Repositório Digital

A- A A+

Educação alimentar e nutricional nos serviços socioassistenciais : uma análise crítica

.

Educação alimentar e nutricional nos serviços socioassistenciais : uma análise crítica

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Educação alimentar e nutricional nos serviços socioassistenciais : uma análise crítica
Autor Simon, Letícia
Orientador Ramos, Maurem
Data 2015
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Curso de Especialização em Saúde Pública.
Assunto Assistência social
Educação alimentar e nutricional
Promoção da saúde
Segurança alimentar e nutricional
Resumo A Educação Alimentar e Nutricional (EAN) tem importante papel na promoção da saúde por meio da mudança do comportamento alimentar. Diante disso, vem sendo incorporada como estratégia nas políticas públicas brasileiras de diversos setores, entre eles a Assistência Social. Os serviços socioassistenciais visam à redução de riscos e vulnerabilidade, bem como a promoção de direitos, configurando-se em espaços com potencial para o processo educativo. O presente trabalho teve como objetivo analisar criticamente os Cadernos sobre Educação Alimentar e Nutricional voltados aos serviços socioassistenciais publicados pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), de modo a verificar a responsabilidade da execução das ações propostas e a adequação do conteúdo teórico-metodológico apresentado. Após análise dos Cadernos (teórico e de atividades) verificou-se que em sua redação a publicação traz algumas falhas com relação à norma escrita e ao uso de referências. Sobre a responsabilidade pela execução das ações, a publicação não indica qual o profissional responsável. Do ponto de vista do conteúdo teórico, observou-se que os textos trazidos no Caderno Teórico podem ser insuficientes para embasar o desenvolvimento das ações de EAN propostas no Caderno de Atividades, e não mencionam qual a fundamentação teórico-metodológica a ser seguida. Assim, percebe-se que a publicação em questão deixa lacunas sobre por quem, quando e como as ações de EAN devem ser realizadas nos serviços socioassistenciais, não sendo efetiva na consecução de seus objetivos. Necessita de melhor adequação da formatação, embasamento teórico-metodológico, e esclarecimento sobre a responsabilidade pela execução das ações de EAN.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/131206
Arquivos Descrição Formato
000979990.pdf (250.1Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.