Repositório Digital

A- A A+

Ser um segurança em tempos de insegurança : sofrimento psíquico e prazer no trabalho da Guarda Municipal de Porto Alegre

.

Ser um segurança em tempos de insegurança : sofrimento psíquico e prazer no trabalho da Guarda Municipal de Porto Alegre

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Ser um segurança em tempos de insegurança : sofrimento psíquico e prazer no trabalho da Guarda Municipal de Porto Alegre
Autor Baierle, Tatiana Cardoso
Orientador Merlo, Alvaro Roberto Crespo
Data 2007
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Psicologia. Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social e Institucional.
Assunto Saúde mental
Segurança pública
Sofrimento
Subjetividade
Trabalhador : Psicologia social
[en] Health of the worker
[en] Mental health
[en] Municipal Guard
[en] Psychodynamic of the work
[en] Security
[en] Social psychology
Resumo Esta pesquisa busca compreender as implicações da reestruturação da Guarda Municipal de Porto Alegre na produção de subjetividade de seus servidores e o impacto sobre a dinâmica saúde/sofrimento mental de seus trabalhadores. O trabalho foi tomado como eixo norteador, por sua centralidade na vida contemporânea. A posição adotada foi de depositar a ênfase nas vivências cotidianas e nos modos de ser dos trabalhadores, e não nos diagnósticos psicopatológicos. Com esta premissa, a condução da pesquisa foi fundamentada na abordagem da Psicodinâmica do Trabalho, que centra a investigação na normalidade e não na patologia, procurando, reforçando os mecanismos de luta e resistência desenvolvidos pelos trabalhadores, que se traduzem nas estratégias defensivas. A metodologia em Psicodinâmica do Trabalho foi aplica strictu sensu, em suas etapas de desenvolvimento: formação de grupo de pesquisadores, prépesquisa, pesquisa com encontros em grupo, tratamento do material produzido e validação. O grupo de servidores, sobre o qual a pesquisa foi desenvolvida é o que se encontra mais exposto às mudanças que estão ocorrendo na Instituição, assumindo funções de maior visibilidade, risco e exposição. Há intensa mobilização psíquica entre os guardas, provocada pela peculiaridade do lugar que ocupam hoje na sociedade. Por um lado são pressionados pela população e pela gestão da Prefeitura Municipal de Porto Alegre para adotarem uma postura ativa na segurança urbana, por outro lado são premidos pela limitação legal de suas atribuições. O cotidiano do guardas municipais é marcado por imprevistos, por uma extensa jornada de trabalho, pela ausência do prescrito e percebido como um trabalho sem produção concreta. O sofrimento provocado pelo trabalho é amortecido e contrabalanceado pela cooperação mútua, reconhecimento advindo de uma atuação com maior visibilidade e pelo uso da inteligência astuciosa. O atual período da Guarda Municipal é efetivamente um tempo de transição, interfere diretamente na organização do trabalho, na subjetividade e na saúde mental de seus servidores. Para a promoção da saúde mental destes trabalhadores seria importante incrementar os espaços institucionais de reflexão e discussão sobre o papel do guarda municipal hoje na sociedade.
Abstract This research quest to understand the implications of the reorganization of Municipal Guard of Porto Alegre in the production of subjectivity of its servers and the impact on the dynamic of mental health suffering of its workers. The work was taken as central axle, for its centrality in the life contemporary. The adopted position was to deposit the emphasis in the daily experiences and the ways of being of the workers, and not in the psychopathological diagnostics. With this premise, the conduction of the research was based on the boarding of the Psychodynamic of the Work that centers the inquiry in normality not in the pathology, strengthening the mechanisms of fight and resistance developed by the workers, translated the defensive strategies. The methodology in Psychodynamic of the Work was applies strictu sensu, in its stages of development: formation of group of researchers, initial research, research with meeting in group, treatment of the produced material and validation. The group of servers, on which the research was developed, is that who meets displayed more to the changes that are occurring in the Institution, assuming functions of bigger visibility, risk and exposition. It has intense psychic mobilization between the guards, provoked for the peculiarity of the place that occupy today in the society. By a side they are pressured by the population and the management of the Municipal City hall of Porto Alegre to adopt an active position in the urban security, by another side are pressured by the legal limitation of its attributions. The daily one of the municipal guards is marked by unexpected, for extensive hours of working, the absence of the perceived prescribed one and as a work without concrete production. The suffering provoked for the work is cushioned and balanced by the mutual cooperation, recognition happened of a performance with bigger visibility and for the use of creativity intelligence. The current period of Municipal Guard is effectively a transition time, intervenes directly with the organization of the work, the subjectivity and the mental health of its servers. For the promotion of the mental health of these workers it would be important to today develop the institutional spaces of reflection and quarrel on the paper of the municipal guard in the society.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/12072
Arquivos Descrição Formato
000622097.pdf (900.5Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.