Repositório Digital

A- A A+

Reconstituição paleoambiental em remanescente de savana estépica parque no extremo oeste do Rio Grande do Sul (Barra do Quaraí), com base em palinomorfos holocênicos

.

Reconstituição paleoambiental em remanescente de savana estépica parque no extremo oeste do Rio Grande do Sul (Barra do Quaraí), com base em palinomorfos holocênicos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Reconstituição paleoambiental em remanescente de savana estépica parque no extremo oeste do Rio Grande do Sul (Barra do Quaraí), com base em palinomorfos holocênicos
Autor Evaldt, Andréia Cardoso Pacheco
Orientador Souza, Paulo Alves de
Co-orientador Bauermann, Soraia Girardi
Data 2013
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Geociências. Programa de Pós-Graduação em Geociências.
Assunto Barra do Quaraí (RS)
Paleoambiente
Palinologia
Quaternario
[en] Espinilho park
[en] Pampa biome
[en] Quaternary river Quaraí
[en] Reconstitution paleovegetacional
Resumo A Savana Estépica Parque, formação vegetacional campestre do Bioma Pampa, tem sua área de ocorrência no Brasil restrita ao extremo oeste do Rio Grande do Sul, no município de Barra do Quaraí. Com o objetivo estudar a história vegetacional desta formação e suas mudanças ao longo do Holoceno tardio, foi desenvolvida a pesquisa em um afloramento localizado na margem brasileira do rio Quaraí (30°16’27.9”S e 57°26’33.6”O), com a coleta de 86 amostras. Para determinação do espectro polínico atual, foram coletadas 15 amostras superficiais em diferentes ambientes do Parque do Espinilho (PESP). Um total de 81 táxons foi identificado nas amostras sedimentares do afloramento (10 férteis) e 114 nas amostras superficiais. Análises a partir dos diagramas polínicos foram realizadas apoiadas por datações radiocarbônicas e análises granulométricas. Os resultados indicam que entre 3.380 ± 25 e 2.350 ± 25 anos AP a área era composta por uma planície de inundação recoberta por gramíneas que formava corpos d’água de pequena profundidade, possibilitando o desenvolvimento de colônias de algas. Entre 2.328 e 2.262 anos AP observa-se diminuição da umidade e aumento de temperatura, evidenciado pelo desaparecimento das algas e maior frequência de briófitos. Entre 2.130 e 1.940 ± 20 anos AP é registrado aumento de umidade refletido na maior diversidade de táxons arbóreos, com expansão da Mata Ciliar. Os dados de granulometria corroboram com os dados palinológicos. O espectro polínico das amostras superficiais refletiu a composição taxonômica da flora do PESP, de acordo com a particularidade ecológica de cada ponto de amostragem. Este constitui o primeiro trabalho de palinologia desenvolvido na Savana Estépica Parque nos três países em que ocorre (Argentina Uruguai e Brasil). Os resultados aqui apresentados contribuirão para melhor compreensão da origem e desenvolvimento desta formação vegetacional, importante pelo endemismo de suas espécies e que está sob forte pressão antrópica por ocorrer em planícies de inundação, área de interesse para atividades agrícolas.
Abstract The “Savana Estépica Parque”, constitutes a vegetational formation of the Pampa Biome, recorded in Brazil only on the extreme west of Rio Grande do Sul state, in the municipality of Barra do Quaraí. This study aims to know the history of this vegetational formation and its changes during the late Holocene. Material is derived from an outcrop located on the Brazilian side of the Quaraí river (30 ° 16'27 .9 "S and 57 ° 26'33 .6" W). To determine the current pollen spectrum, 15 surface samples were collected in different environments of the Espinilho Park (PESP). A total of 81 taxa were identified from the samples of the sedimentary outcrop (10 fertiles) and 114 from surface samples. Analyzes from the pollen diagrams were performed supported by radiocarbon dating and granulometry analysis. The results indicate that between 3,380 ± 25 and 2,350 ± 25 yr BP the area was composed of a flood plain covered with grasses that formed bodies of water of little depth, enabling the development of colonies of algae. Between 2,328 and 2,262 years BP observed decrease in humidity and temperature increase, evidenced by the disappearance of algae and higher frequency of bryophytes. Between 2,130 and 1,940 ± 20 yr BP is recorded an increasing of humidity reflected by the greater diversity of arboreal taxa, with an expansion of “Mata Ciliar”. The granulometry data corroborates palynological analysis. The pollen spectra of surface samples reflected the taxonomic composition of the PESP flora, according to ecological particularities of each local point of sampling. This is the first work in palynology developed from “Savana Estépica Parque” amongst the three countries that it occurs (Argentina Uruguay and Brazil). The results presented here will contribute to the better understanding of the origin and development of this vegetation of formation, which is very important taking into account the record of endemic species, as well as the intense anthropogenic pressure that affect flood plains, that constitute areas for agricultural activities.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/115609
Arquivos Descrição Formato
000882975.pdf (3.342Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.