Repositório Digital

A- A A+

Recuperação física de um argissolo compactado e suas implicações sobre o sistema solo-máquina-planta

.

Recuperação física de um argissolo compactado e suas implicações sobre o sistema solo-máquina-planta

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Recuperação física de um argissolo compactado e suas implicações sobre o sistema solo-máquina-planta
Outro título Physical recuperation of a compacted paleudult of southern Brazil and its effects on soil-machine-plant system
Autor Debiasi, Henrique
Orientador Levien, Renato
Data 2008
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Agronomia. Programa de Pós-Graduação em Ciência do Solo.
Assunto Fisica do solo : Compactação do solo
Manejo do solo
Máquina agrícola
Relação solo-planta
Resumo A compactação é uma das principais causas da degradação física do solo. Com o objetivo de avaliar a eficiência de diferentes alternativas para a recuperação física do solo, vem sendo conduzido, desde 2002, um experimento em Eldorado do Sul (RS), sobre um Argissolo Vermelho, francoargilo- arenoso, caracterizado por um elevado grau de compactação inicial e que se constituía em um campo natural degradado. Os tratamentos, manejados sob semeadura direta, englobam três coberturas de inverno (pousio, aveia preta e aveia preta + ervilhaca, substituída em 2006 por nabo forrageiro), duas profundidades de atuação da haste sulcadora de adubo e duas condições de tráfego de rodados de trator (com e sem). Em 2006, escarificou-se um bloco adjacente ao experimento, manejado em semeadura direta há quatro anos, sobre a qual foram implantadas duas coberturas de inverno (nabo forrageiro e aveia preta), sob tráfego controlado. No verão, semeia-se milho e soja, em rotação anual e sob semeadura direta, mesmo na área escarificada no inverno. Avaliou-se parâmetros relacionados ao solo, ao conjunto trator/semeadora e às plantas. Independentemente das coberturas de inverno, a conversão do campo natural degradado a um sistema de produção de grãos em semeadura direta reduziu o grau de compactação do solo. Essas melhorias, considerando a superfície do solo, foram maiores na ausência de tráfego e quando do emprego de plantas de cobertura de inverno e de maiores profundidades de atuação da haste. Em relação às demais coberturas, um cultivo com nabo forrageiro foi suficiente para diminuir o grau de compactação até a camada de 0,18 m. A escarificação resultou na maior redução do grau de compactação em relação aos demais tratamentos. As medidas que reduziram o grau de compactação do solo diminuíram também a capacidade de suporte de carga e a força de tração requerida pelas hastes sulcadoras, aumentando, porém, a suscetibilidade do solo à compactação adicional. A patinagem dos rodados tratórios não foi afetada pela escarificação, porém, atingiu valores mais elevados para aveia preta. Sob deficiências hídricas moderadas, a produtividade do milho e da soja foi maior para as plantas de cobertura de inverno, sem ser afetada pelas profundidades de atuação da haste. A escarificação diminuiu a produtividade de grãos das culturas de verão. Considerando o sistema solo-máquina-planta, o uso de plantas de cobertura de inverno em semeadura direta, sem mobilização anterior mediante escarificação, mostrou ser viável para reduzir o grau de compactação do solo e/ou os efeitos negativos deste processo.
Abstract Compaction is one of the most important causes of soil physical degradation. To evaluate the effectiveness of different alternatives for soil physical recuperation, a field experiment in completely randomized blocks has been carried out since 2002 on a highly compacted sandy clay loam Paleudult in southern Brazil (Rio Grande do Sul State). Initially, the soil was under degraded native permanent grassland. Treatments under no-tillage have involved winter fallow and two winter cover crops (black oats and black oats + vetch, which was changed in 2006 by oilseed radish – Raphanus sativus L.) in the plots, two driller chisel-type furrow opener working depth in the subplots, and two traffic conditions (with and without tractor wheel traffic) in the subsubplots. After four years under no-tillage, one of the experimental blocks was chiseled by a chisel plow in 2006. Two cover crops (black oats and oilseed radish) and two traffic conditions (with and without tractor wheel traffic) were evaluated in the chiseled block. In summer, soybeans and corn were drilled in all blocks under no-tillage. Annual crop rotation between soybeans and corn was observed. Parameters related to soil, tractor-driller performance and plant growth were determined. Regardless winter covers, conversion of degraded native grassland to a grain production system under no-tillage reduced the soil compaction degree. On soil surface, these improvements were higher in absence of tractor wheel traffic and under cropping systems with winter cover crops, as well as using higher furrow opener working depths. In comparison with the remainder winter crops tested, cropping of oilseed radish during one season was sufficient to diminish the compaction degree to 0.18 m depth. Major decreases in the soil compaction degree were achieved through chisel plowing. Bearing capacity of the soil and driller opener furrow draft requirements were reduced by all compaction control practices, while soil susceptibility to recompaction was significantly increased. Chisel plow did not affect wheel tractor slippage, but this parameter reached higher values when tractor-driller worked on black oats residues. Under moderated water deficit, higher soybean and corn grain yields were obtained for winter cover crops treatments. However, only little benefits of using higher chisel type opener furrow working depth on grain yields could be detected. Considering soil-machine-plant system, using winter cover crops under no-tillage and without previous chiseling seems to be viable to reduce soil compaction degree and/or the negative consequences deriving from this process.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/11856
Arquivos Descrição Formato
000618579.pdf (2.161Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.