Repositório Digital

A- A A+

O estudante negro na cultura estudantil e na educação fisica escolar

.

O estudante negro na cultura estudantil e na educação fisica escolar

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O estudante negro na cultura estudantil e na educação fisica escolar
Autor Santos, Marzo Vargas dos
Orientador Molina Neto, Vicente
Data 2007
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Educação Física. Programa de Pós-Graduação em Ciências do Movimento Humano.
Assunto Educação física escolar
Etnografia
Negros
Processo social
Segregacao racial
[en] Afro-Brazilian students
[en] Educative ethnography
[en] Ethnic-racial relations
[en] Physical education in schools
Resumo A dissertação resulta de uma pesquisa realizada com estudantes negros da Rede Municipal de Ensino de Porto Alegre (RME/POA) e reflete sobre a participação do negro na construção da sociedade que, desde cedo, e ainda hoje, não é isenta de contradições e controvérsias. A RME/POA promove ações visando a equalização das relações étnico-raciais na escola e a implantação da Lei 10639/03, que surgiu de movimentos sociais empenhados na valorização da história e da cultura africana e afrobrasileira. Os objetivos do estudo são identificar e compreender como estudantes negros da RME/POA se constituem nas interações sociais, e como essas construções se manifestam na cultura estudantil e na educação física escolar. Abordei, inicialmente, questões históricas referentes à situação do negro no contexto sócio-cultural brasileiro e na instituição escolar, identificando as diferenças étnico-raciais, como construções históricas, sociais, culturais e políticas. Considero que a escola se configura como uma encruzilhada de culturas, onde os diferentes sujeitos vão construindo seus significados nas diversas interações que constituem. Essas culturas, entendidas como conjuntos diferenciados de significados, são condições constitutivas da vida social da escola. Neste contexto, os estudantes geram e requerem um universo distinto de significados e práticas, comunicados pelas crenças, preferências, normas e valores. A educação física escolar se apresenta como um elemento relevante de análise na compreensão de alguns significados atrelados à cultura estudantil. Assim, a questão central do estudo é: Como estudantes negros da RME/POA se constituem nas interações sociais e como essas construções se manifestam na cultura estudantil e na educação física escolar? Trata-se de uma pesquisa de enfoque qualitativo, caracterizada como uma etnografia educativa. Como procedimentos para obtenção das informações foram utilizados: análise de documentos, observação participante, diário de campo, grupos de discussão e entrevista semi-estruturada. As análises e as interpretações das informações mostraram que a educação física na escola é uma prática social, e tem relação com o significado que os sujeitos, com ela envolvidos, outorgam. Desta forma, as diferentes culturas da escola podem dar sentidos distintos para as ações, rituais e códigos que serão interpretados por aqueles envolvidos com os elementos dessa cultura. Finalmente, no processo de apresentação das interpretações mostro como os colaboradores do estudo se percebem nas relações étnico-raciais, tratando dos códigos de significados na cultura estudantil, especialmente quanto ao reconhecimento no grupo, e apontando como esses sujeitos manifestam certa naturalização de uma posição social de inferioridade do negro.
Abstract The following dissertation is the result of a research on Afro-Brazilian students of the Municipal Educational System of Porto Alegre (RME/POA) and it reflects on the participation that these students have in the construction of a society that from the very beginning is not exempt from contradiction and controversy. The RME/POA aims at equalizing the ethnic-racial relations in schools as well as at the implementation of Act 10639/03 which was the result of social movements that were determined in validating African and Afro-Brazilian History and Culture. The objectives of the study are to identify and understand how Afro-Brazilian students of RME/POA constitute themselves in social interactions and how these constructions are manifested in school culture and in physical education. I initially dealt with historical questions as to the situation of Afro- Brazilians within the social cultural context of Brazil as well as in educational institutions, identifying ethnic-racial differences such as historical, social, cultural and political constructions. I consider school to be a crossroads of cultures where different characters build their significances through the various interactions that they constitute. These cultures, understood as differing collections of meanings are constitutive conditions of social school life. Within this context students generate and require a distinct universe of meanings and practices, conveyed through beliefs, preferences norms and values. Physical education is presented as a relevant analysis element in the understanding of meanings linked to school culture. Therefore the core question of the study is: How Afro-Brazilian students of RME/POA constitute themselves in social interactions and how these constructions manifest in school culture and in physical education in schools. It is a research of qualitative focus characterized as an educative ethnography. How were the procedures for obtaining the data used: document analysis, participant observation, logs, discussion groups and semi-structured interviews. The analysis and the interpretations of the data showed that physical education in schools is a social practice and it has to do with the meaning of those who are involved in it give it. Hence the different school cultures can give distinct meanings to the actions, rites and codes that will be interpreted by those involved with the elements of this culture. Eventually in the presentation process of the interpretations I show how the collaborators of the study perceive themselves in ethnic-racial relations, dealing with codes of meaning in school culture, especially as to the recognition within the group and pointing out how they manifest a certain naturalization of the inferior social position of Afro-Brazilians.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/12900
Arquivos Descrição Formato
000634740.pdf (1.526Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.