Repositório Digital

A- A A+

Produções de casamento contemporâneas : educação, cultura e gênero

.

Produções de casamento contemporâneas : educação, cultura e gênero

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Produções de casamento contemporâneas : educação, cultura e gênero
Autor Fernandes, Leticia Prezzi
Orientador Santos, Luís Henrique Sacchi dos
Data 2014
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.
Assunto Casamento
Currículo
Gênero
Sujeito
[en] Culture
[en] Curriculum
[en] Gender
[en] Subject-bride
Resumo Esta tese trata de como e o que uma revista voltada para noivas ensina sobre casamento. Fundamentada nos aportes dos Estudos de Gênero e Culturais em aproximação com o Pós-Estruturalismo, analisei um conjunto de 14 revistas da Inesquecível Casamento-RS (IC-RS), publicadas entre 2005 e 2012, mapeando as coisas ditas e veiculadas em suas matérias e propagandas. Entendo que a produção desse sujeito-noiva é parte de um currículo de formação de feminilidade na contemporaneidade. Assim, para formar uma noiva é necessário passar por um longo currículo em que se ensina a ser bela (mesmo que não seja assim considerada), sentir-se o centro da cena do casamento, dedicar-se aos outros e à produção de casamento, a entender a importância da data, a contratar bons profissionais, a ver o casamento como ápice da vida a dois, a entender do que é feito um casamento, a personalizar a produção e, ao mesmo tempo, respeitar e seguir tradições. Foi possível constatar que há um grande investimento em significar o casamento de determinadas formas, sobretudo ligadas ao consumo e à espetacularização do eu. Entendo que os ensinamentos da revista são muito persuasivos, uma vez que instituem o casamento como o grande sonho da vida de uma mulher e para o qual ela deve trabalhar arduamente. Esse trabalho envolve contratos com prestadores de serviços, escolher e definir o projeto de casamento e entender a importância deste momento em sua vida. Assim, mais do que um dia romântico e de expressão do amor, este é um grande momento de consumo. A constituição do sujeito-noiva passa também pela construção de um sujeito de consumo que esteja atento ao que é necessário e importante numa produção de casamento. A noiva é produzida, então, como uma consumidora exigente e soberana. Ensina-se, ainda, que a importância do casamento se dá pela sua irrepetibilidade e pela oportunidade de realizar sonhos – descritos como existentes desde a infância. Tamanha importância deve justificar os gastos, a contratação das/os melhores profissionais disponíveis. Ainda mais, o sucesso da festa é descrito como sucesso na vida conjugal – o que aumenta a demanda pela festa inesquecível e perfeita. Instituído como a coroação da relação, a produção de casamento parece significar a dimensão do amor, bem como, coloca-se como ápice da vida conjugal: momento em que todos/as os/as amigos/as e familiares terão suas atenções voltadas para esse casal, desejando o melhor futuro possível. A concentração da produção de casamento como algo feminino é reiterada durante todo o período analisado. Mesmo em áreas em que predominam profissionais homens, as mulheres que adentram estes ramos se colocam como mais qualificadas para atender casamentos, uma vez que possuem o que é denominado como “alma feminina”. Esse “relicário da essência feminina” aparece como um verdadeiro tesouro repleto de sensibilidade, dedicação e amabilidade. A espetacularização do eu parece atingir seu ápice com a celebração de casamento, de modo que é difícil retornar à “vida normal” de simples mulheres. Casar implica sentir-se bela, soberana e responsável pelas próprias decisões. Além disso, coloca-se como um momento especial em que todas as atenções se voltam para a noiva e que todos os seus desejos devem ser atendidos. Acredito que a partir dessas considerações é possível entender a necessidade de estender ao máximo esse momento descrito como de plena felicidade.
Abstract This thesis deals with how and what a magazine for brides teaches about marriage and femininity. Grounded in the contributions of Gender and Cultural Studies approaching with the Poststructuralism, I analyzed a set of 14 journals Inesquecível Casamento -RS (IC- RS), published between 2005 and 2012, charting the things said and transmitted in their materials and advertisements. I understand that the production of the bride-subject is part of a training curriculum of contemporary femininity. Thus, to form a bride is necessary to go through a long curriculum that teaches to be beautiful (even if not so considered), feel the center of the wedding scene, devote yourself to others and production of wedding understand the importance of the date, hire good professionals, see wedding as the culmination of life together, to understand of what is made a wedding, personalize the production and at the same time, respect and follow traditions. It was found that there is a large investment to mean the wedding of certain forms related to the consumption and the spectacle of self. I understand that the teachings of the magazine are very persuasive, establishing marriage as the great dream of a woman's life and for which she must work hard. This work involves contracts with service providers, choose and define the project of marriage and understand the importance of this time in your life. Thus, more than a romantic day and of expression of love, this is a great time of consumption. The constitution of the subject-bride also involves the construction of a consumer-subject aware of what is necessary and important in producing wedding. The bride is produced, then, as a sovereign and demanding consumer. It teaches also that the importance of wedding is in its uniqueness and the opportunity to fulfill dreams - described as existing since childhood. Such importance to justify the expenditures and hiring of the best professionals available. Moreover, the success of the party is described as success in the marriage - which increases demand for an unforgettable and perfect party. Established as the coronation of the relationship, the production of wedding seems to mean the dimension of love as well, stands as the apex of married life: moment the friends and family turned their attention to this couple, wishing the best possible future. The concentration of production of marriage as something feminine is reiterated throughout the analysis period. Even in areas where professionally men dominate, women who enter in these branches themselves as more qualified to attend weddings, as they have what is termed as "female soul". This "temple of feminine essence" appears as a treasure trove full of sensibility, dedication and kindness. The spectacle of the self seems to reach its peak with the wedding celebration, so it is difficult to return to "normal life" of single women. Marry implies feel beautiful, sovereign and responsible for their own decisions. In addition, arises as a special time when all eyes turn to the bride and that all your wishes must be met. I believe that from these considerations is possible to understand the need to extend the most of this time described as complete happiness.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/111895
Arquivos Descrição Formato
000951974.pdf (3.003Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.