Repositório Digital

A- A A+

Transformações no envolvimento paterno ao longo dos seis primeiros meses do bebê na creche

.

Transformações no envolvimento paterno ao longo dos seis primeiros meses do bebê na creche

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Transformações no envolvimento paterno ao longo dos seis primeiros meses do bebê na creche
Autor Gabriel, Marília Reginato
Orientador Lopes, Rita de Cassia Sobreira
Data 2012
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Psicologia. Programa de Pós-Graduação em Psicologia.
Assunto Bebê
Creches
Paternidade
[en] Child care center
[en] Fatherhood
[en] Father involvement
Resumo Este trabalho investigou o envolvimento de pais de bebês nos seis primeiros meses de frequência à creche. Baseado no conceito de envolvimento paterno, buscou-se investigar as transformações na interação, disponibilidade e responsabilidade dos pais sobre seus bebês com a entrada na creche. Para tanto, por meio de um estudo de caso coletivo de caráter longitudinal, quatro pais responderam a entrevistas em três momentos de coleta de dados, a saber: entrada do bebê na creche, um mês após a entrada e 6 meses após o ingresso na escola de educação infantil. Análise de conteúdo qualitativa indicou que tanto a creche quanto o desenvolvimento do bebê foram aliados do pai para a retomada do trabalho e da vida pessoal. O pai passou a interagir menos de acordo com os aspectos maternos da interação, uma exigência que vai muitas vezes além das suas capacidades. O presente estudo mostra a importância de se levar em consideração as necessidades e capacidades do pai que está envolvido no cuidado ao bebê.
Abstract This study investigated father involvement with their babies during the first six months in a child care center. Based on the concept of father involvement, we aimed to investigate the changes in fathers’ interaction, availability and responsibility concerning their babies over time. To this end, through a collective case study, with a longitudinal design, four fathers answered an interview in three times of data collection: entry in the child care center, one month and six months later. Qualitative content analysis indicated that the day care center and the baby's development helped the father to turn more to his work and to recover his personal life. The father was able to interact less according to the maternal aspects of the interaction, which may be beyond his capacity. The present study shows the importance of taking into consideration the needs and capacity of fathers involved in infant care.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/117122
Arquivos Descrição Formato
000868655.pdf (540.4Kb) Texto parcial Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.