Repositório Digital

A- A A+

Estudo do colágeno total e do colágeno tipo I em fáscia transversal de pacientes com hérnia inguinal direta submetidos à correção videolaparoscópica

.

Estudo do colágeno total e do colágeno tipo I em fáscia transversal de pacientes com hérnia inguinal direta submetidos à correção videolaparoscópica

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Estudo do colágeno total e do colágeno tipo I em fáscia transversal de pacientes com hérnia inguinal direta submetidos à correção videolaparoscópica
Autor Wolwacz Júnior, Igor
Orientador Trindade, Manoel Roberto Maciel
Co-orientador Silva, Vinícius Duval da
Data 2000
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Medicina : Cirurgia.
Assunto Colágeno tipo I
Hérnia inguinal
Tela subcutânea
Videolaparoscopia
Resumo No presente trabalho, amostras de fáscias transversais de 23 pacientes, entre 20 e 60 anos de idade, com hérnia inguinal direta, coletadas no momento da correção videolaparoscópica, foram analisadas quanto à espessura, elementos constitutivos, presença de colágeno tipo I e quantificação do colágeno total. Compararam-se os resultados com 22 amostras do mesmo tecido, retiradas de cadáveres. Utilizaram-se as técnicas de coloração de Hematoxilina-Eosina, Picrosirius e imuno-histoquímica com anticorpo monoclonal anti-colágeno tipo I. As imagens captadas foram analisadas por técnica videomorfométrica assistida por computador. Constatou-se uma espessura de fáscia transversal nos controles, em média, de 4.5 milímetros. A espessura da fáscia transversal dos pacientes com hérnia foi, em média, 58 % menor (p< 0.001). Não se evidenciou algum processo de degeneração das fibras de colágeno atribuível à senilidade. O principal elemento constitutivo da fáscia, nos dois grupos, foi o tecido conjuntivo denso, representando cerca de 75 % nos controles e sendo um terço menor nos pacientes (p< 0.001). A área média percentual de colágeno no campo amostral dos pacientes encontrada foi a metade da área dos controles (p< 0.001), resultando em uma menor quantidade de colágeno na parede posterior herniada. Por fim, a técnica de imuno-histoquímica permitiu-nos identificar nas amostras o colágeno tipo I como sendo o principal constituinte do tecido conjuntivo denso na fáscia transversal.
Abstract In the present work, samples of transversalis fascia from 23 direct inguinal hernia patients, between twenty and sixty years of age and colected at the moment of laparoscopic repair, were analysed in respect to thickness, constitutive elements, presence of type I collagen and total collagen quantification. They were compaired with 22 samples of the same tissue, obtained from corpse. The samples were stained for Hematoxiline-eosine, Sirius-Red and immunohistochemistry with collagen type I monoclonal antibody. The video captured images were analysed by computer-assisted videomorphometric techenic. We noticed the thickness of normal transversalis fascia to be 4.5 milimetres. Otherwise, the transversalis fascia from patients were t58 % thinner (p< 0.001). There was no evidence of any senile degenerative process involving the collagen fibres. The Dense connective tissue was the principal constitutive element in both groups being responsable for 75 % of control's fascia and 49 % for hernia ones (p< 0.001). The collagen's mean percentual area in the sample field from patients were half the control's area (p< 0.001), stablishing that there are less collagen in the hernia's wall. Finally, by the immunohistochemistry it was possible to identify the type I collagen as being almost all the collagen of the dense connective tissue in fascia transversalis.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/11471
Arquivos Descrição Formato
000572363.pdf (1.276Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.