Repositório Digital

A- A A+

O engajamento com marcas em mídias móveis: um estudo das agências do aplicativo Delegates da Heineken

.

O engajamento com marcas em mídias móveis: um estudo das agências do aplicativo Delegates da Heineken

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O engajamento com marcas em mídias móveis: um estudo das agências do aplicativo Delegates da Heineken
Autor Ribeiro, Carlos Augusto
Orientador Primo, Alex Fernando Teixeira
Co-orientador Araújo, Willian Fernandes
Data 2014
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação. Curso de Comunicação Social: Habilitação em Relações Públicas.
Assunto Comunicação digital
Tecnologia móvel
[en] Applications
[en] Delegates
[en] Engagement
[en] Heineken
[en] Mobile media
Resumo O presente trabalho tem como objetivo compreender como os aplicativos são usados por marcas em mídias móveis para promover o relacionamento com seus públicos. Busca-se através disso descobrir de que maneira esse tipo de tecnologia possibilita formas de engajamento no mundo offline. Para isso, utiliza-se como objeto de estudo o aplicativo Delegates, desenvolvido para a empresa Heineken, através do qual os usuários avaliam os estabelecimentos parceiros da marca em troca de prêmios exclusivos. Para o embasamento da análise, foram utilizados os conceitos teórico-metodológicos da Teoria Ator-Rede (TAR), a fim de estudar as associações entre o homem e os objetos técnicos como partes atuantes no processo comunicativo. A seguir, também se realiza um levantamento sobre mídias locativas, aplicativos e como essas tecnologias reconfiguram as noções de espaço. A metodologia qualitativa de inspiração etnográfica se dá primeiramente através da descrição das agências do objeto técnico com base em conceitos da TAR. Em seguida, realizam-se entrevistas semi-estruturadas com quatro usuários do Delegates em um dos bares participantes da promoção. Com isso, foi possível verificar que a função de encontrar os bares é delegada ao aplicativo, que estimula os usuários através de recompensas simbólicas e materiais. Observou-se também que o aplicativo ampliou a percepção destes usuários em relação à apresentação da marca nos pontos de venda.
Abstract The objective of this paper is to understand how applications are used by brands in mobile media to promote the networking with their public. The research will show how this kind of technology allows forms of engagement in the offline world. To do this, the application Delegates is used as the object of the study. Developed by the Heineken Company, it allows the users to evaluate the partner establishments in exchange for exclusive awards. To base this analysis, the theoretical-methodological concepts from Actor-Networking Theory were used for the purpose of understanding the associations between the human and the technical objects as active parts of the communicational process. Hereafter, an investigation is accomplished about locative media, applications and how these technologies reconfigure the notion of space. The qualitative methodology of ethnographic inspiration firstly occurs through the description of the technical object agency based on ANT’s concepts. Next, interviews with four users of Delegates are carried out at one of the bars which participate in the promotion. That is how it was possible to verify that the function of finding bars is delegated to the application, which stimulates these users through symbolic and materials rewards. What was also observed was that the application improved the user’s perception of the brand’s presentation in the points of sale.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/110205
Arquivos Descrição Formato
000952562.pdf (1.580Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.