Repositório Digital

A- A A+

O mosaico processo de constituição do sujeito por meio de sua individualidade linguística : as contribuições da teoria bakhtiniana para a análise de textos escolares de espanhol-LE

.

O mosaico processo de constituição do sujeito por meio de sua individualidade linguística : as contribuições da teoria bakhtiniana para a análise de textos escolares de espanhol-LE

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O mosaico processo de constituição do sujeito por meio de sua individualidade linguística : as contribuições da teoria bakhtiniana para a análise de textos escolares de espanhol-LE
Autor Maciel, Marcelo Gonçalves
Orientador Rottava, Lucia
Data 2015
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Programa de Pós-Graduação em Letras.
Assunto Individualidade
Interação
Língua espanhola
Sujeito
Texto
[en] Interaction
[en] Linguistic individuality
[en] Spanish-FL
[en] Subject
[en] Text
[es] Español-LE
[es] Individualidad lingüística
[es] Interacción
[es] Sujeto
Resumo A presente dissertação tem por objetivo analisar o processo de constituição do sujeito em textos de Espanhol-LE, valendo-se do pressuposto de que há vestígios indicados pela individualidade linguística que demonstram os modos do sujeito ser e ver o mundo. Para compreender tal fato em textos escritos, ilustram-se os recursos linguísticos utilizados pelos aprendizes para se constituírem em suas produções escritas. Para tanto, este estudo buscou os conceitos bakhtinianos de espaço, tempo, tema e atitude responsiva para verificar a constituição do sujeito. Tais conceitos estabeleceram as categorias analíticas para dar conta de organizar os distintos modos de o sujeito lidar em determinadas situações de uso da língua. Sendo assim, o espaço é o lócus no qual o sujeito estabelece a relação com seu interlocutor; o tempo é o aspecto que demonstra a localização do sujeito, atrelada à sua orientação social; o tema é o assunto discorrido na interação entre locutor e interlocutor; por fim, a atitude responsiva diz respeito aos enunciados produzidos com a finalidade de responder ao que é solicitado. Para a compreensão do funcionamento destes elementos em textos escritos, toma-se a linguagem como interação. Esse preceito compartilha com a ideia de que só se institui como sujeito aquele que vê no outro a possibilidade de estabelecer relações e com ele interagir, por isso a linguagem é, também, dialógica. Os aprendizes, cujas produções escritas foram analisadas, são estudantes em uma escola pública de ensino médio politécnico. As tarefas realizadas inscrevem-se nessa nova modalidade de ensino, a qual prevê a instigação à pesquisa por parte dos alunos, bem como sua formação humana integral. As análises dos textos, com vistas ao detalhamento das categorias mencionadas, auxiliaram e subsidiaram a interpretação dos resultados obtidos, os quais evidenciaram as particularidades do sujeito se representar em produção escritas. Dessa forma, viu-se que diferentes instâncias da língua, desde a escolha de tempos verbais a determinadas elaborações de estrutura linguística, como também a vivência e conhecimento/reconhecimento de determinado gênero discursivo, contribuem para a manifestação do sujeito em seu texto. Deste modo, os resultados revelaram de distintas maneiras, o modo dos sujeitos valorarem determinadas situações, nas tarefas realizadas, por meio de sua individualidade linguística. A contribuição deste estudo é no sentido de auxiliar práticas voltadas ao trabalho com o texto e os seus desdobramentos.
Abstract This thesis aims to analyze the subject’s process of constitution in the Spanish-FL texts, relying on the assumption that there are traces indicated by linguistic individuality that show the subject's ways of being and seeing the world. To understand this fact in written texts, the linguistic resources used by the students to incur in their written productions are illustrated. Therefore, this study sought the bakhtinian concepts of space, time, matter and responsive attitude to verify the constitution of the subject. Such concepts established the analytical categories to account for the different ways of organizing the subjects’ way of dealing in certain language use situations. Thus, the space is the locus in which the subject establishes the relationship with the interlocutor; time is the aspect that shows the location of the subject, linked to his social orientation; the topic is the subject focused on the interaction between speaker and listener; finally, the responsive action regards the statements made in order to respond to what is required. To understand the functioning of these elements in written texts, language becomes interaction. This precept comes from the idea that the only way of someone establishing himself as subject is through seeing a possibility of relationship and interaction with others, so the language is also dialogic. The learners, whose written productions were analyzed, are students at a public high school with polytechnic education. The tasks carried out are part of this new type of education, which predicts students urged to research, as well as their integral human formation. The analyzes of the texts, aimed to detail the above mentioned categories, helped and supported the interpretation of the results, which showed the particularities of the subject represented in written productions. Thus, it was seen that different language instances, from the choice of verb tenses to elaborated linguistic structure, as well as the experience and knowledge/recognition of certain discursive genders contribute to the manifestation of the subject in his text. Thus, in different ways, the results revealed how the subjects valued certain situations in the tasks performed through their linguistic individualities. The contribution of this study is to help other practices which have focus on texts and its future consequences.
Resumen La presente tesis de maestría tiene por objetivo analizar el proceso de constitución del sujeto en textos de Español-LE. Para tal intento, se valió del presupuesto de que hay vestigios señalados por la individualidad lingüística que demuestran los modos del sujeto ser y ver el mundo. Para comprender tal hecho en textos escritos, se ejemplifican los recursos lingüísticos utilizados por los aprendices para constituirse en sus producciones escritas. Para ello, este estudio ha buscado los conceptos bajtinianos de espacio, tiempo, tema y actitud respondiente para verificar la constitución del sujeto. Esos conceptos establecen las categorías analíticas para dar cuenta de arreglar los distintos modos del sujeto lidiar en ciertas situaciones de uso de la lengua. De esta manera, el espacio es el locus/suporte en el cual el sujeto establece la relación con su interlocutor; el tiempo es el aspecto que demuestra la ubicación del sujeto, vinculada a su orientación social; el tema es el asunto discurrido en la interacción entre locutor e interlocutor; al fin, la actitud respondiente se refiere a los enunciados producidos con la finalidad de contestar a lo que se solicita. Para la comprensión del funcionamiento de estos elementos en textos escritos, se considera el lenguaje como interacción. Este precepto comparte con la idea de que solo se instituye como sujeto aquel que ve en el otro la posibilidad de establecer relaciones y con él interactuar, por eso, el lenguaje es también dialógico. Los aprendices que tuvieron sus producciones analizadas son estudiantes de una escuela pública de enseñanza media politécnica. Las tareas realizadas están ubicadas en esta nueva modalidad de enseñanza, en la cual se prevé el incentivo a la investigación por parte de los alumnos, como también su formación humana integral. Los análisis de los textos, con vista a los detalles de las categorías tratadas, ayudaron y subsidiaron las interpretaciones de los resultados obtenidos, en los cuales se evidencian las particularidades del sujeto al representarse en producción escrita. De esta forma, fue posible notar que las distintas instancias de la lengua, desde la elección de los tiempos verbales hasta determinadas elaboraciones de estructura lingüística, como también la vivencia y conocimiento/reconocimiento de cierto género discursivo, contribuyen para la manifestación del sujeto en su texto. Por consiguiente, los resultados revelaron de distintas maneras los modos como los sujetos valoran determinadas situaciones, en las tareas realizadas, por medio de su individualidad lingüística. La contribución de este estudio a la educación es en el sentido de ayudar prácticas direccionadas al trabajo con el texto y sus posibles desarrollos.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/116635
Arquivos Descrição Formato
000965329.pdf (6.001Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.