Repositório Digital

A- A A+

Metodologias aplicadas por professores de biologia na EJA : em busca da emancipação

.

Metodologias aplicadas por professores de biologia na EJA : em busca da emancipação

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Metodologias aplicadas por professores de biologia na EJA : em busca da emancipação
Autor Monteiro, Bernard Martins
Orientador Comerlato, Denise Maria
Data 2014
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Curso de Ciências Biológicas: Licenciatura.
Assunto Educação de jovens e adultos
Ensino de biologia
Resumo A Educação de Jovens e Adultos (EJA) se destina a atender sujeitos jovens, adultos e idosos – acima de 15 anos que não concluíram o ensino fundamental e acima de 18 que não concluíram o ensino médio - a fim de reparar o direito à escolaridade que lhes foi negado na chamada “idade própria”. Essas pessoas são, em geral, advindas das classes populares e por isso demandam um posicionamento político-pedagógico do professor e das instituições públicas que a ofertam, uma vez que a educação está diretamente relacionada à formação do cidadão, vinculada às práticas políticas e consequente processo emancipatório. Este trabalho buscou analisar a metodologia utilizada por professores de biologia de três instituições, que atendem ao público da EJA, com o objetivo de tentar reconhecer nestes, princípios da educação popular. Com base na pesquisa qualitativa (MINAYO, 2010), tal análise se deu sobre os dados construídos em observação das aulas e em entrevistas semiestruturadas com os professores e alunos das três instituições, estando alicerçada em três princípios elencados como pilares da educação popular a partir de Brandão (2009): a intencionalidade da proposta pedagógica; a participação efetiva dos envolvidos no processo educativo e a cultura popular que é o movimento das classes populares transformando seu meio a fim de tentar torna-lo melhor para se viver. Analisar a metodologia dos professores foi fundamental, porque é através dela que se percebem os objetivos dos docentes para com seu público, ou seja, através da metodologia eu pude verificar a presença e o grau daqueles três pilares da educação popular; tudo isso é possível porque a metodologia consiste na aliança entre teoria e prática, então, através da prática dos professores podemos fazer inferências sobre sua base teórica. Através das metodologias dos professores pude inferir que as três instituições apresentam aproximações e afastamentos em relação aos três pilares da educação popular em diferentes graus. Autores como Brandão (2009), Freire (1970), Boaventura dos Santos (1996), entre outros, colaboraram para a construção de uma base teórica que tenta compreender a educação como um ato político. Nesse sentido, muitas terminologias foram sendo acolhidas: educação emancipatória, educação dialógica, educação cidadã, etc. Independentemente da terminologia, porém, todas têm um objetivo em comum: ajudar as classes populares na luta por uma sociedade mais justa, equânime e solidária; portanto todas essas terminologias podem ser vistas como sinônimas de educação popular porque todas elas compartilham com esta o mesmo ideal de libertação dos oprimidos. Professores da EJA que tenham os princípios da educação popular como base sólida e edifiquem suas práticas a partir desta base, estão adotando uma metodologia emancipatória, ou seja, a metodologia pretendida pela educação popular. As três instituições têm potencial de atender seu público na perspectiva de educação popular, mas para isso elas precisam assumir essa perspectiva como base e agir criticamente sobre suas práticas adequando-as ao processo pedagógico de emancipação.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/109927
Arquivos Descrição Formato
000948657.pdf (644.1Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.