvolvimento do gametófito feminino em Adesmia latifolia (Spreng.) Vog. (Leguminosae – Papilionoideae)
Autor Moço, Maria Cecília de Chiara
Mariath, Jorge Ernesto de Araujo
Abstract The female gametophyte has a monosporic origin and a Polygonum type development. The female gametophyte growth consumes a large part of the neighboring nucellar cells and, in the micropylar region, part of the nucellar epidermis and internal integument. The mature gametophyte is composed of only four cells due to the ephemeral characteristic of the antipodals. The synergids are pear-shaped cells with the formation of filiform apparatus. Their nuclei lie in the micropylar region and large vacuoles in the chalazal region, while the egg cell presents an opposite polarization. The central cell accumulates starch grains and the two polar nuclei approach the egg. Occasional development of two gametophytes was recorded. The closest to the micropyle develops fully, while the chalazal one remained in the tetranucleated stage. The embryological characters of A. latifolia are compared with those of other taxa within the Leguminosae, and the reproductive importance of multiple gametophyte formation for this species was discussed.
Resumo O desenvolvimento do gametófito feminino é do tipo monospórico Polygonum. Durante o crescimento, o gametófito consome grande parte das células nucelares vizinhas e, na região micropilar, parte da epiderme nucelar e tegumento interno. O gametófito feminino maduro é composto por cinco núcleos e quatro células, pois as antípodas são efêmeras. As sinérgides são piriformes com formação de aparelho fibrilar. Essas apresentam o núcleo na região micropilar e grande vacúolo na região calazal, enquanto que a oosfera apresenta polarização contrária. A célula média armazena grãos de amido e os núcleos polares se aproximam do aparelho oosférico. Em alguns casos registrou-se o desenvolvimento de dois gametófitos, sendo que o mais próximo da micrópila se desenvolve completamente, enquanto que o calazal permanece no estádio tetranucleado. Foram feitas comparações taxonômicas entre os caracteres embriológicos dentro da família Leguminosae e foi discutida a importância reprodutiva da formação de gametófitos múltiplos para a espécie.
Contido em Revista brasileira de botanica. São Paulo. Vol. 27, n. 2, (2004), p. 241-248
Assunto Embriologia vegetal
Taxonomia vegetal : Leguminosae
[en] Embryology
[en] Embryo sac
[en] Female gametophyte
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/107570
Arquivos Descrição Formato
000459547.pdf (147.8Kb) Texto completo (inglês) Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.