Repositório Digital

A- A A+

Lygia Bojunga e a trilogia do livro : processo criativo e relações com o leitor

.

Lygia Bojunga e a trilogia do livro : processo criativo e relações com o leitor

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Lygia Bojunga e a trilogia do livro : processo criativo e relações com o leitor
Autor Yurgel, Patricia
Orientador Mello, Ana Maria Lisboa de
Data 2007
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Programa de Pós-Graduação em Letras.
Assunto Critica e interpretacao
Leitores
Literatura brasileira
Literatura infanto-juvenil
Nunes, Lygia Bojunga 1932-.
Processo criativo
Resumo Este trabalho procura dissertar a respeito da maneira como o processo criativo de Lygia Bojunga, autora gaúcha de livros infanto-juvenis reconhecida e premiada internacionalmente, é exposto ao leitor, peça-chave em sua obra. A partir da abertura desse processo ao público ocorre uma interação efetiva com o leitor, ampliando as relações deste com a autora. Transformar o leitor em alguém que acompanha de perto a autoria, de modo a tornar-se quase que co-autor, é um dos pressupostos da trilogia do livro da autora - composta por Livro - um encontro, Fazendo Ana Paz e Paisagem. Isso também pode ser constatado nas obras publicadas por sua editora, Casa Lygia Bojunga, mais especificamente nos prefácios/posfácios “Pra você que me lê” das obras Tchau, O Meu Amigo Pintor e Feito à Mão, assim como na obra Retratos de Carolina. Tais textos são representativos do que pretendemos demonstrar: a relação íntima entre autora e leitor e a tentativa bem sucedida de desmistificar o papel do autor como alguém genial e inatingível. Lygia Bojunga descompõe essa imagem e constrói um novo modelo de relacionamento com o público leitor. A conquista desse público foi desenvolvida em aproximadamente 35 anos de história como escritora, trajetória iniciada em 1972 com Os colegas. Desde então, Lygia Bojunga tem se destacado na literatura infanto-juvenil, construindo uma obra tão plurissignificativa que ultrapassa as fronteiras do infanto-juvenil e atinge públicos diversos. Inclassificável, não sujeita a rótulos, a autora constrói uma literatura cativante, elo de comunicação com o leitor, única em seu modo de lidar com os temas escolhidos (também diversos) e com seu fiel público. Participar do processo criativo da autora é uma experiência gratificante, e tal participação é realizada da maneira mais simples e completa: através da leitura.
Abstract This essay is aimed at discussing the means by which the creative process of Lygia Bojunga, who is internationally renowned for her books for children and young readers, is exposed to the reader, who is a key element in her work. The unveiling of the process to her readership leads to an effective interaction with readers, intensifying their relations with the author. Turning the reader into a close follower of her authorial process, almost becoming a co-author, is one of the prerequisites for her book trilogy - made up of Livro - um encontro (Book – an encounter), Fazendo Ana Paz (The Making of Ana Paz) and Paisagem (Landscape). It is also observable in the books published by her own publishing house, named Casa Lygia Bojunga, more specifically in the foreword/afterword Pra você que me lê (For you, my reader) to the works Tchau (Ciao), O Meu Amigo Pintor (My Friend The Painter) and Feito à Mão (Handmade), as well as Retratos de Carolina (Portraits of Carolina). These books are representative of what is being argued for in this essay: the close relationship between author and reader and the successful attempt at demystifying the role of the writer as a sacred genius. Lygia Bojunga undermines this image and presents a new model of interaction with her readership. Ever since the beginning of Lygia Bojunga’s career as a writer 35 years ago, with the book Os colegas (The companions) published in 1972, she has been captivating readers and standing out in children’s and youth literature, developing a rich work which crosses limits and reaches other readerships. With a work that lies beyond labels, she writes a fascinating literature, establishing a communication link with the reader and adopting a unique approach to the (diverse) themes and to her faithful readership. Participating in her creative process is a gratifying experience that one enjoys in its simplest, most complete form through reading.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/10977
Arquivos Descrição Formato
000601598.pdf (552.2Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.