Repositório Digital

A- A A+

Avaliação da interação entre aquiferos e rios por meio do uso de imagens infravermelho térmico - estudo de caso no Rio Ain, França

.

Avaliação da interação entre aquiferos e rios por meio do uso de imagens infravermelho térmico - estudo de caso no Rio Ain, França

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação da interação entre aquiferos e rios por meio do uso de imagens infravermelho térmico - estudo de caso no Rio Ain, França
Autor Delabary, Henrique dos Santos
Orientador Reginato, Pedro Antonio Roehe
Data 2013
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Pesquisas Hidráulicas. Escola de Engenharia. Curso de Engenharia Ambiental.
Assunto Agua subterranea
Hidrogeologia
Infravermelho termal
[en] Drainage zone
[en] Floodplain
[en] Groundwater
[en] Hydrogeology
[en] Thermal infrared
Resumo Este trabalho buscou avaliar o uso de imagens infravermelho térmico aplicadas para a identificação de zonas de descarga de aquífero em rio e comparar seus resultados com métodos potenciométricos tradicionais. A identificação dessas zonas de descarga, a partir de imagens infravermelho termal, se baseia na diferença de temperatura entre a água subterrânea, constante ao longo do ano, e a superficial, função da temperatura ambiente. A metodologia aplicada no baixo vale do rio Ain, no centro-leste da França consistiu em identificar, por meio de imagens infravermelho térmico captadas no verão, zonas com temperatura ao menos 0,3ºC mais baixa que a temperatura do eixo do rio. Essas variações de temperaturas foram considerads como evidências de zonas de descarga do aquífero para o rio. Os resultados da análise das imagens termais foram verificados, por meio de comparação com cartas potenciométricas da região, fornecendo uma correlação de: 65,7% das zonas demarcadas como de descarga pela análise das imagens térmicas coincidindo com zonas de descarga na análise da carta potenciométrica gerada por um modelo digital de elevação potenciométrica; 70,4% para o modelo hidrogeológico adaptado; e 79,1% para a interpolação pelo método triangular. Conclui-se, a partir do estudo de caso, que este método é viável para a identificação de zonas de descarga do aquífero para o rio.
Abstract This study evaluated the use of thermal infrared images applied to identify discharge aquifer’s areas in river and compare your results with traditional potentiometric methods. The identification of these discharge’s areas by thermal infrared images is based on the difference of temperature between the groundwater (whose is constant throughout the year) and the surface water (depending on the ambient temperature). The methodology applied in the Ain River’s lower valley in eastcentral France consisted on identify areas with temperatures at least 0.3°C lower than the temperature of the river axis in infrared thermal images taken in summer,. These temperature variations were considerads as evidence of the discharge areas from the aquifer to the river. The results of the thermal images analysis were verified by comparison with potentiometric maps of the area, providing a correlation of 65.7% from the areas demarcated as discharge by analysis of thermal images coinciding with the discharge areas in the analysis of potentiometric map generated by a potentiometric digital elevation model and 70.4 % by the adapted hydrogeological model, and 79.1 % b the triangular interpolation method. It follows from the case study that this method is feasible for identifying areas of aquifer discharge to the river.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/114586
Arquivos Descrição Formato
000930328.pdf (18.53Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.