Repositório Digital

A- A A+

A fragmentação de ambientes florestais : dois casos na região do Baixo rio Jacuí, RS

.

A fragmentação de ambientes florestais : dois casos na região do Baixo rio Jacuí, RS

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A fragmentação de ambientes florestais : dois casos na região do Baixo rio Jacuí, RS
Autor Balbueno, Rodrigo Agra
Orientador Oliveira, Paulo Luiz de
Data 1997
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Programa de Pós-Graduação em Ecologia.
Assunto Baixo Jacuí, Região (RS)
Eucalipto
Fragmentos florestais
Resumo O presente trabalho aborda o fenômeno da fragmentação de hábitat florestais através da análise de dois fragmentos de floresta nativa inseridos em áreas de cultivo de eucalipto na região do Baixo rio Jacuí, RS: Horto Florestal São Pedro I (coordenadas UTM 4301450E/6675380N; área de 5,19 ha) e Horto Florestal Santa Rosa (coordenadas UTM 426950E/6660180N; 5,75 ha de área). Com relação à vegetação arbórea, foram determinados os parâmetros estruturais de densidade, freqüência, dominância e índice valor de importância, utilizando-se 12 parcelas justapostas de 10x 20 m. Foram amostrados e identificados todos os indivíduos cujo diâmetro à altura do peito (DAP) fosse de no mínimo 10 cm. Também foi calculado o índice de diversidade de Shannon-Wiener (H’) em cada um dos fragmentos, além da eqüitabilidade de Pielou (J) e do índice de dispersão razão variância/média das espécies com pelo menos dois indivíduos. Com vistas a comparar-se qualitativamente a similaridade florística entre as duas situações, foram calculados os índices de Sorensen e Jaccard. Para a avaliação da articulação espacial dos fragmentos estudados com elementos de mesma classe (mata nativa), foi classificada uma imagem de satélite de 10 x 10 km em torno do centro geométrico de cada mancha de mata nativa considerada. No fragmento do horto São Pedro I foram identificados 230 indivíduos pertencentes a 24 espécies, sendo as espécies mais importantes Sebastiania commersoniana, Guarea macrophylla, Casearia sylvestris, Ficus organensis e Myrsine umbellata. O índice de diversidade de Shannon-Wiener foi de 2,23 (nats) e a eqüitabilidade de Pielou foi de 0,702. Na janela de 10 x 10 km foi identificado um total de 687,44 ha percentes à classe de mata nativa. No fragmento do horto Santa Rosa foram amostrados 186 indivíduos pertencentes a 32 espécies, com destaque para Sebastiania commersoniana, Myrcianthes pungens, M. gigantea, Luehea divaricata e Myrciaria cuspidata. O índice de Shannon-Wiener foi de 2,88 e a eqüitabilidade de Pielou foi de 0,831, sendo identificados 2.245,44 ha pertencentes à classe de mata nativa. A similaridade florística, determinada pelos índices de Jaccard e Sorensen foi de 0,191 e 0,243, respectivamente, com nove espécies comuns aos dois fragmentos.
Abstract The phenomenon of forest fragmentation through the analysis of two native forest fragments imbedded in Eucalyptus reforestation areas in Baixo Jacuí region, RS: The Horto São Pedro I (coordinates UTM 4301450E/6675380N; area of 5,19 ha) and Horto Santa Rosa (coordinates UTM 426950E/6660180N; area of 5,75 ha) was studied in this work. The arboreal vegetation was studied by determining the following structural parameters: density, frequency, dominance, and index value of importance, using twelve 10 x 20 m juxtaposed plots. All individuals with the minimum diameter at the breast height (DBH) of 10 cm were sampled and indentified. The index of diversity of Shannon-Wiener (H’) the equitability of Pielou (J), and the index of dispersion variance-to-mean ratio of species with at least 2 individuals were calculated in each fragment. In attempt to compare qualitatively the floristic similarity between the two situations, the indices of similarity of Jaccard and Sorensen were calculated. In order to assess the spatial articulatrion of studied fragments with other elements of the same class (native forest) a satellite image of 10 x 10 km around the geometric center of each patch of the native forest was classified. In the Horto São Pedro I fragment 230 individuals of 24 species were identified and the most important species wuere Sebastiania commersoniana, Guarea macrophylla, Casearia sylvestris, Ficus organensis and Myrsine umbellata. The index of diversity of Shannon-Wiener was 2,23 (nats) and Pielou’s equitability was 0,702. In the 10 x 10 km 687.44 ha belonging to the native forest class were identified. In the Horto Santa Rosa fragment 186 individuals of 32 species were identified and the most important species were Sebastiania commersoniana, Myrcianthes pungens, M. gigantea, Luehea divaricata and Myrciaria cuspidata. The index of diversity of Shannon-Wiener was 2,88 (nats) and Pielou’s equitability was 0,831. In the 10 x 10 km 2,245.44 ha belonging to the native forest class were identified. The floristic similarity determined by the índices of Jaccard and Sorensen was 0.191 and 0.243, respectively, with nine species in common to both fragments.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/11231
Arquivos Descrição Formato
000151081.pdf (674.0Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.