Repositório Digital

A- A A+

A saúde mental no contexto da Estratégia Saúde da Família no Brasil

.

A saúde mental no contexto da Estratégia Saúde da Família no Brasil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A saúde mental no contexto da Estratégia Saúde da Família no Brasil
Autor Silva, Rosane Azevedo Neves da
Dimenstein, Magda
Paulon, Simone Mainieri
Nardi, Henrique Caetano
Bravo, Omar Alejandro
Galvão, Vanessa Almira Brito de Medeiros
Severo, Ana Kalliny de Sousa
Figueiró, Rafael
Resumo São discutidas as concepções sobre saúde mental e loucura e os modos de funcionamento das equipes de Estratégia Saúde da Família (ESF) associadas a essas concepções em duas unidades da rede básica de saúde das cidades de Natal –capital no nordeste brasileiro- e Porto Alegre –capital do extremo sul do país. O referencial teórico-metodológico da análise institucional foi utilizado para tratamento das informações levantadas através da realização de 40 entrevistas com os profissionais da unidade de saúde da família da cidade de Natal e 14 entrevistas na unidade análoga em Porto Alegre. As entrevistas foram baseadas em um roteiro semiestruturado que contemplava concepções acerca da loucura, modos de trabalhar das equipes e estratégias de cuidado utilizadas com usuários da saúde mental que frequentam as duas unidades. Entre os resultados, observou-se a presença de concepções rígidas e preconceituosas em relação à loucura, que a associam com periculosidade e descontrole e uma forte tendência de apelar à simples administração de medicação psiquiátrica como forma de resolver as demandas em saúde mental. Concluiu-se que os processos de formação revelaram-se como uma ferramenta capaz de produzir transformações nas concepções sobre saúde mental e loucura, possibilitando assim novas formas de funcionamento grupais e institucionais.
Resumen Se analizan las concepciones sobre salud mental y locura y las formas de funcionamiento asociadas a esas representaciones en los equipos de la Estrategia Salud de la Familia (ESF) en dos unidades de la red básica de las ciudades de Natal y Porto Alegre. Fueron realizadas entrevistas semiestructuradas con los profesionales de dos unidades de salud. En Natal fueron realizadas 40 entrevistas, en Porto Alegre, 14. En el análisis de la información se utilizó el referente teórico-metodológico del análisis institucional. Se observó la presencia de representaciones rígidas y prejuiciadas en relación a la locura, que la asocian con peligrosidad y descontrol y una fuerte tendencia a apelar a la simple administración de medicación psiquiátrica como forma de resolver las demandas en salud mental. Los procesos de formación se revelaron como una herramienta capaz de producir transformaciones en las concepciones sobre salud mental y locura, posibilitando así nuevas formas de funcionamiento grupales e institucionales.
Abstract Conceptions of mental health and madness and ways of functioning associated with these representations in teams of the Family Health Strategy (FHE) in two units of the core network in the cities of Natal and Porto Alegre are analyzed. This descriptive research was based on semi-structured interviews with professionals of the two units. 40 interviews were made in Natal and 14 in Porto Alegre. The analysis of the information using the theoretical and methodological perspective of institutional analysis. It was possible to observe the presence of rigid and preconceived conceptions about madness, associated with dangerousness and behavioral discontrol. Also, there is a strong tendency to solve mental healthcare needs through the simple administration of psychiatric medication. Training processes were revealed as a tool capable of producing transformations in the conceptions on mental health and madness, making possible new ways of group and institutional functioning.
Contido em Psicología para América Latina. São Paulo. Vol. 25 (2013), p. 24-42.
Assunto Loucura
Reforma psiquiátrica
Saúde mental : Brasil
[en] Basic healthcare
[en] Mental health
[en] Psychiatric reform
[es] Atención primaria a la salud
[es] Salud mental
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/114976
Arquivos Descrição Formato
000922212.pdf (350.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.