Repositório Digital

A- A A+

Um itinerário, muitas memórias : a cópia da carta do Prof. Otto Alcides Ohlweiler na Coleção CEUE

.

Um itinerário, muitas memórias : a cópia da carta do Prof. Otto Alcides Ohlweiler na Coleção CEUE

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Um itinerário, muitas memórias : a cópia da carta do Prof. Otto Alcides Ohlweiler na Coleção CEUE
Autor Souza, Cidara Loguercio
Orientador Faria, Ana Carolina Gelmini de
Data 2014
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação. Curso de Museologia: Bacharelado.
Assunto Ditadura militar
Memória institucional
Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
[es] Dictadura civil-militar
[es] Investigación museológica
[es] Memoria
[es] Museología
[es] Represión política en la UFRGS
Resumo Estudo de caso acerca de um documento da Coleção CEUE do Museu da UFRGS. Trata-se de uma cópia da carta que Otto Alcides Ohlweiler dirigiu ao Reitor da UFRGS em 1984. Como resposta à decisão do Conselho Universitário de outorgar-lhe o título de Professor Emérito, o autor solicitou o adiamento sine die de seu recebimento, por entender que a UFRGS não fizera autocrítica acerca da repressão política aos seus membros em 1964 e anos seguintes. A trajetória da pesquisa museológica, inerente à gestão de acervos, explora a musealidade do objeto através da interpretação de informações intrínsecas e extrínsecas. A coleta de dados inclui o levantamento de fontes documentais e a realização de entrevistas semiestruturadas. A análise qualitativa dos documentos e das considerações dos colaboradores, busca, ao investigar o itinerário do item, identificar significados e valores que legitimem sua musealização.
Resumen Estudio de caso sobre un documento de la Colección CEUE del Museo de la UFRGS. Ésta es una copia de la carta que Otto Alcides Ohlweiler dirigió al Rector de la UFRGS en 1984. En respuesta a la decisión del Consejo Universitario de concederle el título de Profesor Emérito, el autor solicitó el aplazamiento sine die de su recepción, por entender que la UFRGS no había hecho autocrítica sobre la represión política a sus miembros en 1964 y años siguientes. La trayectoria de la investigación museológica, inherente a la gestión de colecciones, explora la musealidad del objeto a través de la interpretación de la información intrínseca y extrínseca. La recolección de datos incluye un estudio de las fuentes documentales y la realización de entrevistas semi-estructuradas. El análisis cualitativo de los documentos y de las consideraciones de los empleados, busca, al investigar el desarrollo de la cuestión, identificar los significados y valores que legitimen su musealización.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/111870
Arquivos Descrição Formato
000953204.pdf (4.088Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.