Repositório Digital

A- A A+

Efeito do hipoclorito de sódio 2,5%, EDTA 17%, ácido cítrico 10%, ácido peracético 1% e QMIX na microdureza e na estrutura da dentina radicular

.

Efeito do hipoclorito de sódio 2,5%, EDTA 17%, ácido cítrico 10%, ácido peracético 1% e QMIX na microdureza e na estrutura da dentina radicular

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Efeito do hipoclorito de sódio 2,5%, EDTA 17%, ácido cítrico 10%, ácido peracético 1% e QMIX na microdureza e na estrutura da dentina radicular
Outro título Effect of sodium hypochlorite 2.5%, EDTA 17% 10% citric acid, 1% peracetic acid and QMiX on dentin microhardness and on dentinal structure of the root canal
Autor Baldasso, Flávia Emi Razera
Orientador Kopper, Patrícia Maria Poli
Data 2015
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Odontologia. Programa de Pós-Graduação em Odontologia.
Assunto Endodontia
Hipoclorito de sodio
[en] Citric acid
[en] Collagen
[en] Endodontics
[en] Erosion
[en] Irrigants
[en] Microhardness
[en] Peracetic acid
[en] QMiX
[en] Sodium hypochlorite
Resumo Objetivo: Avaliar os efeitos das soluções QMiX, EDTA 17%, ácido cítrico 10% (AC), ácido peracético 1% (AP), associados à irrigação final com NaOCl 2,5%, na microdureza dentinária, e seus efeitos nos componentes orgânicos, inorgânicos e na erosão da dentina das paredes do canal radicular. Métodos: Sessenta raízes de incisivos inferiores humanos foram usadas neste estudo. Os canais foram preparados sob irrigação com água destilada e as amostras foram divididas aleatoriamente em 6 grupos (n=10): QMiX, EDTA, AC, AP, NaOCl (solução controle) e água destilada (controle negativo). Após a irrigação com as soluções quelantes, uma irrigação final com NaOCl 2,5% foi realizada. Antes e depois dos protocolos de irrigação, as amostras foram submetidas ao Teste de Microdureza de Knoop. Três endentações foram feitas na distância de 100μm e 500μm do lúmen do canal radicular. Os dados da microdureza de cada grupo, em cada distância, antes e após os protolocos de irrigação foram comparados pelo teste de Wilcoxon (α = 0,05). Para a comparação da diferença da microdureza entre os grupos foi utilizado o teste de Kruskall-Wallis, seguido pelo teste de Dunn (α = 0,05). Concluída a análise da microdureza, as amostras foram seccionadas longitudinalmente em duas metades: uma foi desingada para análise de seu componente orgânico (colágeno) em microscopia óptica de luz polarizada (MO) e a outra para análise de seu componente inorgânico e erosão em microscopia eletrônica de varredura (MEV). Os dados obtidos pela análise em MO e em MEV foram submetidos ao teste de Kruskall- Wallis, seguido pelo teste de Dunn (α = 0,05). Resultados: Na profundidade de 100μm, todos os protocolos reduziram significativamente a microdureza (P<0,05), enquanto em 500μm, isso ocorreu apenas nos grupos EDTA e QMiX (P<0,05). AC foi o grupo que mais causou erosão nos túbulos dentinários, seguido do AP e do EDTA. QMiX abriu os túbulos, mas não causou erosão dentinária. Em relação à análise do componente orgânico e inorgânico da dentina, os grupos NaOCl e água destilada mostraram uniformidade na rede de colágeno e presença de smear layer obliterando os túbulos dentináros, enquanto o grupo AC apresentou alteração nos componentes orgânicos e inorgânicos. O grupo EDTA não mostrou diferença significativa em relação à alteração no componente orgânico, mas alterou a estrutura inorgânica. Os grupos QMiX e AP não causaram alteração significativa no colágeno e removeram a smear layer sem causar alteração no conteúdo inorgânico, quando os túbulos foram avaliados no sentido longitudinal. Conclusões: Os protocolos de irrigação dos grupos do QMiX e do EDTA 17% apresentaram maior redução da microdureza dentinária em 500μm, sendo que o do QMiX não causou erosão dentinária. As soluções QMiX e AP, seguidas por NaOCl 2,5%, mostraram melhor comportamento em relação às outras soluções testadas, preservando os componentes orgânicos e inorgânicos da dentina radicular humana.
Abstract Aim: The present study aimed to evaluate the effect of QMiX, 17% EDTA, 10% citric acid (CA), 1% peracetic acid (PA), associated with a final irrigation with 2.5% NaOCl, on dentin microhardness, and their effects on organic components, inorganic components and erosion of the root canal dentin. Methods: Sixty human mandibular incisors roots were used in this study. The root canals were instrumented under irrigation with destilled water and the samples were randomly divided into 6 groups (n = 10): QMiX, EDTA, CA, PA, NaOCl (control solution) and distilled water (negative control). After the use of chelating solutions, a final irrigation with 2.5% NaOCl was used. Before and after irrigation protocols, dentin microhardness was measured with a Knoop indenter. Three indentations were made at 100μm and 500μm from the root canal lumen. Microhardness data of each group, at each distance, before and after irrigation protocols were compared by Wilcoxon’s test (α = 0.05). Kruskall-Wallis’s test, followed by Dunn’s test, was applied for comparison among groups considering the microhardness difference at each distance. The specimens were longitudinally split and one half of it was designated for organic structure analysis by polarized light microscopy (PLM) and the other for inorganic structure analysis by scanning electron microscopy (SEM) analysis. The data obtained by the analyses in PLM and SEM were submitted to the Kruskal-Wallis test, followed by Dunn's test (α = 0.05). Results: At the depth of 100μm, all protocols significantly reduced microhardness (P <0.05); while in 500μm, it occurred only in EDTA and QMiX groups (P <0.05). CA was the group that caused more erosion in the dentinal tubules, followed by PA and EDTA. QMiX opened the tubules, but did not cause dentin erosion. Regarding the analysis of organic and inorganic dentin components, NaOCl and distilled water groups showed uniformity in the collagen network and presence of smear layer obliterating the dentinal tubules, while CA group showed changes in organic and inorganic components. EDTA group did not show significant difference in the organic component alteration, but changed the inorganic structure. QMiX and PA groups did not cause significant modification in collagen and removed the smear layer without causing change in the inorganic component, when the tubules were evaluated in longitudinal direction. Conclusion: QMiX and 17% EDTA protocols presented the greatest microhardness reduction at 500μm and QMiX did not cause dentin erosion. QMiX and PA solutions, followed by 2.5% NaOCl, showed better behavior from the others chelating agents tested, when used as final irrigation, preserving organic and inorganic components (tubules analyzed longitudinally) of human root dentin.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/128205
Arquivos Descrição Formato
000975119.pdf (1.343Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.