Repositório Digital

A- A A+

Comparação da força muscular, equilíbrio articular e perfil antropométrico entre jogadores profissionais de futebol de diferentes posições de campo

.

Comparação da força muscular, equilíbrio articular e perfil antropométrico entre jogadores profissionais de futebol de diferentes posições de campo

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Comparação da força muscular, equilíbrio articular e perfil antropométrico entre jogadores profissionais de futebol de diferentes posições de campo
Autor Minozzo, Felipe
Orientador Pinto, Ronei Silveira
Data 2014
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Educação Física. Curso de Educação Física: Licenciatura.
Assunto Força muscular
Futebol
Lesões
Resumo Estudos prévios têm proposto que a força dos músculos extensores e flexores de joelho, o desequilíbrio entre quadríceps femoral e ísquiotibiais e a assimetria contralateral nos membros inferiores variam de acordo com as posições de campo no futebol. Entretanto, diferentes resultados têm sido encontrados em relação a essas variáveis e uma generalização deste tópico pode levar a erros de interpretação de dados por educadores físicos, treinadores e técnicos de clubes de futebol. Sendo assim, o objetivo desde estudo foi avaliar e comparar a força de extensores e flexores de joelho, os desequilíbrios dos membros inferiores e o perfil antropométrico de jogadores profissionais de futebol que jogam em diferentes posições no campo. A amostra foi composta por 102 jogadores profissionais de futebol (26± 5 anos de idade) que foram mensurados para altura e massa corporal e realizaram um teste de força isocinética para a articulação do joelho em ambos os membros, dominante e não-dominante. O teste consistiu de contrações excêntricas e concêntricas máximas de flexão e extensão de joelho, em um dinamômetro isocinético, a uma velocidade angular de 60º·s. Os picos de torque concêntrico e excêntrico de extensão e flexão de joelho foram utilizados para avaliar a razão funcional e convencional do joelho, bem como a assimetria contralateral nos membros inferiores. Os jogadores foram agrupados de acordo com as seguintes posições de campo: Goleiros, Laterais, Zagueiros, Volantes, Meias e Atacantes.. Os resultados demonstraram que apenas os Goleiros diferem significativamente das demais posições com relação ao perfil antropométrico e picos de torque concêntrico de extensão e flexão de joelhos. Embora todos os jogadores tenham apresentado razões funcionais para os membros dominante (0,74 ± 0,14) e não-dominante (0,76 ± 0,13) abaixo do valor normativo, não houve diferenças significativas entre as posições de campo para os valores de razão convencional e funcional, assim como para assimetria contralateral. Portanto, os resultados obtidos parecem demonstrar o equilíbrio articular funcional do joelho necessário para o desempenho de habilidades no futebol e para as demandas de cada posição no campo. Os resultados demonstraram que a interpretação do perfil isocinético de força deve ser considerado diferentemente nos goleiros comparado às outras posições de campo, devido a especificidade de suas características fisiológicas e realização de treinamentos diferenciados.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/116039
Arquivos Descrição Formato
000964651.pdf (209.5Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.