Repositório Digital

A- A A+

Autismo infantil : tradução e validação da CARS (childhood autism rating scale) para uso no Brasil

.

Autismo infantil : tradução e validação da CARS (childhood autism rating scale) para uso no Brasil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Autismo infantil : tradução e validação da CARS (childhood autism rating scale) para uso no Brasil
Autor Pereira, Alessandra Marques
Orientador Wagner, Mario Bernardes
Co-orientador Riesgo, Rudimar dos Santos
Data 2007
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Ciências Médicas: Pediatria.
Assunto Criança
Escalas de graduação psiquiátrica
Estudos de validação
Transtorno autístico
[en] Autism
[en] Validation studies
Resumo Introdução: O autismo infantil tornou-se um dos distúrbios mais estudados em neuropsiquiatria, tendo em vista a gravidade e o impacto que produz. Na ausência de um marcador biológico, seu diagnóstico permanece clínico, com base nos critérios da Associação Americana de Psiquiatria (DSM-IV). Ao longo de várias décadas, vários instrumentos foram desenvolvidos com base no DSM-IV, com objetivo de aperfeiçoar o diagnóstico do transtorno, assim como várias escalas que medem a gravidade dos sintomas também foram criadas. A Childhood Autism Rating Scale (CARS) é uma das escalas mais utilizadas como instrumento para avaliar a gravidade do autismo. Objetivo: O presente estudo objetivou traduzir, adaptar e validar uma versão em português (do Brasil) da referida escala. Métodos:estudo transversal de amostra de conveniência de crianças e adolescentes com diagnóstico de autismo infantil, em acompanhamento regular no Ambulatório de Transtornos Invasivos do Desenvolvimento, do Hospital de Clínicas de Porto Alegre.Processo de tradução, adaptação transcultural e validação conforme proposto na literatura por Sperber. Foram utilizadas, além da versão traduzida da CARS (CARS-BR), a Escala de Avaliação de Traços Autísticos (ATA) e a Escala de Avaliação Global do Funcionamento (GAF). Foram empregados os testes de correlação de Pearson para comparação entre as diferentes escalas a fim de se estimar validade convergente (ATA) e validade discriminante (GAF), o coeficiente kappa para confiabilidade teste-reteste e o coeficiente de fidedignidade de Cronbach para consistência interna, considerando um α= 0,05. Aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da instituição e solicitada concordância dos pais para participação no estudo. Resultados: Após tradução, a versão foi aplicada em 60 crianças e adolescentes com diagnóstico de autismo infantil. A consistência interna foi elevada com um valor de alfa de Cronbach de 0,82; a validade convergente (comparada com a Escala de Avaliação de Traços Autistícos- ATA) alcançou um coeficiente de correlação de Pearson de r = 0,89. Ao ser correlacionada à Escala de Avaliação Global de Funcionamento (para determinação da validade discriminante), a CARS-BR apresentou um coeficiente de correlação de Pearson de r = -0.75. Confiabilidade teste-reteste foi 0,90. Conclusão: A metodologia utilizada e os cuidados no processo de tradução permitem concluir que este é um instrumento válido e confiável para avaliação de gravidade do autismo no Brasil.
Abstract Introduction: Autism has become one of the most investigated disorders in neuropsychiatry and it is justified by the severity of this disorder and the dysfunction that it produces. Without a biological marker autism diagnosis is based on clinical findings following DSM-IV published by the American Psychiatric Association. Over the past decades several instruments were developed to evaluate the symptoms quantitatively and refine the differential diagnosis as well scales to evaluate severity were also developed. The Childhood Autism Rating Scale (CARS) is a valid and reliable behavioral rating scale widely used in the diagnosis of children with autism and a well-established instrument to evaluate the autism severity. Objective: The main objective of this study was to translate into Portuguese and to determine the initial psychometric properties of the Brazilian version of The Childhood Autism Rating Scale. Methods: longitudinal study of a convenient sample of outpatients with autism (diagnosed through DSM-IV) attending a university hospital in Brazil. The translation technique described by Sperber was used. The scale of Autistic Traits (ATA) and The Global Assessment Function (GAF) were also used, besides CARS-BR. Pearson´s correlation coefficient (r) was used to evaluate convergent validity and discriminant validity, the test-retest reliability was assessed by kappa coefficient and Cronbach´s alpha was used to evaluate internal consistency, considering α=0.05. This study was approved by Ethics Committee of the Hospital de Clínicas de Porto Alegre and the informed consent was obtained. Results: CARS-BR was applied in a sample of 60 children and adolescents with autism. Internal consistency was high with a Cronbach´s alpha of 0.82. Convergent validity (compared to the Scale of Autistic Traits –ATA) achieved a Pearson´s correlation coefficient of r=0.89. When correlated to the Global Assessment of Function (to evaluate discriminant validity) CARS-BR presented a Pearson´s coefficient of r= -0.75. Test-retest reliability showed a kappa coefficient of 0.90. Conclusion: These results suggest that CARS-BR is a valid and reliable instrument to evaluate autism severity in Brazil.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/12936
Arquivos Descrição Formato
000634977.pdf (903.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.