Repositório Digital

A- A A+

A identidade visual no projeto gráfico de revistas de moda

.

A identidade visual no projeto gráfico de revistas de moda

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A identidade visual no projeto gráfico de revistas de moda
Autor Calza, Márlon Uliana
Orientador Gruszynski, Ana Claudia
Data 2015
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação. Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Informação.
Assunto Identidade visual
Jornalismo
Moda
Projeto gráfico
Revistas
[en] Fashion
[en] Graphic design
[en] Journalism
[en] Magazine
[en] Reading contract
[en] Segmentation
[en] Visual identity
[it] Contratto di lettura
[it] Giornalismo
[it] Identità visuale
[it] Progetto grafico
[it] Rivista
[it] Segmentazione
Resumo A tese analisa o projeto gráfico de revistas impressas de moda, problematizando a forma como seus elementos estruturais e visuais contribuem para a conformação de sua identidade visual e para a proposição de contratos de leitura. Problematiza as relações estabelecidas entre os campos do jornalismo e da moda, a partir do tensionamento de seus princípios e valores, incorporados pelo projeto gráfico das publicações: efemeridade e periodicidade; novidade e continuidade; normatividade e credibilidade; além da imitação e da diferenciação. Os procedimentos metodológicos adotados são a pesquisa teórica, a pesquisa de contextualização, e a pesquisa iconográfica, sendo que constrói-se uma abordagem sincrônica e outra diacrônica na problematização do objeto, a partir de aspectos jornalísticos, editoriais, históricos e visuais. A análise das revistas é realizada em duas etapas: na primeira etapa realiza-se uma observação exploratória de diferentes revistas de moda, nacionais e internacionais, que, somada aos aportes teóricos, possibilita a construção de um quadro de segmentação e caracterização das revistas de moda – composto por eixos e categorias relacionados ao seu gênero, target e tratamento dado aos temas, à sua periodicidade e circulação. A partir do instrumento, definese o corpus, constituído por cinco publicações brasileiras: UseFashion, ffw>>mag!, Elle Brasil, Estilo de Vida e Manequim. A partir da seleção de três edições de cada título publicadas no ano de 2013, realiza-se uma análise qualitativa, de modo comparativo e sistemático, e em conformidade às unidades e aos operadores analíticos definidos. Conclui-se que a identidade visual das revistas constitui-se a partir de elementos que não restringem-se à sua marca, propondo contratos de leitura que pressupõem o estabelecimento de relações visuais internas e externas às publicações – que visam à sua identificação, mas também à sua diferenciação junto ao segmento. Tais relações são manifestas pelo projeto gráfico, a partir da adoção de elementos recorrentes, comuns e particulares, identificados em cada uma das categorias de revista propostas, que articulam-se à cadeia da moda e dedicam-se: à (i) divulgação de matérias-primas, fornecedores e tendências; à (ii) cobertura dos desfiles e lançamentos; à (iii) moda conceitual; à (iv) moda e ao luxo; aos (v) guias de serviço; e à (vi) produção manual das roupas. Ao passo que as revistas do segmento de moda adotam certa padronização, aderindo a um quadro de referência compartilhado, buscam a sua diferenciação, através da adoção de práticas e estratégias editoriais, institucionais e comerciais particulares, além da atualização do passado e da renovação no tempo.
Abstract This thesis analyses the graphic design of printed fashion magazines and problematizes the way in which their structural and visual elements contribute to the formation of their visual identity and to the proposition of reading contracts. It also problematizes the relationship between the fields of journalism and fashion, departing from the tension among their principles and values embodied in the graphic design of the publications: ephemerality and periodicity; novelty and continuity; normativity and credibility; as well as imitation and differentiation. The methodological procedures adopted are theoretical research, context research and iconographic research, which build up into and synchronic and diachronic approach towards the object, considering the journalistic, editorial, historical and visual aspects. The analysis of the magazines was done in two phases: first, an exploratory observation of different fashion magazines, national and foreign, which, allied to theoretical support, allowed the construction of an outlook on the segmentation and characterization of fashion magazines – formed by axes and categories relating to their genre, target, and overview of the themes, their periodicity and circulation. From the instrument, the corpus is defined as constituted by five Brazilian publications: UseFashion, ffw>>mag!, Elle Brasil, Estilo de Vida and Manequim. From the selection of three editions of each title, all published in 2013, a qualitative analysis was done, in a comparative and systematic fashion, and according to the units and the defined analytical operators. We reached the conclusion that the visual identity of the magazines is built around elements that are not restricted to their brand, and it proposes reading contracts which presuppose the building of visual relationships both internal and external in relation to the publications – relationships that aim at their identification but also their differentiation in the segment. Such relationships are manifested by the graphic design, through the adoption of recurrent elements, both common and particular, identified in each of the proposed magazine categories, which are in articulation with the fashion industry and are dedicated to: (i) advertise components, suppliers and trends; (ii) coverage of fashion shows and new releases; (iii) conceptual fashion; (iv) fashion and luxury; (v) service guides and (vi) manual production of clothes. Fashion magazines tend to adopt a certain amount of standardization through shared milestones, but they also seek differentiation though the adoption of unique editorial, institutional and commercial practices and strategies, as well as the actualization of the past and renovation through time.
Riassunto La tesi analizza il progetto grafico delle riviste di moda cartacee, problematizzando la forma come i loro elementi strutturali e visivi contribuiscano alla configurazione della loro identità visuale e alla proposizione di contratti di lettura. Problematizza le relazioni stabilite tra il campo del giornalismo e quello della moda, a partire dai contrasti dei loro principi e valori, incorporati dal progetto grafico delle pubblicazioni: transitorietà e periodicità; innovazione e continuità; regolamentazione e credibilità; oltre all`imitazione e alla differenziazione. Le procedure metodologiche adottate sono la ricerca teorica, la ricerca di contestualizzazione e la ricerca iconografica, costruendosi un approccio sincronico ed un altro diacronico nella problematizzazione dell`oggetto, a partire da aspetti giornalistici, editoriali, storici e visuali. L`analisi delle riviste è realizzata in due tappe: nella prima tappa viene effettuata l`osservazione accurata di diversi tipi di riviste di moda, nazionali ed internazionali, che sommata agli apporti teorici, permette l`elaborazione di un quadro generale della segmentazione e caratterizzazione delle riviste di moda – composto da linee e categorie collegate al suo genere, dal target e dal trattamento dato ai temi, alla loro periodicità e diffusione. Partendo da questo istrumento, si definisce il corpus, costituito da cinque pubblicazioni brasiliani: UseFashion, ffw>>mag!, Elle Brasil, Estilo de Vida e Manequim. A partire dalla selezione di tre edizioni di ogni titolo pubblicate nel 2013, si realizza un`analisi qualitativa, in modo comparativo e sistematico, e in conformità alle unità e agli operatori analitici definiti. Si conclude che l`identità visuale delle riviste si costituisce a partire da elementi che non si limitano alla loro marca, proponendo contratti di lettura che abbiano come presupposti la creazione di relazioni visuali interne ed esterne alle pubblicazioni – che mirano alla loro identificazione, ma anche alla differenziazione all`interno del loro segmento. Tali rapporti sono messi in evidenza dal progetto grafico, a partire dall`adozione di elementi ricorrenti, comuni e specifici, identificati in ciascuna delle categorie di riviste proposte, che si articolano all`universo della moda e si dedicano alla: (i) diffusione di materie prime, fornitori e tendenze; alla (ii) copertura delle sfilate ed inaugurazioni; alla (iii) moda concettuale; alla (iv) moda e al lusso; alle (v) guide di servizio; e alla (vi) produzione artigianale dell’abbigliamento. Mentre le riviste del segmento della moda adottano un certo padrone di riferimento, aderendo ad un quadro di riferimenti condiviso, ricercano la loro differenziazione, mediante l`adozione di pratiche e strategie editoriali, istituzionali e commerciali particolari, oltre all`attualizzazione del passato e ed alla rinnovazione nel tempo.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/115890
Arquivos Descrição Formato
000965592.pdf (6.002Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.