Repositório Digital

A- A A+

Repensando um programa de demissões voluntárias : proposta de um modelo de redução de quadro, baseado na identificação precoce e no desenvolvimento de talentos

.

Repensando um programa de demissões voluntárias : proposta de um modelo de redução de quadro, baseado na identificação precoce e no desenvolvimento de talentos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Repensando um programa de demissões voluntárias : proposta de um modelo de redução de quadro, baseado na identificação precoce e no desenvolvimento de talentos
Autor Costa, Silvia Generali da
Orientador Mazzilli, Claudio Pinho
Santos, Francisco de Araújo
Data 2001
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Programa de Pós-Graduação em Administração.
Assunto Demissão
Emprego
Empresa pública
Empresarios
Motivação
Resumo Em meados da década de 90, frente à crise econômica do País, foram implementados os Programas de Demissão Voluntária (PVD) na maioria dos órgãos e empresas públicas. Este estudo busca um modelo alternativo de redução de quadro de pessoal que priorize o investimento permanente em desenvolvimento humano e minimize o impacto social de uma demissão coletiva. Utilizando metodologia qualitativa, com estudo de múltiplos casos, pesquisouse uma amostra não probabilística entre os participantes do PDV do Banco do Estado do Rio Grande do Sul no ano de 1995. A pesquisa - descritiva, prescritiva, não-experimental - teve seus resultados trabalhados através do método de análise de conteúdo (entrevistas) e levantamento quantitativo e qualitativo (teste). Os resultados indicam estados de sofrimento psíquico entre os que não optaram pelo PVD e desemprego ou falência entre os participantes do Programa. Constatou-se que a estrutura e a cultura burocráticas disfuncionais do Banco acolheram e reforçaram comportamentos de dependência, imaturidade e fraco conhecimento de si, incompatíveis com as demandas atuais do mercado de trabalho e com as possibilidades mais amplas de identificação e desenvolvimento de potenciais. Ao mesmo tempo, geraram situações de desconforto e sofrimento no trabalho, compensadas apenas pela oportunidade de relacionamento interpessoal satisfatório. Os achados do estudo levaram à proposição de um modelo proativo de redução de quadro de pessoal que leva em consideração o impacto social e a orientação do público-alvo, preparando-os precocemente para exercer múltiplos papéis e funções num mercado de trabalho cada vez mais exigente. Foram propostas, também, questões para novas pesquisas, enfocando a comparação dos indicadores de qualidade de vida no trabalho, da gestão eficaz do capital intelectual e dos resultados financeiros entre empresas com diferentes níveis de burocratização.
Abstract In the 90’s, as a consequence of the economic crisis in Brazil, the majority of the public sector implemented the Voluntary Retirement Program (PDV). The present study intends to propose an alternative model of reducing the number of personnel in the public sector, with simultaneous emphasis on a permanent investment in human development, minimizing any negative social impact of collective voluntary retirement. Using a qualitative methodology, with the study of multiple cases, a non probabilistic sample was chosen among employees of the Bank of the State of Rio Grande do Sul, in which PDV program was put into effect in 1995. The study – which was descriptive, prescriptive and non experimental - used the known method of “content analysis” (Bardin), complemented by some quantitative and qualitative surveys. The several methodologies revealed psychic suffering among all employees who did not participate in the PDV, and unemployment and bankruptcy among those who made the option for voluntary retirement. It also appears that the dysfunctional bureaucratic structure and culture, existing in the Bank, promoted and reinforced dependency, immaturity and poor self knowledge, behaviors that are incompatible with current demands of the job market. It prevented also better possibilities for selfidentity and for self-development of individual potentials among the bank employees. Moreover, it created uneasiness and suffering in the work place, which was only compensated by the opportunity of a satisfactory interpersonal relationship. The findings of this study led us to the proposal of a proactive model of reduction of personnel in the public sector which takes in consideration the social impact and the orientation of the target population. This model aims at preparing the employee in an early stage to perform multiple roles and functions in a growing demanding job market. Also, we formulated new questions on future research focused on the indicators of quality of life in the work environment, on the efficient methods of developing human capital and looking for better results in the public sector.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/11102
Arquivos Descrição Formato
000308446.pdf (1.160Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.