Repositório Digital

A- A A+

Um olhar enunciativo sobre a relação entre leitura e produção textual na universidade

.

Um olhar enunciativo sobre a relação entre leitura e produção textual na universidade

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Um olhar enunciativo sobre a relação entre leitura e produção textual na universidade
Autor Cremonese, Lia Emília
Orientador Flores, Valdir do Nascimento
Co-orientador Silva, Carmem Luci da Costa
Data 2014
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Programa de Pós-Graduação em Letras.
Assunto Ensino de língua portuguesa
Ensino superior
Estudos da linguagem
Leitura e escrita
Produção textual
Teoria da enunciação
Universidade
[fr] Énonciation
[fr] Enseignement de langue portugaise
[fr] Lecture et écriture
[fr] Programme de Soutien aux Études Supérieures
Resumo Esta tese tem por objetivo investigar a hipótese de que a experiência com uma leitura que considera as instâncias enunciativas como produtoras de sentidos acarreta mudanças na relação do aluno com seu ato de escrita. Tal hipótese pode ser verificada a partir de relatos de alunos universitários de pós-graduação. Para isso, inicialmente verifica-se que espaço ocupa o texto no ensino de língua portuguesa no Brasil e explicita-se uma breve noção de texto. Em seguida, apresenta-se o Programa de Apoio à Graduação – Língua Portuguesa (PAG-LP), foco das análises, e exemplificam-se as atividades ali realizadas. Na sequência, expõe-se o referencial teórico, fundado na Teoria da Enunciação de Émile Benveniste. Posteriormente, faz-se a contextualização do corpus e discutem-se elementos a ele relacionados. Por fim, realiza-se a análise do corpus, formado por recortes de falas de alunos de pós-graduação do PAG-LP. Conclui-se que um trabalho de leitura que explore os elementos ligados à intersubjetividade, à construção da relação forma-sentido, à construção de referência e à cultura faz com que haja mudanças na relação do aluno com sua escrita, confirmando a hipótese inicial.
Résumé Le but de cette thèse est celui d’investiguer l’hypothèse selon laquelle l’expérience d’une lecture qui considère les instances énonciatives comme productrices de sens implique des changements dans la relation de l’élève avec son acte d’écriture. Cette hypothèse peut être vérifiée à partir des temoignages d’étudiants de master et de doctorat. Pour le faire, on vérifie premièrement quel est l’espace occupé par le texte dans l’enseignement de la langue portugaise au Brésil et on propose une brève notion de texte. Ensuite, on présente le Programme de Soutien aux Études Supérieures – Langue Portugaise (PAG-LP), centre des analyses, et on illustre les activités qui y sont faites. Après, on expose le cader théorique basé sur la Théorie de l’Énonciation de Benveniste. Par la suite, on analyse le corpus et on y prend des extraits avec les paroles des étudiants du PAG-LP. On conclut qu’un travail de lecture qui explore les éléments liés à l’intersubjectivité, à la construction de la relation forme-sens, à la construction de référence et à la culture provoque des changements dans la relation de l’élève avec son écriture, ce qui confirme l’hypothèse initiale.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/114411
Arquivos Descrição Formato
000949939.pdf (1.219Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.