Repositório Digital

A- A A+

As transformações socioeconômicas e ambientais do cultivo de eucalipto e acácia negra no município de Arroio dos Ratos – RS

.

As transformações socioeconômicas e ambientais do cultivo de eucalipto e acácia negra no município de Arroio dos Ratos – RS

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título As transformações socioeconômicas e ambientais do cultivo de eucalipto e acácia negra no município de Arroio dos Ratos – RS
Autor Lima, Letícia de
Orientador Silva, Leonardo Xavier da
Co-orientador Dal Forno, Marlise Amália Reinehr
Data 2014
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Rural.
Assunto Agricultura familiar
Arroio dos Ratos (RS)
Desenvolvimento rural
Eucalipto
Silvicultura
[en] Forestry
[en] History
[en] New institutional theory
Resumo A silvicultura é uma atividade que historicamente se fez presente no município de Arroio dos Ratos- RS durante a produção carbonífera. Principalmente nos primeiros anos do séc. XX, o esgotamento das reservas naturais de madeira condicionou a companhia que explorava carvão, a destinar áreas de terra para o plantio de Eucalipto para reposição da madeira utilizada na produção de dormentes e escoras das minas de carvão. O desenvolvimento dos plantios de Eucalipto e Acácia Negra em grande escala surgiram de acordo com uma demanda necessária para atender o mercado consumidor com a produção de madeira em tora para produção de celulose e papel. Inicialmente entre as décadas de 1970 e 1980 aparecem os primeiros cultivos consorciados com a produção da melancia, carro chefe na produção agrícola local. No entanto, o que se tem percebido frente à realidade local é o aumento considerável de propriedades que desenvolviam atividades tradicionais no município e que expandiram áreas dedicadas à Silvicultura. A partir da abordagem da Nova Economia Institucional de Douglas North baseado no estudo das instituições, a presente pesquisa através de um estudo de campo busca compreender quais foram as principais transformações socioeconômicas e ambientais dos cultivos de Eucalipto e Acácia Negra no município de Arroio dos Ratos-RS. O desenvolvimento da Silvicultura é resultante de uma demanda exógena estimulada pela proximidade geográfica da localidade em relação às empresas que compram a produção de madeira visando atender o mercado consumidor nacional e internacional. Sendo assim, a vantagem econômica oferecida ao pecuarista e ao produtor com a ampliação de áreas dedicadas aos plantios, tem propiciado concentração de renda, mudanças na paisagem sem visibilidade e expressão para a constituição do bem-estar social local.
Abstract Forestry is an activity that historically has been present in the municipality of Arroio dos Ratos- RS during coal production. Especially in the early years of the Century 20th, the depletion of natural resources conditioned the wood coal company that operated to allocate areas of land for planting Eucalyptus for replacement of the wood used in the production of sleepers and supports from the coal mines. The development of plantations of Eucalyptus and Wattle large scale emerged according to a necessary demand to meet the consumer market with the production of round wood for pulp and paper. Initially, between the 1970's and 1980's, appear the first intercropping with watermelon production, flagship in the local agricultural production. However, what has been seen outside the local reality is the considerable increase of properties that developed traditional activities in the city and expanded areas dedicated to forestry. From the New Institutional Economics of North Douglas approach based on the study of institutions, this research through a field study seeks to understand what were the main socio-economic and environmental transformations that crops of Eucalyptus and Wattle in the municipality of Arroio dos Ratos- RS. Development of Forestry is the result of an exogenous demand stimulated by the geographical proximity of the location in relation to companies that buy wood production in order to meet national and international consumer market. Therefore, the economic advantage offered to the farmer and producer, with the expansion of areas devoted to plantations, has allowed concentration of income, changes in the landscape and no visibility expression for the formation of local social welfare.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/109254
Arquivos Descrição Formato
000944437.pdf (2.690Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.