Repositório Digital

A- A A+

Mapas do acaso : as canções de Humberto Gessinger sob a ótica contemporânea

.

Mapas do acaso : as canções de Humberto Gessinger sob a ótica contemporânea

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Mapas do acaso : as canções de Humberto Gessinger sob a ótica contemporânea
Autor Franz, Jaqueline Pricila dos Reis
Orientador Tettamanzy, Ana Lúcia Liberato
Data 2007
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Programa de Pós-Graduação em Letras.
Assunto Canção popular urbana
Engenheiros do Hawaii.
Gessinger, Humberto
Letras de música
Literatura brasileira
Musica popular e literatura brasileira
Rock
Resumo Esse trabalho pretende contribuir com a análise dos aspectos da canção, no ambiente do rock brasileiro surgido na década de 80, mais especificamente através das composições de Humberto Gessinger que, juntamente com outros artistas, marcaram e colaboraram para a formação da mentalidade da geração desta década. Para isso, num primeiro momento, será discutida a forma de tratamento de suas canções, demonstrando que não são simplesmente poesia musicada, mas que, como demonstra principalmente Luiz Tatit, é um gênero à parte que deve ser tratado como tal; especificações como ritmo, instrumentos musicais utilizados, altura (ascendente ou descendente), registro e timbre vocal, intensidade (gradação), transposição, duração, andamento, acento, pausa e tensão (passionalização ou tematização) fazem parte desse gênero e são relevantes na medida em que auxiliam na apreensão de sentido da mensagem que o artista deseja transmitir e refletir através de sua obra. A seguir será apresentado um panorama sobre rock, em particular no Brasil, de forma a situar a posição de Humberto Gessinger no cenário musical dos anos 80, bem como sobre os aspectos culturais da contemporaneidade presentes em sua obra, tais como fragmentação do sujeito (eu múltiplo e solitário, interligado e superficial), crise de identidade, provisoriedade, descanonização, incertezas, descentralidade, colagens, cultura do consumo, compressão das noções de espaço e tempo, individualismo, hedonismo e estranhamento perante o mundo; serão tratadas ainda as relações de suas composições com a história brasileira desta década, demonstrando que o compositor pode ser considerado um cronista de seu tempo. Para tanto, serão tomadas como base as teorias sobre a contemporaneidade de Nilza Villaça, Zygmunt Bauman e Domício Proença Filho, entre outros pensadores. Sobre a questão do absurdismo da vida, a obra do filósofo Albert Camus. Além disso, será dada ênfase à temática do eu perante a cidade e suas problemáticas, segundo a concepção de, principalmente, Renato Cordeiro Gomes, Italo Calvino (através de sua obra ficcional) e Sandra Jatahy Pesavento. A escolha das composições foi realizada através desses temas, buscando músicas que trouxessem esses elementos. Através dessa pesquisa é comprovado que essas canções possuem um lirismo raramente encontrado no rock, e sua obra musical traz um retrato da sociedade brasileira das gerações de 80 e 90, em especial, da juventude, questionando sua identidade, suas referências, sua posição perante a metrópole e o quadro político-social mundial.
Abstract This research intends to contribute with the analysis of song aspects, in the Brazilian rock scene wich appeared in the 80's decade, more specially, the Humberto Gessinger's compositions, that with other artists, have marked and contributed to build this decade’s generation mentality. In order to do so, as a first moment, the treatment form of his songs will be discussed, demonstrating that they are not simply poem with musical melody, but as Luiz Tatit states, they are a singular literary kind a part and must be treated as such; specifications as rhythm, musical instruments used, height (ascending or descending), register and vocal timbre, intensity (gradation), transposition, duration, course, accent, pause and tension (passionalization or thematization) are part of this kind and are relevant as help on comprehending the sense of the message artist wills to transmit and reflect through his work. In addition to this, a panorama on rock will be presented, particular in Brazil, to point out Humberto Gessinger's position in the musical scene of the 80's, as well as to show the current cultural aspects of contemporaneousness seen on his musical work, such as individual fragmentation (the “I” multiple and solitary, linked and superficial), identity crisis, provisority, descanonization, uncertainties, decentralization, brickworks, consumption culture, compression of space and time perception, individualism, hedonism and weirdnesses to the world; will be also pointed the relationship between his compositions, the brazilian history of this decade, demonstrating that this composer can be considered a cronist of his time. For that, the theories of Nilza Villaça, Zygmunt Bauman and Domício Proença Filho will be taken as base, among others thinkers. On the life absurdism theme, the philosopher Albert Camus books will be used. Moreover, “the subject ahead the city and its problematics” theme will be emphazised, according to conception of, specially, Renato Cordeiro Gomes, Italo Calvino (through his fiction work) and Sandra Jatahy Pesavento. The songs were chosen based on these subjects, having searched for songs that brought these elements. Through this analysis is proven that these songs have a rare lyricism found in the rock and his musical work brings the picture of the Brazilian society of the 80's and 90's generations, specially, of youth, questioning it's identity, it's references, it's position to the metropolis and ahead the worldwide social-political picture.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/10784
Arquivos Descrição Formato
000601070.pdf (785.2Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.