Repositório Digital

A- A A+

Determinação da molhabilidade de materiais particulados na indústria alimentícia

.

Determinação da molhabilidade de materiais particulados na indústria alimentícia

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Determinação da molhabilidade de materiais particulados na indústria alimentícia
Autor Mattos, Ágatha Carolina Henningen de
Orientador Cardozo, Nilo Sérgio Medeiros
Co-orientador Englert, Alexandre Hahn
Data 2012
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Curso de Engenharia Química.
Assunto Engenharia química
Resumo A molhabilidade é uma propriedade muito importante no processamento de alimentos e determinante na qualidade de produtos instantâneos. Na literatura são encontrados diversos trabalhos nos quais esta propriedade é medida por diferentes métodos para diferentes tipos de alimentos. No entanto, na busca realizada na etapa inicial do presente trabalho, não foi possível encontrar um trabalho completo de revisão sobre estes métodos ou que contivesse informação consistente e definitiva sobre o potencial e a adequação de cada um deles. Este fato torna-se mais crítico quando se leva em conta os seguintes aspectos: os parâmetros usados como indicativos de molhabilidade variam de um método para outro, muitos dos resultados reportados na literatura usando os diferentes métodos não apresentam informação sobre o erro de medida da técnica usada ou dados de réplicas de experimentos. Assim, no presente trabalho foram revisados os métodos para determinação da molhabilidade para sistemas particulados em geral, assim como foi realizada uma revisão bibliográfica e discussão crítica das metodologias já utilizadas para determinação desta propriedade em alimentos. Foram relatados estudos para alimentos utilizando molhamento por espalhamento, por ascensão capilar e por imersão. Os valores médios de desvio-padrão relativo (i.e. precisão) encontrados para os métodos da gota séssil, Washburn e teste de molhamento estático foram de 5,5 %, 4,4 % e 11,4%, respectivamente. Os dados reportados na literatura indicam que os métodos da gota séssil e de Washburn apresentam maior reprodutibilidade, mas mais limitações de aplicação quando comparados ao teste de molhamento estático.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/110100
Arquivos Descrição Formato
000951716.pdf (1.629Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.