Repositório Digital

A- A A+

Alterações na composição corporal e em parâmetros antropométricos de dependentes de crack internados em unidade de adição

.

Alterações na composição corporal e em parâmetros antropométricos de dependentes de crack internados em unidade de adição

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Alterações na composição corporal e em parâmetros antropométricos de dependentes de crack internados em unidade de adição
Outro título Changes in body composition and anthropometric parameters in crack-cocaine addicts admitted in an addiction unit
Autor Willhelm, Fernanda Franz
Escobar, Mariana
Perry, Ingrid Dalira Schweigert
Resumo Verificar as alterações da composição corporal e de parâmetros antropométricos de dependentes de crack internados para tratamento da adição. Métodos: Estudo de coorte prospectivo, com 40 voluntários masculinos dependentes de crack, de 18 a 60 anos, em tratamento. Foram aferidos parâmetros antropométricos e de composição corporal, por meio de bioimpedância elétrica, na internação e alta hospitalar. Resultados: Com idade média de 29,3 ± 6,9 anos, os pacientes tiveram, durante a abstinência, aumento de peso de 7,6 ± 3,7 kg; 11,6 ± 6,4% do peso corporal; 5,6 ± 4,2 cm de circunferência de cintura. Houve aumento de 4,2 ± 3,2 kg de gordura, 3,5 ± 3,0 kg de massa magra e de 2,5 ± 2,6 litros de água. Ao se internarem, 75% estavam eutróficos, 17,5% apresentavam sobrepeso e 5% apresentavam desnutrição, valores que, na alta, se alteraram para 50% de eutrofia e 47,6% de sobrepeso (IMC – Índice de Massa Corporal). Observou-se que a média de ganho de peso foi maior nas duas primeiras semanas de internação. Conclusão: Ao longo da internação, foram identificados ganho de peso e alterações de composição corporal e nos parâmetros antropométricos dos pacientes, refletindo em migração da eutrofia para o sobrepeso em parcela expressiva deles.
Abstract Objectives: Verify the alterations of body composition and of anthropometric parameters in crack addicted patients, hospitalized for addiction treatment. Methods: Cohort prospective studies, with 40 crack addicted male volunteers, 18 to 60 years old, in treatment. Anthropometric parameters and body composition were measured, through bioelectric impedance analysis, within the hospital and at discharge. Results: With an average age 29.3 ± 6.9 years, the patients have had, during abstinence, a weight gain of 7.6 ± 3.7 kg; 11.6 ± 6.4% of body weight; 5.6 ± 4.2 cm of waist circumference. There was an increase of 4.2 ± 3.2 kg of fat (obesity); 3.5 ± 3.0 kg of lean body mass and 2.5 ± 2.6 liters of water. When hospitalized, 17.5% of the patients presented overweight and 5% were malnourished, values that, at discharge, altered to 50% of eutrophy and 47.6% of overweight (BMI – Body Mass Index). It was observed that the average of weight gain increased in the first two weeks of hospitalization. Conclusion:During hospitalization a weight gain was identified as well as alterations in body composition and in anthropometric parameters of patients, resulting in migration from eutrophy to overweight, in an expressive group.
Contido em Jornal Brasileiro de Psiquiatria. Rio de Janeiro. Vol. 62, n. 3 (jul./set. 2013), p. 183-190
Assunto Antropometria
Cocaína crack
Composição corporal
[en] Anthropometry
[en] body composition
[en] Crack
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/129424
Arquivos Descrição Formato
000973942.pdf (209.9Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.