Repositório Digital

A- A A+

A teoria da autodeterminação e o ambiente de treino de ginástica rítmica : um modelo motivacional teórico-explicativo

.

A teoria da autodeterminação e o ambiente de treino de ginástica rítmica : um modelo motivacional teórico-explicativo

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A teoria da autodeterminação e o ambiente de treino de ginástica rítmica : um modelo motivacional teórico-explicativo
Autor Fontana, Patrícia Silveira
Orientador Balbinotti, Carlos Adelar Abaide
Data 2015
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Educação Física. Programa de Pós-Graduação em Ciências do Movimento Humano.
Assunto Autodeterminacao
Ginástica rítmica
Psicologia do esporte
Treinamento esportivo
[en] Rhythmic gymnastics
[en] Self-determination
[en] Sport training
Resumo Este estudo teve por objetivo apresentar um modelo motivacional teórico-explicativo para o treinamento de Ginástica Rítmica (GR), tomando como base a Teoria da Autodeterminação (TAD). A TAD, quando aplicada ao esporte, postula que a satisfação das necessidades psicológicas básicas de competência, autonomia e relacionamento é fundamental para o crescimento, a integridade e o bem estar psicológico dos atletas. Postula também que o ambiente de treino desempenha papel relevante na autodeterminação dos atletas. Para apresentar o Modelo Motivacional Teórico-Explicativo acima referido, o presente estudo procurou num primeiro momento caracterizar o ambiente de treino da GR, verificando se o mesmo atendia às necessidades psicológicas básicas estabelecidas pela TAD. A abordagem metodológica foi do tipo mista. Os sujeitos da pesquisa foram treinadoras de GR do Estado do Rio Grande do Sul, filiadas à Confederação Brasileira de Ginástica e que atuam em campeonatos nacionais na categoria juvenil. Para a coleta das informações, foram utilizados três instrumentos: Questionário de Identificação das Variáveis de Controle (QIVC), Entrevista Semiestruturada e Ficha de Observação para Análise das Necessidades Psicológicas Básicas no Ambiente de Treino (FOANPBAT). Foram realizadas cinco observações do ambiente de treino de cada uma das treinadoras. Para a interpretação dos dados coletados nas entrevistas e nas anotações de campo se utilizou a técnica de análise de conteúdo. Para a análise dos dados obtidos nas observações do ambiente de treino, considerou-se as frequências de ocorrência das categorias de avaliação. Os resultados demonstraram que o ambiente de treino proporcionado pelas treinadoras de GR está parcialmente de acordo com a necessidade psicológica básica de competência. Em relação à necessidade psicológica de autonomia, o ambiente de treino não contempla os aspectos estabelecidos pela TAD. Quanto à necessidade psicológica de relacionamento, a maioria dos aspectos postulados pela TAD estão presentes no ambiente de treino. Os resultados das frequências de ocorrência mostraram que 69,73% dos itens da competência foram atendidos, 59,37% dos itens da autonomia não foram atendidos e 73,12% dos itens do relacionamento foram atendidos.
Abstract The aim of this study was to present a theoretical-explanatory motivational model for the training of Rhythmic Gymnastics (RG), based on the Theory of Self- Determination (SDT). The SDT, when applied to sports, posits that the satisfaction of basic psychological needs of competence, autonomy and relatedness is critical to the growth, integrity and psychological well being of the athletes. It also postulates that the training environment plays an important role in the athlete’s self-determination. To present the theoretical-explanatory motivational model mentioned above, this study sought at first to characterize the RG training environment, to verify if it met the basic psychological needs established by the SDT. The methodological approach was of the mixed type, Research subjects were coaches of RG of the Rio Grande do Sul State, affiliated to the Brazilian Gymnastics Federation and working in national championships in the youth category. To collect the information, three instruments were used: the Variables Control Identification Questionnaire (QIVC), semi-structured Interview and the Observation Sheet for Analysis of Psychological Basic Needs in Training Environment (FOANPBAT). Five observations of training environment of each of the coaches were performed. For the interpretation of the data collected in interviews and field notes it was used the technique of content analysis. For the analysis of data obtained in the observations of the training environment, it was considered the frequencies of occurrence of the evaluation categories. The results demonstrated that the training environment provided by RG coaches was partially according to the basic psychological need of competence. Regarding the psychological need for autonomy, the training environment did not attend the aspects established by the SDT. As to the relatedness psychological need, most of the aspects postulated by SDT were present in the training environment. The result’s frequencies of occurrence showed that 69,73% of the competence items were met, 59,37% of autonomy items were not met, and 73,12% of relatedness items were met.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/128040
Arquivos Descrição Formato
000975258.pdf (1.182Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.