Repositório Digital

A- A A+

Alterações morfo-funcionais decorrentes de diferentes treinamentos com ginástica localizada em mulheres na faixa etária de 20-35 anos

.

Alterações morfo-funcionais decorrentes de diferentes treinamentos com ginástica localizada em mulheres na faixa etária de 20-35 anos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Alterações morfo-funcionais decorrentes de diferentes treinamentos com ginástica localizada em mulheres na faixa etária de 20-35 anos
Outro título Morphological and functional alterations in different models of resistance training for women (ages beteeen 20-35)
Autor Tagliari, Mônica
Orientador Kruel, Luiz Fernando Martins
Data 2006
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Educação Física. Programa de Pós-Graduação em Ciências do Movimento Humano.
Assunto Ginástica
Mulher : Fisiologia do exercicio
[en] And intensity
[en] Strength training
[en] Volume
Resumo A proposta deste estudo foi comparar dois modelos de treinamento resistido em grupos e com música, denominado “ginástica localizada”, sendo eles; treinamento resistido de alta intensidade (GI), e treinamento resistido de alto volume (GV) e seus efeitos sobre a massa corporal (PESO), somatório de dobras cutâneas (DC), percentual de gordura corporal (FAT), consumo de oxigênio de pico (VO2pico), limiar ventilátório (LV), tempo de exaustão (TE), tempo do limiar ventilatório (TLV), percentual do consumo de oxigênio de pico (VO2%), e flexibilidade através da extensão horizontal do ombro (EHO), flexão do quadril (FLEXQ), extensão do quadril (EXTQ) e abdução do quadril (ABDQ). Dezenove mulheres adultas (26,5 ± 3,3 anos), foram divididas em três grupos a GI (n = 4), GV (n = 9) e grupo controle GC (n = 6). Os grupos GI e GV treinaram 3 sessões semanais por 22 semanas. Em todos os grupos (GI, GV e GC), as variáveis analisadas foram comparadas através da analise da variância (ANOVA) e em caso de diferenças significativas, foi utilizado o teste post hoc de Tuckey (p< 0,05). Para os casos não paramétricos foi utilizado o teste de Kruskal-Wallis e seu respectivo post hoc. O GV diminuiu significativamente DC (198,7 ± 85,5 para 179,2 ± 81,5 cm), FAT (32,7 ± 9,7 to 30,5 ± 9,9 %), e incrementou significativamente o TE (444,8 ± 110 para 481± 98 sec), TLV (313,5 ± 73,2 para 396,1 ± 86,3) e ABDQ (79,6 ± 9,8 para 86,5 ± 7,9 graus). O grupo GI incrementou significativamente PESO (69,7 ± 9,7 to 70,4 ± 9,0 kg). Os resultados revelam que não houve diferenças significativas entre os grupos para VO2pico, LV, VO2%, EHO, FLEXQ e EXTQ. Em suma, ambos os grupos apresentaram significantes efeitos sobre a composição corporal decorrentes de 22 semanas de treinamento. Os resultados mostram que o programa de treinamento resistido de altovolume é mais efetivo para a aptidão cardiorrespiratória no que diz respeito ao tempo de exaustão e tempo do segundo limiar ventilatório, em mulheres adultas.
Abstract The purpose of this study is to compare two models of resistance training for groups (with music) named “ginástica localizada”, that consist of high intensity resistance training (GI), and high volume resistance training (GV) for effects in body weight (BW), body fat (BF), skin fold measures (SM), peak oxygen consumption (VO2peak), gas exchange anaerobic threshold (AT), time to exhaustion (ET), percentile of peak oxygen consumption ( VO2peak), time of gas exchange anaerobic threshold (TAT), and flexibility through shoulder extension (SE), as well as hip flexion (HF), hip extension (HE), and hip abduction (HA). Nineteen adult women (age between 26,5 and 33) were randomly assigned to a GI (n= 4), GV (n= 9) and control group GC (n= 6). The GI and GV trained 3 times a week during 22 weeks. In all groups (GI, GV and GC), the variables analyzed were compared through analysis of variance (ANOVA) and if there were significant differences, the Turkey’s post hoc test was used. To non-parametric cases, it was used a Kruskal-Wallis’s test and the respective post hoc. The GV decreased significantly in SM (from 198,7 ± 85,5 to 179,2 ± 81,5 cm), BF (from 32,7 ± 9,7 to 30,5 ± 9,9 %), and increased significantly in ET (from 444,8 ± 110 to 481± 98 sec), TAT (from 313,5 ± 73,2 to 396,1 ± 86,3) and HA (from 79,6 ± 9,8 to 86,5 ± 7,9 degrees). The GI increased significantly BW (from 69,7 ± 9,7 to 70,4 ± 9,0 kg). The results did not show important differences between GI and GV on VO2peak, AT, VO2peak, SE, HF and HE. In summary, both groups increased significantly the improvement in body composition as a result of the 22-weeks of training. The results show that the high volume resistance-training program is more effective to improve cardio respiratory fitness in time to exhaustion and time of gas exchange anaerobic threshold for adult women.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/12722
Arquivos Descrição Formato
000634339.pdf (2.139Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.