Repositório Digital

A- A A+

Qualidade de vida em pacientes com dor torácica não cardíaca antes e após tratamento do refluxo gastresofágico ácido com lansoprazol

.

Qualidade de vida em pacientes com dor torácica não cardíaca antes e após tratamento do refluxo gastresofágico ácido com lansoprazol

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Qualidade de vida em pacientes com dor torácica não cardíaca antes e após tratamento do refluxo gastresofágico ácido com lansoprazol
Outro título Quality of life in patients with noncardiac chest pain after drge treatment
Autor Gruber, Antonio Carlos
Orientador Barros, Sergio Gabriel Silva de
Co-orientador Polanczyk, Carisi Anne
Data 2002
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Ciências em Gastroenterologia (até jan. 2011).
Assunto Dor no peito
lansoprazol
Qualidade de vida
Refluxo gastroesofágico
Resumo Introdução: dor torácica aguda geralmente está relacionado à doença isquêmica do miocárdio, levando um grande número de indivíduos sintomáticos a extensa investigação. A doença cardiovascular está presente em até 50% destes pacientes. Baixa qualidade de vida tem sido detectada nesses indivíduos que têm níveis de absentismo, aumentando a utilização dos sistemas de saúde e uma incerteza contínua em relação a possível doença arterial coronariana subjacente. Doenças esofágicas são comuns neste cenário, principalmente, a doença do refluxo gastroesofágico (DRGE). Objetivo: estudar a qualidade de vida antes e após o tratamento farmacológico do refluxo gastroesofágico com lansoprazol, em pacientes com dor torácica não cardíaca. Pacientes e Métodos: Indivíduos com dor torácica não cardíaca e refluxo gastroesofágico foram submetidos a manometria esofágica, pHmetria24h, questionário de qualidade de vida SF-36 genérico e um específico (QEDTNC-DRGE), antes e depois de ser distribuídos por dois grupos diferentes : lansoprazol 30 mg / dia (Grupo 1) e 60 mg / dia (Grupo 2). Resultados: Entre os 14 indivíduos, 12 (86%) tiveram o seu refluxo abolido após o tratamento. Os escores médios do Questionário SF-36 após lansoprazol 60 mg / dia (Grupo 2) foram significativos para dor corporal (p = 0,04), vitalidade (p = 0,03). Não houve melhora destes domínios com lansoprazol 30 mg / dia. Questionário específico doença QEDTNC-GERD também foi estatisticamente significativo após lansoprazol 60 mg / dia, mas não depois de lansoprazol 30 mg / dia. Os dois questionários tiveram excelente correlação (coeficiente de Spearman r2 = 0,97). Conclusões: 1. refluxo gastroesofágico foi abolido tanto com lansoprazol 30 ou 60 mg / dia; 2. A qualidade de vida medida pelo questionário SF-36 melhorou significativamente nos domínios "dor corporal" e "vitalidade",com lansoprazol 60 mg, mas não com 30 mg / dia; 3. O questionário específico QEDTNC-GERD teve excelente correlação com o questionário genérico SF-36; 4. O escore médio do QEDTNC-GERD melhorou significativamente após lansoprazol 60 mg/dia, mas não depois de 30 mg / dia.
Abstract Introduction: Acute thoracic pain is usually related to ischemic myocardial disease, leading a high number of symptomatic individuals to extensive investigation. Cardiovascular disease is present in up to 50% of them. Low quality of life has been detected in these individuals that have levels of absenteeism, increasing utilization of health systems and an ongoing uncertainty regarding possible underlying coronary artery disease. Esophageal diseases are common in this setting, mainly gastroesophageal reflux disease(GERD). Objective: to study quality of life before and after the pharmacological treatment of gastroesophageal reflux with lansoprazol, in patients with non-cardiac chest pain. Patients and Methods: Individuals with non-cardiac chest pain and gastroesophageal reflux were submitted to esophageal manometry, 24h pHmetry, SF-36 generic and a disease specific (QEDTNC-GERD) quality of life questionnaire, before and after being allocated to two different groups: lansoprazol 30 mg/day (Group 1) and 60 mg/day (Group 2). Results: Among 14 subjects, 12 (86%) had their reflux abolished after treatment. SF-36 questionnaire mean scores after 60 mg/day (Group 2) were significant for bodily pain (p=0.04), vitality (p=0.03) and repeated health transition (p=0.04) domains but not after 30 mg/day. QEDTNC-GERD disease specific questionnaire also was statistically significant after 60 mg/day but not after 30 mg/day. The two questionnaire had excellent correlation (Spearman’s coefficient r2 = 0.97). Conclusions: 1. Gastroesophageal reflux was abolished by either 30 or 60 mg lansoprazol/day; 2. Quality of life measured by the SF-36 questionnaire improved significantly in “bodily pain”, “vitality” and “repeated health transition” domains after 60 mg but not 30 mg/day; 3. The QEDTNC-GERD disease specific questionnaire had excellent correlation to the SF-36 generic questionnaire; 4. QEWDTNC-GERD mean score improved significantly after 60 mg but not after 30 mg/day lansoprazol.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/108323
Arquivos Descrição Formato
000947809.pdf (310.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.