Repositório Digital

A- A A+

Assembleia de quirópteros de um remanescente de floresta estacional semidecidual no sul do Brasil

.

Assembleia de quirópteros de um remanescente de floresta estacional semidecidual no sul do Brasil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Assembleia de quirópteros de um remanescente de floresta estacional semidecidual no sul do Brasil
Autor Pires, Daniel Paulo de Souza
Orientador Fabian, Marta Elena
Data 2012
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Programa de Pós-Graduação em Biologia Animal.
Assunto Brasil, Região Sul
Morcegos
Quirópteros
Resumo Os objetivos deste trabalho foram descrever e analisar os padrões de riqueza, diversidade e estratificação vertical de espécies de morcegos encontradas em um remanescente de Floresta Estacional Semidecidual, avaliar os padrões de atividade sazonal de Glossophaga soricina (Pallas, 1766) e Sturnira lilium (E. Geoffroy, 1810) e sua relação com fatores abióticos, bem como analisar os padrões de atividade horária destas duas espécies. As amostras foram realizadas entre julho de 2010 e junho de 2011, sendo realizadas saídas mensais de três noites. O estudo foi realizado através de dez redes de neblina (9 x 3 m), sendo cinco instaladas na altura do dossel florestal e cinco na altura do sub-bosque. As redes permaneceram abertas do início ao fim da noite. Capturou-se 107 quirópteros de nove espécies pertencentes a três famílias. Phyllostomidae foi a família predominante, Vespertilionidae e Molossidade foram menos representativas. Vinte indivíduos de cinco espécies foram capturados no dossel e 87 indivíduos de sete espécies no sub-bosque. A riqueza e a diversidade de espécies encontradas neste estudo são muito semelhantes a outros estudos realizados em Floresta Estacional Semidecidual próximas a áreas urbanas. O estudo de estratificação vertical demonstrou que algumas espécies de filostomídeos preferem o dossel e outras o sub-bosque. Entre os morcegos insetívoros não foi possível traçar perfil de uso do estrato vertical devido ao baixo número amostral. A abundância sazonal de Sturnira lilium apresentou correlação moderada, positiva e significativa com a temperatura do ar, correlação fraca, negativa e significativa com a velocidade do vento. A abundância sazonal de Glossophaga soricina apresentou correlação moderada, positiva e significativa com a temperatura do ar, correlação moderada, negativa e significativa com a velocidade do vento e correlação moderada, negativa e significativa com o tempo de duração da noite. Os resultados deste trabalho demonstram que o período do ano de maior atividade de Sturnira lilium e Glossophaga soricina é na primavera e verão. As variações sazonais na atividade dessas espécies ajustam-se às variações de fatores abióticos, como temperatura, tempo de duração da noite e a velocidade do vento. Dos 52 indivíduos capturados de Sturnira lilium, 39 (75%) foram nas primeiras seis horas da noite, apresentando padrão de atividade horária unimodal. Entre os 26 indivíduos capturados de Glossophaga soricina, 17 (65%) ocorreram na primeira metade na noite e 9 (35%) na segunda metade, caracterizando o padrão de atividade horária da espécie como bimodal. O resultado encontrado para S. lilium é reflexo da disponibilidade de frutos ao longo da noite. Após algumas horas de consumo o número de frutos disponíveis é reduzido, não havendo reposição ao longo da noite, gerando assim maior atividade nas primeiras horas após o anoitecer. Os picos de atividade encontrados nesse trabalho para G. soricina podem ser explicados pela capacidade destes morcegos utilizarem recursos renováveis ao longo da noite, como néctar e insetos. Sendo um dos últimos remanescentes de Mata Atlântica em Porto Alegre, considera-se que o Morro São Pedro é uma importante área para conservação das espécies de quirópteros da região.
Abstract The objectives of this work were to describe and analyze the patterns of richness, diversity and vertical stratification of bat species found in a remnant of a seasonal semideciduous forest, to evaluate the patterns of seasonal activity of Glossophaga soricina (Pallas, 1766) and Sturnira lilium (E. Geoffroy, 1810) and their relation to abiotic factors, as well as to analyze the patterns of hourly activity of these two species. Samplings were between July 2010 and June 2011, where monthly excursions of three nights were carried out. The study was conducted using ten mist nets (9 x 3 m), where five were set up at the height of the forest canopy and five at the height of the understory. The nets were left open all night. A total of 107 chiropters were captured, including nine species belonging to three families. The Phyllostomidae was the predominant family, and Vespertilionidae and Molossidade were less representative. Twenty individuals of five species were captured in the canopy and 87 individuals of seven species in the understory. The richness and diversity of the species found in this study are very similar to that in other studies carried out in the seasonal semideciduous forest close to urban areas. The study of vertical stratification demonstrated that some species of phyllostomid bats prefer the canopy and others the understory. Among the insectivorous bats, it was not possible to determine the use profile of the vertical stratum due to the low sampling number. The seasonal abundance of Sturnira lilium showed a moderate, positive, significant correlation with air temperature, and weak, negative, significant correlation with wind speed. The seasonal abundance of Glossophaga soricina showed a moderate, positive, significant correlation with air temperature, a moderate, negative, significant correlation with wind speed, and a moderate, negative, significant correlation with duration of night. The results of this study demonstrate that the period of the year of greatest activity of Sturnira lilium and Glossophaga soricina is in the spring and summer. The seasonal variations in the activity of these species fit the variations in abiotic factors, such as temperature, duration of night and wind speed. Of the 52 individuals of Sturnira lilium captured, 39 (75%) were in the first six hours of the night, showing a unimodal pattern of daily activity. Among the 26 individuals of Glossophaga soricina captured, 17 (65%) were caught in the first half of the night and 9 (35%) in the second half, characterizing a bimodal pattern of daily activity for the species. The results obtained for S. lilium reflect the availability of fruits during the night. After some hours of consumption, the number of available fruits is reduced, where there is no replacement during the night, resulting in greater activity in the first hours after nightfall. The peaks of activity found in this work for G. soricina can be explained by the capacity of these bats to utilize renewable resources during the night, such as nectar and insects. As it is one of the last remnants of the Atlantic Forest in Porto Alegre, it is believed that Morro São Pedro is an important area for the conservation of species of chiropters of the region.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/117133
Arquivos Descrição Formato
000835769.pdf (655.6Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.