Repositório Digital

A- A A+

Agricultura urbana : uma análise da atividade em Belém-PA no Norte e Porto Alegre-RS no Sul do Brasil

.

Agricultura urbana : uma análise da atividade em Belém-PA no Norte e Porto Alegre-RS no Sul do Brasil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Agricultura urbana : uma análise da atividade em Belém-PA no Norte e Porto Alegre-RS no Sul do Brasil
Autor Wandscheer, Elvis Albert Robe
Orientador Medeiros, Rosa Maria Vieira
Data 2015
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Geociências. Programa de Pós-Graduação em Geografia.
Assunto Agricultura urbana
Belém (PA)
Organização espacial
Produção agrícola
Segurança alimentar
[en] Agricultural production
[en] Alimentar safety
[en] Field-city relationship
[en] Porto Alegre-RS
[en] Rural
[en] Spatial organization
[en] Urban
[en] Urban agriculture
Resumo A presente pesquisa analisou as Agriculturas Urbanas de Belém-PA e Porto Alegre-RS no que se refere aos papéis e funções socioeconômicas da atividade nos espaços em que ocorrem suas práticas. A opção pelos dois municípios envolveu trabalhos anteriores que evidenciaram a existência da atividade e fomentaram a curiosidade na observação do fenômeno no Norte e no Sul do Brasil. Focando a análise da dinâmica espacial e suas interações socioeconômicas evidenciou-se perspectivas distintas de ações e práticas bem como de enfoques dados à Agricultura Urbana nos dois Municípios. Foi possível perceber que a atividade agrícola situada no espaço urbano tende a se adaptar a demandas citadinas e/ou relacionar-se com práticas agropecuárias desejadas pelos atores. Inicialmente percebe-se a existência de expansão do território urbano, o que é uma tendência contemporânea e que já desvirtua a própria delimitação do espaço rural e urbano. Simultaneamente existem áreas transitórias em que a atividade agrícola segue com relevância no contexto local. Nas áreas mais centrais ocorrem apenas demandas específicas no que se refere à agricultura. Foi possível observar que existe um benefício desta prática no âmbito urbano, uma vez que a mesma possibilita “encurtar canais” do produtor até o consumidor, exceto quando o produtor enfrenta dificuldades na logística da cadeia produtiva. Assim, a pesquisa mostrou maior vantagem socioeconômica às produções que visaram à comercialização e o autoconsumo, pois manteve a diversificação de produtos na mesa e garantiu renda para os indivíduos. As diferenciações observadas da produção do Norte e do Sul se deram principalmente no foco produtivo, considerando desde oportunidades de mercado até dificuldades físicas enfrentadas pelos produtores. A produção agrícola sulina demonstrou ser mais comercial do que a produção do norte, preferencialmente direcionada ao autoconsumo. Por fim, constatou-se que existem Agriculturas Urbanas, que se apresentam de diversas formas, desde a pequena produção em hortas até cultivos maiores, expressando diferentes estratégias, organizações e focos produtivos.
Abstract The present research analyzed the urban agricultures in the municipalities of Belém-PA and Porto Alegre-RS, evaluating the socioeconomical role and function of this activity in spaces where it is applied. The municipalities were chosen on the basis of previous studies evidencing the presence of such activities, as these fomented the curiosity in the observation of the phenomenon in the North and South of Brasil. Focusing the analysis in the spatial dynamics and its socioeconomical interactions, we could detect distinct actions and practices in both municipalities, which also differ in terms of the importance given to the urban agriculture. It was possible to realize that the agricultural activity situated in the urban space tends to adapt itself to the cities demands and/or be related to the agropecuary practices whished by the authors. First, the existence of an expansion of the urban space could be notes, which is a contemporary tendency that distorts the delimitation of the rural and urban spaces. Simultaneously, there are areas of transition in which the agricultural activity continues relevant in the local context. In the central areas there are only specific demands related to the agriculture. It was possible to observe the existence of a benefit of this practice in the urban scope, since it enables to “shorten the channels” between the producer and the consumer, except when the producer deals with difficulties in the productive chain logistics. So, the research showed more socioeconomical advantages for the productions aimed to the commercialization and autoconsumtion, because these maintained the diversification of products in the table and guaranteed an income for the individuals. The differentiation observed between North and South productions occurred mainly in the productive plan, considering market opportunities and physical difficulties faced by producers. The agricultural production in the south was shown to be more commercial than that in the north, preferentially related to autoconsumption. Finally, we found that there are urban agricultures that manifest themselves in different ways, from the small production in vegetable gardens to bigger crops, expressing different strategies, organizations and productive focus.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/130585
Arquivos Descrição Formato
000979001.pdf (31.27Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.