Repositório Digital

A- A A+

Modelo econômico de gestão ambiental - MEGA

.

Modelo econômico de gestão ambiental - MEGA

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Modelo econômico de gestão ambiental - MEGA
Autor Ben, Fernando
Orientador Kliemann Neto, Francisco Jose
Data 2007
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção.
Assunto Gestão ambiental
[en] Environmental evaluation
[en] Environmental information
[en] Environmental management
[en] Operational environmental costs
Resumo objetivo deste trabalho é desenvolver um modelo de gestão ambiental que analise os impactos econômicos identificados em empresas, visando preencher uma lacuna evidenciada na gestão empresarial – a falta de integração entre os aspectos econômicos da gestão ambiental. Tal proposta se justifica em função do entendimento dos aspectos ambientais no contexto empresarial ser uma necessidade para a competitividade das empresas nos mais variados segmentos. Entretanto, a compreensão das diversas variáveis que se relacionam com tais questões não é tarefa simples, tampouco realizada com freqüência pelas organizações. Nesse sentido, o presente trabalho apresenta um modelo econômico de gestão ambiental – MEGA. Com base na realização de um diagnóstico inicial, o modelo realiza análises dos custos operacionais ambientais, sua relação com a contabilidade ambiental e com os custos da qualidade ambiental. Para avaliar a relevância dos investimentos nesta área ou das ações desenvolvidas nesse sentido, o modelo utiliza análises mono e multicriteriais, bem como relações de benefício-custo para a avaliação econômica de tais fatores. A definição de indicadores ambientais e de planos de melhoria igualmente é utilizada. O modelo é aplicado em duas empresas do setor moveleiro. Em função de uma das empresas analisadas considerarem as questões ambientais nas decisões organizacionais a mais tempo do que a outra se observa a existência de uma quantidade mais elevada de análises avaliativas, enquanto que na outra empresa as análises foram propositivas. Contudo, destacam-se em ambas as empresas a limitação na base de dados para a utilização no modelo, onde os dados foram obtidos dos vários subsistemas existentes nas mesmas. Essas aplicações práticas do MEGA mostraram diferenças entre ambas no tratamento das questões ambientais, tanto nos aspectos qualitativos como nas análises quantitativas referentes às variáveis econômicas envolvidas nas análises.
Abstract The objective of this thesis is to develop an environmental management model that analyzes the economical impacts identified in companies, in order to fill a gap that is shown in management of many organizations – the lack of integration in the economical aspects of environmental management. Such purpose is justified by the understanding that the environmental aspects in the organizational context are a necessity for the competitiveness in companies of several sectors. However, the understanding of several variables that are related to these questions is not a simple task, and is not made frequently by the companies. In this way, the purpose of this study is to present an economical model of environmental management – MEGA. Based on a preliminary diagnosis, the model analyzes the operational environmental costs, their relationship with environmental accountancy and with costs of environmental quality. To evaluate the relevancy of investments in this area or the actions developed with this purpose, the model uses monocriterial and multicriterial analysis, as well as benefit-cost, for the economical evaluation of such factors. The definition of environmental indicators and the improvement plans are also used. The model was applied in two companies of the furniture sector. Since one of the analyzed companies considers the environmental questions in the corporate decisions for a longer time than the other one, it‟s observed the existence of a higher quantity of evaluating analysis, while in the other company the analysis were proposed. However, it appears on both companies the limitation on their database for use in the model, where de data were obtained in several sub-systems existing on them. The practice applications of MEGA showed the differences between both companies regarding the environmental questions, as in the qualitative aspects, as in the quantitative analysis regarding the economical variables covered in the analysis.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/12542
Arquivos Descrição Formato
000626806.pdf (2.582Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.